sexta-feira, 31 de maio de 2013

SUPLENTE DE VEREADOR EM TABIRA ADERE AO GOVERNO SEBASTIÃO DIAS.

dicinha_sebastiao_ieda

A primeira-dama Iêda Melo, Dicinha e o prefeito Sebastião no palco durante as assinaturas das ordens de serviços
O primeiro suplente de vereador do Partido Socialista Brasileiro (PSB), Edilson Oliveira da Silva, o “Dicinha do Calçamento”, aderiu nesta quarta-feira, dia 29, a base política do prefeito de Tabira, Sebastião Dias Filho, do PTB.
“Quero ajudar a Tabira crescer e percebi que só seria possível estando ao lado do prefeito Sebastião Dias, o qual tem as melhores intenções para elevar a minha cidade ao desenvolvimento. Além da minha adesão conto com amigos e familiares”, afirmou o socialista.
No gabinete, o gestor municipal Sebastião Dias falou que seu governo está preparado para receber as pessoas que pensam numa Tabira melhor. “É importante que as pessoas tenham uma visão como a de Dicinha, pois só assim construiremos uma Tabira melhor”, frisou.

EMPRESÁRIO TABIRENSE OFERECE JANTAR ÀS MÃES

jantar_dia_das_maes_joselito (4)O ex-vice-prefeito de Tabira e empresário, Joselito Rodrigues, ofereceu no dia 11 de maio, mais um jantar em homenagem ao dia das mães. O evento que aconteceu na Churrascaria “O Mourão”, localizada no Povoado de Arara, acontece desde o ano de 2003.
Participaram do jantar 300 convidados, dentre elas amigos que vieram diretamente de São Paulo para prestigiar a homenagem. De acordo com Joselito, o objetivo foi proporcionar as mães carentes um jantar em um ambiente caracterizado com música ao vivo e um repertório voltado para as mães.
jantar_dia_das_maes_joselito (3)
No seu discurso, Joselito agradeceu a confiança de muitos amigos que o apoiaram, inclusive de outras cidades, dos quais muitos não conhecem Tabira, mas tem a sensibilidade de abraçar a causa.
“Agradeço de coração a cada um que de alguma forma contribui com este grande evento. É uma luta grande, desde a escolha das mães que procuro ter o maior critério para chegar realmente as mães mais carentes”, e por fim concluiu “todo trabalho se torna pequeno diante da tamanha satisfação. Muito obrigado e que DEUS abençoe a cada um”.
No final, Joselito recebeu o carinho e o reconhecimento de todos os presentes e para coroar o evento, o empresário distribuiu vários brindes.
jantar_dia_das_maes_joselito (2)
jantar_dia_das_maes_joselito (1)
Fonte: blogtabirahoje

CHÁCARA DO DICINHA DO CALÇAMENTO

você agora tem o lugar certo! para seus fins de semanas, e feriados é na chácara do Dicinha do calçamento,  em Campos Novos, tem picanha na brasa,feijoada, galinha de capoeira etc...

Alem do Banho de bica e tirolesa.

ATIVIDADE COM AS CRIANÇAS DO NAOC

As crianças produzindo os cartões de aniversário dos contribuintes do NAOC, como uma forma de agradecimento pela sua contribuição.



quarta-feira, 29 de maio de 2013

PRESIDENTE DO PTB MÁRIO AMARAL SERÁ O NOVO SECRETÁRIO DE OBRAS DE TABIRA.

O Presidente do PTB Mário Amaral será o novo secretário de Obras de Tabira – Com o retorno de Edmundo Barros para a Câmara de vereadores de Tabira, o Prefeito Sebastião Dias escolheu o Presidente do PTB e suplente de vereador Mário Amaral para comandar a Secretaria de Obras. Informações que chegam à produção dos programas Rádio Vivo/Cidade Alerta indicam que o prefeito gostaria de ter escolhido outro nome, mais acabou cedendo a solicitação do ex-prefeito Josete Amaral que no inicio do mandato de Sebastião Dias queria Mário na secretaria de saúde. Um pequeno detalhe: não se tem notícias de qualquer identificação de Mário Amaral com a pasta que vai ocupar.

segunda-feira, 27 de maio de 2013

PARABÉNS TABIRA!!!



"Parabéns para Tabira"
Por fazer mais uma data
Por sua beleza nata
Que a todos admira!
Poeta ou não se inspira
Ao visitar a cidade,
E por sua hospitalidade
Dada a cada visitante
Tabira segue avante
Parabéns feliz' cidade's

Heleno Trajano.

FEIJOADA E PICANHA NA BRASA, NA CHÁCARA DE DICINHA DO CALÇAMENTO

NESTE MOMENTO NA CHACARA DE DICINHA DO CALÇAMENTO, TEMOS UM DIA DE LAZER COM O ATENDIMENTO QUE VOCE JÁ CONHECE, ALEM DE FEIJODA DA HORA, PICANHA NA BRASA, E TODO O CARDAPIO SERVIDO AOS DOMINGOS, COM TIROLESA, BANHO DE BICA, MUITO SOM E TUDO BOM, VÁ LÁ AGORA.

ORGANIZAÇÃO: DICINHA DO CALÇAMENTO E FAMÍLIA, COM APOIO DO BLOG TRAJANDOCIDADANIA.

sábado, 25 de maio de 2013

CHOVEU EM TABIRA NESTE SÁBADO (25)

Voltou a chover hoje á tarde sábado (25) aqui em Tabira. A chuva teve início as 16:30h. Não temos informação ainda do volume de chuva na cidade e Zona Rural.

sexta-feira, 24 de maio de 2013

CHUVA BOA EM TABIRA


Nesta sexta 24, entre 8 e 9 da noite tivemos uma chuva boa na cidade Tabira, onde com certeza animou os nossos agricultores, que tinham arado e plantado nas ultimas chuvas, choveu cer de 15 minutos, correndo bem nas biqueiras, e que ela continue vindo para alegrar o nosso camponês que tanto esperou por ela.



PRESIDENTE DO CMDR JOEL MARIANO FEZ VISTORIAS DE CISTERNAS NA ZONA RURAL DE TABIRA.

 
Na última segunda-feira, 20 de maio de 2013, o Presidente do Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural de Tabira – CMDR Joel Mariano fez vistoria das cisternas de placas que estão sendo concluídas na Zona Rural de Tabira, conquistadas pelo CMDR através do PRORURAL com o Governo do Estado e recursos do Governo Federal. Tabira foi beneficiada com 650 cisternas, 250 delas estão concluídas. Joel acompanhado do Blogueiro Vagner Leandro visitou as comunidades Rurais de Boa Vista, Bandeira II, São Miguel, Poço Redondo, Humaitá, Cachoeira Grande e Cachoeira dos Paulos. As pessoas beneficiadas estão muito agradecidas pela conquista. Essa cisterna é uma bênção, essa cisterna chegou numa hora boa, disse a agricultora e dona de casa Maria Hosana do Sítio Bandeira II.
 
 
Por Vagner Leandro Correspondente Oficial do Blog Cauê Rodrigues em Tabira.

terça-feira, 21 de maio de 2013

PASSE LIVRE INTERESTADUAL PARA PESSOAS CARENTES PORTADORAS DE DEFICIENCIA.

PESSOA COM DEFICIÊNCIA PODERÁ RENOVAR CARTEIRA DE MOTORISTA GRATUITAMENTE


Pessoa com deficiência poderá renovar carteira de motorista gratuitamente

Segundo Carlos Brandão, a medida beneficiará a autonomia da pessoa com deficiência e atenderá ao preceito constitucional de igualdade para todos os brasileiros.
 
O Projeto de Lei 4985/13, em análise na Câmara, estabelece a gratuidade na obtenção e na renovação da carteira de motorista pela pessoa com deficiência física. Segundo a proposta, do deputado Carlos Brandão (PSDB-MA), a emissão do documento será paga com recursos arrecadados na cobrança das multas de trânsito.
O projeto inclui a medida no Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97). Hoje a lei determina que a receita arrecadada com multas seja aplicada, prioritariamente, em sinalização, engenharia de tráfego e de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito.
Segundo Carlos Brandão, a medida beneficiará a autonomia da pessoa com deficiência e atenderá ao preceito constitucional de igualdade para todos os brasileiros. As pessoas beneficiadas pela proposta, diz o parlamentar, acabam oneradas com a cobrança adicional de taxas referentes ao veículo adaptado oferecido pelas autoescolas e também nos exames de trânsito.
“Impõe-se tratar de forma diferenciada os indivíduos com limitações, para compensar restrições. Em sua trajetória de formação e inserção no mercado de trabalho, as pessoas com deficiência física devem superar as dificuldades próprias à sua condição, o que afeta as oportunidades de inclusão social”, afirma.
Tramitação
O projeto tramita em conjunto com o PL 7699/06, que institui o Estatuto do Portador de Deficiência. As propostas estão prontas para serem analisadas pelo Plenário.
Fonte: Região News













Segundo Carlos Brandão, a medida beneficiará a autonomia da pessoa com deficiência e atenderá ao preceito constitucional de igualdade para todos os brasileiros.

O Projeto de Lei 4985/13, em análise na Câmara, estabelece a gratuidade na obtenção e na renovação da carteira de motorista pela pessoa com deficiência física. Segundo a proposta, do deputado Carlos Brandão (PSDB-MA), a emissão do documento será paga com recursos arrecadados na cobrança das multas de trânsito.
O projeto inclui a medida no Código de Trânsito Brasileiro (Lei 9.503/97). Hoje a lei determina que a receita arrecadada com multas seja aplicada, prioritariamente, em sinalização, engenharia de tráfego e de campo, policiamento, fiscalização e educação de trânsito.

Segundo Carlos Brandão, a medida beneficiará a autonomia da pessoa com deficiência e atenderá ao preceito constitucional de igualdade para todos os brasileiros. As pessoas beneficiadas pela proposta, diz o parlamentar, acabam oneradas com a cobrança adicional de taxas referentes ao veículo adaptado oferecido pelas autoescolas e também nos exames de trânsito.

“Impõe-se tratar de forma diferenciada os indivíduos com limitações, para compensar restrições. Em sua trajetória de formação e inserção no mercado de trabalho, as pessoas com deficiência física devem superar as dificuldades próprias à sua condição, o que afeta as oportunidades de inclusão social”, afirma.
Tramitação

O projeto tramita em conjunto com o PL 7699/06, que institui o Estatuto do Portador de Deficiência. As propostas estão prontas para serem analisadas pelo Plenário.

Fonte: Região News

A PESSOA COM DEFICIÊNCIA E SUA REALIDADE NAS ESTATÍSTICAS BRASILEIRAS


Psicologia e Deficiência – Professor Emílio Figueira


Quando entramos para a faculdade de Psicologia, ao ver na grade curricular disciplinas de estatísticas ou correlatas, a sensação é quase sempre a mesma: medo! Pois quem escolhe por esta área, geralmente, não se dá conta de quais serão as matérias exatas. contudo, no decorrer de nossa profissão, principalmente para quem opta pela pesquisa, leitura ou escrita de artigos científicos, por exemplo, a estatística passa a ser uma aliada para compreender ou descrever certos fenômenos psicológicos. E aqui não é diferente. Este texto nos orientará na compreensão de universo das pessoas com deficiência: quantidade, tipos de deficiências, distribuição geográfica e realidade em cada região brasileira.
Dados recentes do Banco Mundial apontam que existem pelo menos 50 milhões de pessoas com deficiência na América Latina e no Caribe, o que representa aproximadamente 10% da população regional. A deficiência é uma importante causa e consequência da pobreza. Cerca de 80% das pessoas incapacitadas dessas regiões vivem na pobreza, o que na maioria dos casos também afeta os membros da família. Estima-se que 68 milhões dessas pessoas vivem nesse estado de extrema pobreza, num círculo vicioso, no qual deficiência gera pobreza ou pobreza gera deficiência.
A taxa de deficiência é especialmente alta nos países que viveram conflitos internos ou externos e nas áreas em que ocorreram desastres naturais. Pessoas que tendem a ser excluídas amplamente da vida social, econômica e política da comunidade, devido a uma estigmatização ativa ou ao desconhecimento de suas necessidades no planejamento das políticas, programas e instalações físicas. Nessas sociedades prevalece a visão tradicional na qual permanece a caridade, a piedade, o modelo médico e assistencialista nas políticas públicas.
Quando o assunto é Educação, apenas entre 20% a 30% das crianças com deficiências estão matriculadas na escola, sendo a baixa frequência escolar delas a consequência da grave falta de transporte, da escassez de professores treinados, de equipamento, mobília, material didático e acesso à infraestrutura de ensino adequado. Além dessas barreiras visíveis, os impedimentos à educação inclusiva de qualidade também decorrem dos obstáculos impostos pelas restrições baseadas em posições ou sentimentos pessoais (“barreiras atitudinais”). Em Honduras, a taxa de analfabetismo das pessoas com deficiência é de 51%, em comparação a 19% da população em geral. No México, esse índice está abaixo de 10%. No Suriname, 90% das crianças com deficiências estudam e frequentam escolas especiais isoladas, enquanto que, no Brasil, estima-se que apenas 20% das escolas públicas estão acessíveis.
No Mercado de Trabalho, entre 80% a 90% das pessoas com deficiência na América Latina e no Caribe estão desempregadas ou não fazem parte da força de trabalho. E os que trabalham, recebem pouca ou nenhuma remuneração. Na Argentina, a taxa de desemprego estimada desse grupo se aproxima de 91%. No México, 75% da população com deficiência está desempregada.
Em questão de Serviços de Saúde, a maioria das pessoas com deficiência não dispõe desses recursos, sem ter acesso físico a hospitais, ficando mais propensas a ser rejeitadas pelas seguradoras de saúde. O resultado disso é que não são oferecidos serviços importantes ou dispositivos para ajudá-las. Nos países em que existem dados disponíveis, menos de 20% dos incapacitados recebem benefícios de seguro.
De certa forma, a realidade brasileira é um pouco diferente, para melhor, do que as realidades da América Latina e do Caribe, tendo já avançado em vários setores. Temos a melhor Legislação do mundo referente às questões dessa classe de pessoas. Muitas coisas já foram conquistadas e muitos espaços abertos e ocupados. Mas muitas coisas ainda precisam ser modificadas, principalmente em relação àqueles que vivem em zonas e regiões brasileiras menos favorecidas ou prejudicadas pela má distribuição de renda ou, ainda, pela falta de uma política governamental e/ou de uma sociedade civil mais efetiva.
Hoje, no Brasil, falar de pessoas com algum tipo de deficiência já não é mais falar de um universo tão pequeno assim, ou como muitos pensam, insignificante. Os números provam isto. Segundo o último Censo Demográfico oficial realizado pelo Instituto de Geografia e Estatística - IBGE no Brasil, divulgado em 8 de maio de 2002, 24,5 milhões de brasileiros têm deficiências, o que representa 14,5% da nossa população. Nos resultados da Amostra Populacional, as deficiências estão estaticamente divididas da seguinte forma:
Gráfico da distribuição dos tipos de deficiências - mental 8,30, auditiva, 16,70, física, 4,10, motora 22,90, visual, 48,12
Detalhando um pouco mais esses dados, 16,5 milhões de pessoas são deficientes visuais, sendo 159,824 totalmente incapazes de enxergar. São 5,7 milhões de brasileiros com deficiência auditiva, dos quais 176,067 têm surdez total.
A pesquisa considerou como deficiência física a falta de um ou mais membros (perna ou braço). Enquanto a deficiência motora foi focalizada como pessoas que têm algumas ou grandes dificuldades permanentes de caminhar, subir escadas, pronunciar palavras ou realizar tarefas da vida diária.
Interessante também que, desta vez, o IBGE radiografou pela primeira vez o índice de casos de deficiência por Estado, ficando assim: 
Acima de 16% - Pará, Maranhão, Piauí, Ceará, Rio Grande do Norte, Paraíba e Pernambuco.
De 15 a 15,9% - Rondônia, Tocantins, Bahia, Alagoas, Espírito Santo e Rio Grande do Norte.
14 à 14,9% - Amazonas, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Sergipe, Minas Gerais e Rio da Janeiro.
13 a 13,9% - Acre, Goiânia, Paraná e Santa Catarina.
Até 12% - Roraima, Amapá e São Paulo.
Durante muitas décadas, a deficiência – por ter uma maior incidência em países em desenvolvimento - remeteu-nos a uma questão social, sendo que para quem as têm as únicas condições de vida são: a fome, a pobreza, a miséria e a falta de perspectiva. Muitas dessas pessoas sobreviviam da caridade alheia, em meio inadequado, levando-as para condições de “inválidos sociais” ou “coitadinhos”. Em contrapartida, pessoas com deficiência nascidas nas classes mais privilegiadas, facilmente adquiriam o status de “super-heróis”, em razão de meio mais adaptado às suas necessidades e condições de um bom trabalho de reabilitação e acesso à educação.  E essa alternância ainda não foi de toda erradicada do país.
Outra realidade apontada pela pesquisa é que a taxa de incidência de deficiência entre pai, mãe e sogro (53%), seguidas daquelas obtidas por chefes de família (24,3%) e cônjuges (18,1%), tendo, assim, graves consequências com o impacto da idade, sendo que os chefes de família e os cônjuges são os principais provedores de renda dentro da família.
Grande parte da população de pessoas com deficiência, 46%, vive em condições miseráveis. Por ter algum tipo de deficiência ou incapacidade, tem uma contribuição baixa na desigualdade de renda familiar per capita 0,26% e 0,10%.
Uma vez que a realidade brasileira é formada de diversidades pessoais, culturais, mesclando etnias, crenças e religiões, numa pseudodemocracia, visando combater à pobreza e à desigualdade, precisaremos reconhecer diferenças e impedir que elas se traduzam em desigualdades. Encarar a diversidade não como sinônimo de adversidade para os diferentes, não tratando os desiguais na medida da sua desigualdade, mas procurar conhecer em profundidade cada grupo excluído.
As deficiências no Brasil não são exclusividade urbana. Vários séculos já se passaram e hoje essa questão está sendo mais aceita entre nossos indígenas, que não mais praticam a política de exclusão. Uma pesquisa divulgada em dezembro de 2005 pelo IBGE, mostrou que 17% dos índios brasileiros sofrem de deficiências físicas ou mentais. Em 2000, das 734 mil pessoas autodeclaradas índios, 125 mil apresentavam pelo menos um tipo de deficiência.
O problema é maior nas áreas urbanas (23,1% ante a 10,5% nas áreas rurais) e atinge mais às mulheres (18,2%) do que os homens (15,9%). A principal deficiência encontrada à época da pesquisa foi a cegueira (12,1% na média global, chegando a 19% entre as mulheres urbanas). Em números relativos, 6,2% declararam-se incapazes ou com grande dificuldade permanente para andar. Entre os moradores em terras indígenas, os índices daqueles que apresentam pelo menos um tipo de deficiência física ou mental caem pela metade.
Os números refletem no cotidiano.    Essa quantidade de pessoas com deficiência no Brasil passou a ter um peso significativo na sociedade. Pessoas que nas últimas décadas, não contentes com o isolamento social, resolveram pôr a cara na rua, visando conquistar o seu lugar no seio social. Presentes hoje em todos os segmentos, deixaram de ser os "coitadinhos" para ser um público consumidor, produtivo, sabedor de onde realmente quer chegar e exigente de bons serviços.
Consequência disso, é que cada vez mais o contexto social está se vendo obrigado a promover e se adaptar à política da inclusão social para recebê-las. Por lei, o mercado de trabalho está tendo que reservar vagas em seus quadros de funcionários; as escolas e universidades públicas estão tendo que se reestruturar para que alunos com e sem deficiência dividam as mesmas classes de aula; pessoas com deficiência estão cada vez mais presentes nos lugares de lazer, consumindo cultura e outros produtos: em espaços urbanos as barreiras arquitetônicas estão começando a ser eliminadas com a construção de rampas, telefones públicos, degraus e guias rebaixadas, construções de elevadores e muito mais; os empresários, atentos às novas tendências, estão criando serviços especializados a essas pessoas; até mesmo os órgãos de comunicação estão abrindo cada vez mais espaço para essa temática.
Uma sociedade inclusiva e adaptada a todos de convivências naturais, a meu ver, será só uma questão de tempo. Pois nos últimos dez anos, mergulhamos num processo irreversível!

MAIS DA METADE DA POPULAÇÃO BRASILEIRA NÃO TEM ACESSO À INTERNET


computador
Foto: Reprodução
O aumento da renda, o acesso ao mercado de trabalho, o crédito fácil e a perda do “medo” da tecnologia entre os mais velhos foram fatores decisivos para a inclusão digital no País entre 2005 e 2011. Mais da metade da população com 10 anos ou mais de idade, porém, ainda não tem acesso à internet. As informações são da Agência Estado.
Dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) 2011 divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) mostram que a proporção de pessoas que utilizam a internet passou de 20,9% para 46,5%.
Em seis anos, houve um aumento de 45,8 milhões de internautas. Uma média de quase 21 mil por dia. Utilizaram a internet no período de três meses antes da data da entrevista, em 2011, 77,7 milhões de brasileiros com 10 anos ou mais de idade.
Embora ainda sejam as mais resistentes à rede mundial de computadores, os brasileiros com 50 anos ou mais tiveram peso decisivo no aumento da legião de internautas: passaram de 7,3% para 18,4% do total da população nessa faixa etária. Em números absolutos, foi o maior crescimento, passando de 2,5 milhões de usuários para 8,1 milhões. Um crescimento de 222%.
Outro crescimento significativo foi registrado no outro extremo, com os internautas de 10 a 14 anos. Em 2005, 24,3% desse público acessavam a internet, proporção que saltou para 63,6% em 2011. A pesquisa levou em consideração apenas os acessos à internet por computador. Não houve perguntas sobre acesso por meio de telefones celulares e tablets.
“A inclusão digital se dá sem medo entre os jovens. Entre os mais velhos, demora um pouco, mas é crescente, inclusive para acesso a banco, para declarar imposto de renda”, diz o coordenador de Trabalho e Rendimento do IBGE, Cimar Azevedo.
Mulheres
Embora a renda seja um fator importante de acesso à internet, é interessante notar que as mulheres jovens, que têm renda menor do que os homens, porém maior escolaridade, estão mais na rede mundial de computadores do que os homens.
E há mais usuários da internet na população com renda de 3 a 5 salários mínimos do que entre os que ganham mais de 5 salários mínimos. A explicação é que a faixa mais rica da população é também a faixa mais velha, ainda “engatinhando” no mundo virtual. Os técnicos do IBGE chamam atenção para o grande salto entre os alunos da rede pública que passaram a ter acesso à internet no espaço de seis anos.
A pesquisa não investigou o local de acesso, se o trabalho, a residência, a escola ou locais públicos como bares e lan houses, e por isso não é possível associar o crescimento à distribuição de computadores nas escolas públicas. Para Cimar Azevedo, no entanto, é um forte indicativo da inclusão digital entre os mais pobres. Em 2005, apenas 24,1% dos alunos da rede pública usavam a internet, proporção que cresceu para 65,8% em 2011.
Celular
Chegou a 115,4 milhões o número de pessoas com 10 anos ou mais de idade que têm celular de uso pessoal, ou 69,1% da população, segundo a Pnad 2011. Em 2005, eram 55,7 milhões, ou 36,6% da população. A população com celular cresceu 107,2%, enquanto a população geral nessa faixa etária avançou 9,7%.
Os mais velhos e os mais novos foram os que mais fizeram crescer o contingente. A proporção de pessoas com 60 anos ou mais com celular aumentou 161,3%. E a proporção das crianças de 10 a 14 anos com celular cresceu 118,2%. Os trabalhadores agrícolas são os que menos têm celular: apenas 43%.
Fonte: Ne10

DILMA NEGA BOATO DA SUSPENSÃO DO BOLSA FAMÍLIA E DIZ QUE ATO FOI DESUMANO


Adriana Guarda - NE 10
A presidente Dilma Rousseff mostrou irritação ao comentar, no início da tarde desta segunda-feira (20), o boato sobre a extinção do programa social Bolsa Família, que ajuda milhões de pessoas no Brasil. Durante solenidade no Complexo de Suape, onde participou do lançamento do navio Zumbi dos Palmares, a presidente classificou a pessoa que divulgou o boato como "desumano" e "criminoso".
"O povo brasileiro não deve acreditar nos pessimistas, nem nos boatos. Digo isso porque no último sábado foi lançado um boato falso, negativo, que gerou intranquilidade às famílias mais pobres desse País. Foi algo absolutamnete desumano e mentiroso. E colocamos a Polícia Federal para descobrir quem plantou o boato. Meu governo tem um compromisso forte, profundo e definitivo com o Bolsa Família. O programa permitiu que as famílias vivam com o mínimo de dignidade no País. Um governo tem que ter em mente e cumprir os seus compromissos. E nós temos um grande compromisso com o Bolsa Família, o Brasil sem Miséria e o Conteúdo Local", disse, com ênfase, em seu discurso. 
No último sábado, houve um boato de que o pagamento do programa Bolsa Familia seria suspenso para que o dinheiro fosse deslocado para ajudar as pessoas vítimas da seca no Nordeste. A afirmação fez com que milhares de pessoas em todo o País procurassem agências da Caixa Econômica Federal e casas lotérias para fazer o saque do pagamento.
Ainda no domingo o Ministério do Desenvolvimento Social desmentiu o boato. A Polícia Federal está investigando quem pode ter divulgado o boato.
A ida das pessoas às agências e às lotéricas resultou em tumultos e confusões neste final de semana. De acordo com a Caixa, o calendário de pagamento do Bolsa Família será mantido. As datas podem ser conferidas pelo telefone 0800 726 01 01 ou pelo site do banco.
 
 
Fonte: Site Nill Júnior

sábado, 18 de maio de 2013

PROGRAMAÇÃO DE EMANCIPAÇÃO POLITICA DOS 64 ANOS DE TABIRA

logotabira

O Sec. de Cultura Edgley Freitas e o Sec. de Gabinete Aderval Soares anunciaram na manhã desta quinta-feira, 16 de maio, no programa institucional da Prefeitura Municipal “A voz da Cidadania”, a programação oficial das festividades de Emancipação Política de Tabira.
A festa terá inicio nesta sexta-feira, 17, com a abertura dos jogos escolares na quadra de esportes da cidade e se estendera até o dia 27 com uma programação exclusiva para o dia.
 Entre as atrações estão:
 21/05 (terça-feira) -
Festival “A praça é Nossa” (Na praça Gonçalo Gomes)
 22/05 (quarta-feira)
Festival Cultural (Na praça Gonçalo Gomes)
24/05 (Sexta-feira) -
Renato Marinho
 S.O.S Fígado
 No Clear
 25/05 (Sábado) -
Banda Kaêra
Sevy Nascimento
 BKL
 Tom Oliveira e Banda
 26/05 (Domingo) -
Lindomar Souza
Quarteto Forrozado
Raimundo Fagner
 27/05 (segunda-feira) -
Festival de Violeiros
Fonte blogtabirahoje

DICAS:COMO DIRIGIR COM UM TRAILER OU REBOQUE?


Resumo

Acoplar ao seu carro um trailer ou um reboque para outros veículos (como motos, quadriciclos, lanchas) não aumenta só o peso ou o tamanho do veículo. Exige mais cuidados. Veja estes conselhos para viajar com segurança nessas situações. 
 

Passos.

1
Verifique se o carro tem potência e porte suficientes para puxar o reboque ou trailer em questão. O reboque não deve pesar mais da metade do peso do carro a que está acoplado (com a carga incluída).
2
Calibre os pneus do carro com a pressão necessária para tração de um reboque, que não é a mesma usada no cotidiano.
3
Deixe o porta-malas do carro sem muito peso, para não baixar muito a traseira. Coloque o que for mais pesado na parte de trás do reboque.
4
Um veículo que puxa um reboque fica mais pesado e por isso demora mais a frear: lembre-se de manter uma distância maior do que a habitual do veículo que estiver à sua frente.
5
Seja prudente nas ultrapassagens: devido ao peso, a reação (aceleração) não será a mesma e o comprimento total do veículo aumentou. Calcule bem as distâncias, principalmente ao voltar para a sua pista.
6
Tenha cuidado com o vento: se houver vento cruzado, um veículo com reboque pode ficar mais instável, principalmente ao passar por um caminhão ou ônibus.
7
Abra mais as curvas e faça movimentos mais suaves para o reboque não sair da pista nem bater no meio-fio.
Importante
  • Se você nunca dirigiu um veículo com reboque, faça a experiência em uma área tranqüila, com pouco trânsito, antes pegar uma estrada ou avenida movimentada.
Treine principalmente a marcha a ré: é o movimento mais complicado, porque o reboque tende a ir no sentido oposto ao da direção do veículo tracionador. 

sexta-feira, 17 de maio de 2013

CIOSAC APREENDE MUNIÇÃO E ARMA EM TABIRA.


A apreensão aconteceu ontem na Praça Pedro Pires Ferreira no Centro de Tabira-PE, durante um cumprimento ao mandado de busca e apreensão expedido pela Drª Clenya Saraiva, Juíza substituta da comarca de Tabira. A Equipe da Ciosac encontrou na casa de Carlos Roberto Brito, 01(um) Revolver Calibre 38, tambor 5, 170(cento e setenta) munições .45, 61(sessenta e uma) Munições.44, 09(nove) Munições calibre 28, 07(sete) Munições.30, 55(cinqüenta e cinto) Munições 7mm, 02(duas) Munições calibre 762, 01(uma) Munição calibre 762 festim, 43 (quarenta e três) Munições calibre 22, 24 (vinte e quatro) Munições calibre 38, 01 (uma) Munição calibre 25, 11(onze) Munições calibre 32, 04(quatro) munições calibre 765, 01(uma Munição calibre 763, 01(uma) Munição calibre 380, 05(cinco) munições 9mm, 14(quatorze) munições desconhecidas, 13(treze) cartuchos de Cal 12, 08(oito) cartuchos de calibre 32 deflagrados, 01(um) cartucho de calibre 20, 02(dois) cartuchos de cal 16 deflagrados, 02(dois) cartuchos de cal 36, 02(dois) cartuchos de cal 36 de plástico, 01(um) carregador de cal 765 e 01(um) carregador desconhecido. Diante dos fatos o acusado juntamente com todo o material aprendido foi conduzido a Delegacia de Polícia Local para ser atuado em flagrante delito.

MAIS UM MOMENTO DE LAZER E CONTINUAÇÃO DA GINCANA COM AS MÃES NA CHÁCARA DE DICINHA DO CALÇAMENTO.


Neste sábado dia 18 á partir das 2 horas da tarde e domingo dia 19 o dia inteiro, teremos Junior da Galera na chácara de Dicinha do Calçamento, Com entrada totalmente grátis,
E haverá ainda o restante das provas (Gincana) do Dia das Mães... Portanto todas as Mamães e as mulheres que ainda não sejam mães podem participar também.

Além de tudo que você costuma saborear, na chácara de Dicinha do Calçamento você encontra comidas típicas e ainda galinha de capoeira, pamonha e milho assado.

Organização:
Dicinha do Calçamento.

quinta-feira, 16 de maio de 2013

DIA DO GARI É COMEMORADO EM PETROLINA, EM TABIRA SÓ POLITICAGEM


Nesta quinta-feira (16) é comemorado o Dia do Gari em todo o território brasileiro. Em homenagem à data, a secretaria de Infraestrutura de Petrolina ofereceu aos profissionais da categoria um café da manhã.
Durante o evento, que aconteceu na sede do Sindicato dos Garis, foram distribuídos diversos brindes para os participantes. Estiveram presentes na comemoração o secretário de Infraestrutura do município, Ricardo Rocha; o secretário de Habitação, Ednaldo Lima, além de outras representações públicas e institucionais.
Já em tabira, estes profissionais da limpeza só são lembrado quando é para fazer um mutirão, reconhecimento pelos seus trabalhos  nem uma mensagem nas radio. Esta mais do que comprovou que, em geral, pessoas enxergam apenas a função social do outro. Quem não está bem posicionado sob esse critério, vira mera sombra social, na verdade, no pajeú não tenho conhecimento de que algum gari foi homenageado pelo seu prefeito.  

quarta-feira, 15 de maio de 2013

JUSTIÇA ELEITORAL CANCELA 1,35 MILHÃO DE TÍTULOS DE ELEITOR EM TODO O PAÍS



A Justiça Eleitoral cancelou 1.354.067 títulos de eleitor em todo o país, informou nesta terça-feira (14) o Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Teve o documento cancelado quem deixou de votar nas três últimas eleições, não justificou a ausência e não compareceu a um cartório eleitoral até 25 de abril para regularizar a situação. Segundo o TSE, os eleitores menores de 18 anos, maiores de 70 anos e os analfabetos não tiveram o título cancelado. As faltas são consideradas a cada turno, ou seja, se um eleitor deixou de votar no primeiro e no segundo turno de uma mesma eleição – como a realizada para prefeito e vereador em 26 estados no ano passado –, são contadas duas eleições para efeito de cancelamento. Os eleitores ainda poderão regularizar a situação em qualquer cartório eleitoral. Para isso, terão de pagar uma multa de R$ 3,50 por turno. A lei prevê que o eleitor com título cancelado fica excluído da participação na eleição, pode ser impedido de tirar passaporte ou carteira de identidade, receber salários de função ou emprego público, tomar posse em cargo público e renovar matrícula em estabelecimento de ensino oficial ou fiscalizado pelo governo.
Imagem: Google

Fonte: G1

CONSELHEIROS TUTELARES DE CUSTÓDIA RECEBEM SALÁRIO DE R$ 2.500,00

Os conselheiros tutelares de Custódia estão entre os mais bem pagos de Pernambuco. Segundo informações do blogueiro Itamar França, depois de passarem anos recebendo um salário de R$ 900,00 os conselheiros de Custódia passarão a receber R$ 2.500,00 por mês. O Conselho Tutelar ficou surpreso e satisfeito com o aumento dos vencimentos.
A conselheira Abelânia Teixeira elogiou o prefeito Luiz Carlos pelo reconhecimento do trabalho do Conselho, frisando sua atuação em defesa da criança e do adolescente. “Temos um prefeito que se preocupa com os direitos da criança e do adolescente, recebemos o segundo maior salário de Pernambuco e condições de trabalho, então é hora de tirarmos o chapéu para esse grande gestor”, afirmou.
Segundo informações do blogueiro Itamar França

AFOGADOS : MP VOLTA A ENQUADRAR DONOS DE BARES



O Ministério Público de Afogados da Ingazeira voltou a apertar os bares da cidade para que cumpram o respeito ao espaço nas calçadas destinado para pedestres. 
A determinação é para que respeitem o espaço delimitado em reunião com a promotora Ana Clézia Nunes em novembro do ano passado.
A atual promotora Fabiana de Souza Silva e Albuquerque convocou a Prefeitura para que faça cumprir  seu poder de fiscalização e lembrou que o acordo prevê multa de R$ 500,00 para cada dia por descumprimento do estabelecimento.
O acordo foi para que os bares delimitem uma área que ocupe apenas parte da calçada, deixando livre o passeio para pedestres.Dias depois, quase ninguém estava cumprindo o acordado. 
 
 
Fonte Site do Nill Júnior

UMA MORTE BRUTAL MOTIVADA POR CIÚMES


  1.  iimagem/facebook

Aos 27 anos de idade, Regina Cândida foi morta com requintes de crueldade. A jovem foi brutalmente assassinada com um golpe de foice, disparos de armas de fogo e ainda foi levada  até um terreno baldio, às margens da rodovia BR-232, na altura do Distrito de Sítio dos Nunes, onde teve seu corpo carbonizado. 

Isso tudo motivados pelo ciúme. A motivação do crime foi confirmada pelo o acusado, Cícero Moura da silva, 46 anos, ao delegado de policia civil do município de Betânia.

Cícero Moura esta preso na cadeia de Flores.

Fonte: Miron Noticias