quarta-feira, 1 de abril de 2015

ACESSIBILIDADE: TEMA GANHA CADA VEZ MAIS ESPAÇO EM DEBATES. FALTA CRESCER NAS CIDADES

amupe 2
As cidades sertanejas, assim como os grandes centos, não podem fugir do tema Acessibilidade. O debate no sentido de fazer que se cumpra a legislação fazendo com que os municípios se adequem à realidade dos portadores de necessidades especiais é urgente.
Prova disso foi a participação do Major Marcelino, da PMPE, que proferiu palestra no 2º Congresso da AMUPE, com o tema: “Cidades para as pessoas”. Ele esteve  representando o Lions Clube Arcoverde.
A temática da acessibilidade foi abordada através de imagens que mostram como estão e como devem ser as nossas cidades e a legislação, mostrando as dificuldades enfrentadas pelas pessoas com deficiência e mobilidade reduzida.
amupe 6
Romério Guimarães (São José do Egito), Marcelino Carvalho e Geraldo Júlio (Recife) : voz em defesa da acessibilidade nas cidades pernambucanas
Também foi apresentada a campanha de acessibilidade do Lions Clube coordenada pelo Major em parceria com a prefeitura de Arcoverde que vem transformando a cidade exemplo em acessibilidade.
Marcelino Carvalho encontra-se paraplégico em virtude de um acidente automobilístico em serviço ocorrido em 2007. Não se intimidou e transformou seu drama em uma bandeira na defesa dos portadores de necessidades especiais.
532139bae2f264d3bfeedc90084ae94d
Joana Darck (Secretária de Assistência Social), Lobsan Góis, Lindomarques Silva e Ailton: luta por melhores condições, contra o desordenamento urbano e preconceito
O movimento pela acessibilidade só vem crescendo. Afogados da Ingazeira, por exemplo, já conta com uma Associação de Deficientes que promete pressionar as autoridades e opinião pública para cumprimento à legislação e mais tolerância.

“Vi um carro na vaga de deficiente e não consegui estacionar. Fui reclamar e ainda ouvi desaforo e preconceito do motorista. Há muito preconceito e desrespeito”, admite Josimarques Silva, integrante da Associação.

Nenhum comentário: