quinta-feira, 31 de dezembro de 2015

FELIZ ANO NOVO!!!



Neste Ano que se finda, nós que fazemos o Blog Trajandocidadania, gostaríamos de agradecer a sua companhia e contamos com as suas visitas no de 2016, para possamos cada vez mais buscar noticias que informe e forme cidadãos conscientes do seus direitos e deveres.

Esperamos que neste ano tenhamos cumprido com a nossa filosofia que é trazer a noticia em tempo real, com responsabilidade e credibilidade sempre procurando fazer o melhor para os nossos Amigos e Colaboradores. 

quarta-feira, 16 de dezembro de 2015

RECONHECIMENTO

Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência anuncia vencedores

Quinta-feira, 10 de Dezembro de 2015 às 11:50
Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência anuncia vencedores


No dia 10 de dezembro, às 10h, o Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência, anunciará no Palácio dos Bandeirantes os vencedores do II Prêmio Melhores Empresas para Trabalhadores com Deficiência. Com a parceria da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe), o prêmio tem como objetivo dar visibilidade às boas práticas relacionadas a inclusão profissional de pessoas com deficiência ao reconhecer e estimular as demais organizações a aperfeiçoarem seus programas de respeito a diversidade humana.
 
Cerca de 60 empresas públicas e privadas, com Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica (CNPJ) no Estado de São Paulo, apresentaram suas experiências de inclusão profissional para pessoas com deficiência e foram avaliadas em aspectos como: promoção da política dos direitos da pessoa com deficiência; igualdade de oportunidades; autonomia e independência no ambiente de trabalho; respeito à legislação (Lei de Cotas); grau de sustentabilidade dos projetos; e disponibilidade de recursos, materiais e psicológicos, que viabilizem ao trabalhador com deficiência condição plena para desempenho de suas funções, visando sua inclusão social; entre outros.
 
Na ocasião, também serão revelados os ganhadores do “Prêmio de Jornalismo Rui Bianchi”, que tem o objetivo de incentivar os futuros jornalistas a refletirem sobre o seu papel na construção de uma sociedade inclusiva para as pessoas com deficiência. A premiação irá destacar os melhores trabalhos veiculados nas quatro categorias (impresso, rádio, web e TV) com a avaliação de jornalistas e profissionais com trabalho destacado na área da Comunicação e/ou defesa dos direitos e inclusão da pessoa com deficiência.

Além de apresentar terminologia correta e ter pessoas com deficiência como fonte na reportagem, as matérias foram avaliadas conforme originalidade ou raridade do assunto abordado; criatividade na forma de abordagem; poder de impactar o público leitor e abordagem focada no protagonismo, autonomia e inclusão social das pessoas com deficiência. 

O prêmio homenageia Rui Bianchi do Nascimento, comunicador e ativista do Movimento pelos Direitos das Pessoas Deficientes (MDPD). O Brasil tem hoje mais de 45 milhões de pessoas com algum tipo de deficiência. Somente no Estado de São Paulo, esse número ultrapassa 9 milhões.

Na oportunidade, será lançado o livro “As Sete Dimensões da Acessibilidade”, de autoria de Romeu Sassaki, especialista em aconselhamento de reabilitação, consultor de inclusão social e também autor do livro “Inclusão: Construindo uma sociedade para todos”.
Fonte; www.interdef.com.br
Postado por: Antonio brito













terça-feira, 15 de dezembro de 2015

CENTRO ESPECIALIZADO ÀS PESSOAS COM DEFICIENCIA.

No dia de ontem 14/12/2015 o município de tabira-PE, Recebeu um Centro especializado ao atendimento às crianças com necessidade de um acompanhamento especial, A secretária de educação do município Aracelis e o prefeito Sebastião Dias foram quem entregaram esse sonho da professora ‪#‎sidineia‬ teve a presença da família da mesma com depoimentos emocionantes, Mais como tudo não são flores minha observação ou até mesmo uma crítica, Rampa de acesso inadequada e banheiro sem baras se apoio, logo em breve membros da Adet Tabira visitaram o Centro.
postado por; Antonio Brito

CAMPANHA NATAL SOLIDÁRIO - 2015, HOJE É O DIA "D" PARTICIPE, FAÇA A SUA PARTE!


Na vida, a gente passa por três fases:

A primeira, quando acreditamos no Papai Noel;
A segunda, quando deixamos de acreditar e a terceira,
Quando nos tornamos Papai Noel.

Quando o Natal se aproxima, o espírito solidário costuma se revigorar.
A data sensibiliza as pessoas criando um cenário que deveria existir durante o ano inteiro.

Para aqueles que querem deixar os festejos natalinos mais felizes para outros, A CAMPANHA NATAL SOLIDÁRIO, que promovemos há dez anos através do NAOC - Núcleo Assistencial Orlando Celso, com total apoio da população Tabirense e Amigos Ausentes, tem sido uma das alternativas de se angariar apoio de várias pessoas para a ação. A ideia da campanha é promover um pouco mais de assistência aos menos favorecidos, através da arrecadação de donativos (alimentos, brinquedos e vestuário).

É impossível chegar a uma data como essa sem olhar ao nosso redor e refletir sobre o nosso irmão.
É impossível fechar os nossos olhos para a dor de tantos, que nem sequer sabe que o Natal existe.

O sucesso desta campanha depende do coração solidário de cada um. Pequenos gestos geram grandes transformações. Que tal fazer algo diferente, este ano, no Natal? Doe alimentos (carência maior. Que tal uma ceia de natal melhor para estas famílias?), brinquedos (alegria das crianças), roupas (guarda roupa não sente frio), etc.

* Só não ajuda quem não quer, afinal “Ninguém é tão rico que não precise de ajuda e nem tão pobre que não possa ajudar *

Solidariedade é isso. Quando nos mobilizamos por outrem é por nós mesmos que nos mobilizamos em primeiro lugar. Quando somos solidários, os primeiros beneficiários somos nós, que assumimos nosso lugar na história, deixamos de ser as “vítimas”, os “chorões”, os queixosos, os desesperançados. Só a solidariedade resgata para nós a grandeza e a dignidade com que o criador nos fez, plenos de sentido existencial e imensamente ricos de possibilidades.

Ninguém faz nada sozinho... Como nos anos anteriores, temos Uma Comissão Formada Por Pessoas da Sociedade Civil Organizada de nossa cidade, Que além de nos ajudar na Organização, Emprestam seus nomes em prol dos amigos mais carentes.
“A solidariedade é, sem sombra de dúvidas, a forma maior de alguém expressar o seu amor”.

A
Comissão do Natal Solidário – 2015.
10ª  Edição

Fonte adaptada - http://natalsolidario.toninholima.com.br

quarta-feira, 9 de dezembro de 2015

DIFERENÇA ENTRE AS DOENÇAS TRANSMITIDAS PELO MOSQUITO


Outra doenças ou condições relacionadas com o mosquito transmissor:
Microcefalia – Condição em que o tamanho da cabeça é menor do que o normal para a idade em recém-nascidos. O aumento pode ser explicado por diversos motivos, incluindo infecções congênitas – aquelas transmitidas pela mãe ao filho durante a gravidez, como toxoplasmose, rubéola e citomegalovírus. A relação entre o zika vírus e os casos de microcefalia foi confirmada pelo Ministério da Saúde.
Síndrome de Guillain-Barré – Doença neurológica rara e autoimune que provoca quadro progressivo de paralisia em membros do corpo e fraqueza muscular. A recuperação de Guillain-Barré pode levar de meses a anos.
Febre amarela – Uma doença infecciosa grave, causada por vírus e diversos vetores. As primeiras manifestações da doença são repentinas: febre alta, calafrios, cansaço, dor de cabeça, dor muscular, náuseas e vômitos por cerca de três dias. No ciclo silvestre, em áreas florestais, o vetor da febre amarela é principalmente o mosquito Haemagogus. Já no meio urbano, a transmissão se dá através do mosquito Aedes aegypti.

terça-feira, 8 de dezembro de 2015

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

EVOLUÇÃO

CPDs e instituição superam desafios do mercado
João Pessoa | Epitácio
02/12/2015 às 14:35
Kézia Ferreira (PCD) Faculdade Maurício de Nassau ultrapassa porcentagem de PCDs exigida por lei; funcionários comemoram o Dia Internacional da Pessoa com Deficiência


Por Vanessa Braz
A preocupação em oferecer acessibilidade aos alunos da Faculdade Maurício de Nassau também se estende ao quadro de colaboradores. Dos 240 contratados só em João Pessoa, 15 possuem algum tipo de deficiência - mais de duas vezes a porcentagem exigida pela lei federal de número 8.213/91, para esta quantidade de funcionários.
No Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, comemorado nesta quinta-feira (3), a recepcionista Kézia Ferreira tem muito que festejar. Há mais de dez anos, ela estava desempregada e sem perspectiva de colocação no mercado de trabalho. “Quando surgiu a oportunidade de fazer essa entrevista na Faculdade Maurício de Nassau, eu já não tinha mais esperança. Mas, com incentivo do setor de Recursos Humanos, acabei participando da seleção e consegui a vaga de recepcionista, há seis meses”, relatou.
Para que a contratação dela fosse efetivada, a unidade precisou fazer complementos, a exemplo do relógio de ponto colocado de forma mais acessível. “Como a Faculdade já possui uma estrutura com acessibilidade, só precisamos fazer algumas adaptações. A força de vontade e o perfil profissional dela superam qualquer deficiência”, avaliou Elaine Cristina do Nascimento, analista de Recursos Humanos.
Desafio para a ampliação
Mesmo com o sucesso, o desafio ainda é encontrar profissionais qualificados para a ampliação da inclusão social, de acordo com Elaine Cristina. “A maioria das pessoas com deficiência que chega para fazer a entrevista de trabalho não tem o Ensino Médio completo, o que dificulta a colocação dela em um cargo mais especializado”. 
Essa constatação reflete a falta de preparo da sociedade em atender a necessidades dessa população. “Na minha época de escola, passei por muitas dificuldades porque a estrutura não era adaptada. Então, para nós que temos alguma deficiência, é preciso um esforço ainda maior para vencer na vida”, disse Kézia Ferreira.
O funcionário José Carlos da Silva, assistente nos elevadores da Nassau, é outro que sentiu na pela o preconceito por ser deficiente e que hoje comemora. “Eu sofri um acidente com fogos de artifícios e precisei amputar a mão direita, então, eu sei o que é procurar emprego sem deficiência e com deficiência e posso dizer que o preconceito ainda é grande. Muitas pessoas acham que não temos a capacidade de fazer algo, mas estão enganadas”, afirmou. 
A dica que cada um deixa é não desistir e buscar sempre a qualificação para concorrer a cargos mais especializados. Além disso, cobrar o cumprimento da Lei nº 8.213/91, que estabelece cotas para pessoas com deficiência, obrigando as empresas com mais de 100 funcionários a destinarem uma determinada porcentagem, de 2% a 5%, para pessoas com deficiência. 
 Por Vanessa Braz
A preocupação em oferecer acessibilidade aos alunos da Faculdade Maurício de Nassau também se estende ao quadro de colaboradores. Dos 240 contratados só em João Pessoa, 15 possuem algum tipo de deficiência - mais de duas vezes a porcentagem exigida pela lei federal de número 8.213/91, para esta quantidade de funcionários.
No Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, comemorado nesta quinta-feira (3), a recepcionista Kézia Ferreira tem muito que festejar. Há mais de dez anos, ela estava desempregada e sem perspectiva de colocação no mercado de trabalho. “Quando surgiu a oportunidade de fazer essa entrevista na Faculdade Maurício de Nassau, eu já não tinha mais esperança. Mas, com incentivo do setor de Recursos Humanos, acabei participando da seleção e consegui a vaga de recepcionista, há seis meses”, relatou.
Para que a contratação dela fosse efetivada, a unidade precisou fazer complementos, a exemplo do relógio de ponto colocado de forma mais acessível. “Como a Faculdade já possui uma estrutura com acessibilidade, só precisamos fazer algumas adaptações. A força de vontade e o perfil profissional dela superam qualquer deficiência”, avaliou Elaine Cristina do Nascimento, analista de Recursos Humanos.
Desafio para a ampliação
Mesmo com o sucesso, o desafio ainda é encontrar profissionais qualificados para a ampliação da inclusão social, de acordo com Elaine Cristina. “A maioria das pessoas com deficiência que chega para fazer a entrevista de trabalho não tem o Ensino Médio completo, o que dificulta a colocação dela em um cargo mais especializado”. 
Essa constatação reflete a falta de preparo da sociedade em atender a necessidades dessa população. “Na minha época de escola, passei por muitas dificuldades porque a estrutura não era adaptada. Então, para nós que temos alguma deficiência, é preciso um esforço ainda maior para vencer na vida”, disse Kézia Ferreira.
O funcionário José Carlos da Silva, assistente nos elevadores da Nassau, é outro que sentiu na pela o preconceito por ser deficiente e que hoje comemora. “Eu sofri um acidente com fogos de artifícios e precisei amputar a mão direita, então, eu sei o que é procurar emprego sem deficiência e com deficiência e posso dizer que o preconceito ainda é grande. Muitas pessoas acham que não temos a capacidade de fazer algo, mas estão enganadas”, afirmou. 
A dica que cada um deixa é não desistir e buscar sempre a qualificação para concorrer a cargos mais especializados. Além disso, cobrar o cumprimento da Lei 8.213/91, que estabelece cotas para pessoas com deficiência, obrigando as empresas com mais de 100 funcionários a destinarem uma determinada porcentagem, de 2% a 5%, para pessoas com deficiência. 

Fonte:  http://www.mauriciodenassau.edu.br/noticia/exibir/cid/3/nid/821/fid/1

Postado por: Antônio Brito

“Zika e chikungunya”, Ação em Pernambuco será a referência para outros Estados

RPIG2173RETRATISTA - ROBERTOPEREIRA

Durante reunião nesta quinta (05/12), no Comando Militar do Nordeste (CMNE), com a presidente Dilma Rousseff, para discutir medidas de combate ao Aedes aegypti, o governador Paulo Câmara destacou a eficiência da Vigilância em Saúde de Pernambuco por ter sido o primeiro Estado a identificar os vírus zika e chikungunya, transmitidos pelo mosquito, que também propaga a dengue.
O zika vírus foi apontado pelo Ministério da Saúde como causador do aumento de casos de microcefalia em bebês no País. Segundo a presidente Dilma, os protocolos firmados pela Secretaria de Saúde de Pernambuco para identificar a doença e cuidar das crianças e suas famílias vão servir de referência para outros Estados.
Na próxima terça-feira (08/12), a presidente reunirá os 27 governadores da Federação e mais entidades nacionais que representam os municípios. “Temos uma vigilância em Saúde que tem um dos protocolos mais eficientes do País”, disse Paulo Câmara, durante a reunião que contou com a presença de quatro ministros, deputados federais, senadores, prefeitos e secretários estaduais, além de comandantes do Exército, que ajudarão os Municípios e os Estados no combate ao Aedes.
O governador Pernambuco elogiou a iniciativa da presidente em reunir os governadores e disse que “Pernambuco está todo mobilizado”, informando que as prioridades são o atendimento permanente às crianças com microcefalia e às suas famílias, além do combate diário ao mosquito Aedes aegypti.
Paulo Câmara lembrou que Pernambuco adotou protocolos que hoje já são referência nacional no que diz respeito ao aumento de casos da microcefalia: instituiu a notificação, imediata e compulsória; realizou o estudo descritivo; definiu e articulou a rede de referência; fez a investigação epidemiológica em parceria com a Fiocruz; elaborou e publicou o protocolo clínico epidemiológico e elaborou e divulgou informes semanais. “Precisamos agora sensibilizar a população para a gravidade desse desafio que temos pela frente”, completou o governador.
“Precisamos da união de todos, Governo Federal, Estados, municípios e a sociedade civil”, disse a presidente Dilma, acrescentando que “o compromisso não é de apenas uma unidade da Federação”, mas de todo Brasil. Dilma assegurou que “não faltarão recursos”, apesar das dificuldades fiscais do Governo Federal. Já o ministro da Saúde, Marcelo Castro, lembrou que essa é a primeira vez que ocorre o registro no mundo da vinculação do zika com a ocorrência da microcefalia.
CASTRO – a exemplo do que fez Pernambuco na última segunda-feira (30/11) – apresentou um Plano Nacional de Enfrentamento à Microcefalia e Propostas de Ação. O secretário de Saúde de Pernambuco, Iran Costa, detalhou as primeiras ações do Plano Estadual de Enfrentamento à Doenças Transmitidas pelo Aedes aegypti.
Fonte: http://tabiraemdebate.com.br/

quinta-feira, 3 de dezembro de 2015

AMIGOS DE TABIRA COMEMORAM O “DIA INTERNACIONAL DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA”


Matéria: Heleno Trajano


Hoje, 03 de dezembro, foi comemorado em todo o mundo o “Dia Internacional da Pessoa Com Deficiência”, e aqui em nossa cidade (Tabira) não foi diferente, Nos reunimos na Sede Social da ADET – Associação dos Deficientes de Tabira, com o intuito de comemorarmos mais uma vez esta importante data, Juntos discutimos a Importância deste dia para o segmento: O que temos a comemorar, avanços, retrocessos e uma avaliação de como foi este ano de 2015 para as Pessoas Com Deficiência, especialmente no Pajeú.

Para o intercâmbio de informações, recebemos a honrosa visita de dois Amigos Portadores de Deficiência da vizinha cidade de Afogados da Ingazeira, Lobsan e Marcos Lima, ainda tivemos a presença dos seguintes Amigos, Sócios e ex – Diretores da Entidade, Antonio Brito, Madallena Santos, Nalva, Pedro Miguel, Ex Vice-Presidenta, Girleide Gomes, Ex-Presidente e Secretário por três mandatos Heleno Trajano, ainda tivemos as presenças da Secretária Heveline Araujo, Dicinha do Calçamento e sua esposa Amanda e seu filho Heytor e do voluntário Paulo Heles.

Assistimos O Filme “DEMOLIDOR, O HOMEM SEM MEDO” que fala da Inclusão e dificuldades enfrentas pelas Pessoas Com Deficiência Visual (Cegos), Em resumoApós descobrir o verdadeiro trabalho de seu pai, o jovem Matt Murdock (Ben Affleck) sofre um acidente que faz com que fique cego e tenha seus sentidos ampliados, além de ganhar um apurado radar mental, que faz com que consiga perceber o que ocorre à sua volta. Já adulto, Matt estuda Direito e passa a treinar arduamente artes marciais. Com isso passa a ter uma vida dupla: durante o dia é um conceituado advogado e à noite passa a usar suas habilidades super-humanas para combater o crime, sob o codinome Demolidor.

Dentre os assuntos discutidos neste dia, foi debatido: O Preconceito contra as Pessoas Com Deficiência, que mesmo de forma sutil ainda existe (claro) A Falta de Subvenção Social para as entidades Filantrópicas, que infelizmente foram cortadas, atingindo assim de forma brutal o funcionamento das Entidades e como não podia deixar de ser, foi amplamente discutido o assunto do momento O “Zika Virús” que vem causando transtornos em todo o mundo, especialmente no Brasil e por fim, sua maior Incidência na Região Nordeste.

Os nossos agradecimentos de forma Especial aos apoiadores deste Evento, que sem eles não teria sido possível realiza-lo. Luiz Antonio (Nem) Presidente da ADET, (Que dispôs da Sede para a comemoração do Dia) 1º Suplente de Vereador Dicinha do Calçamento (Que doou o Lanche da manhã) e do Presidente da Câmara Municipal de Vereadores, Marco Crente (Que nos apoiou com o Empréstimo do datashow e do técnico Jackson).

Os Idealizadores do Evento, Antonio Brito e Heleno Trajano, agradecem de coração a presença e apoio de todos, dizendo que: “São gestos como esses que engrandecem a cidadania e Inclusão social das Pessoas Com Deficiências”.

O nosso muito obrigado á todos.












terça-feira, 1 de dezembro de 2015

VIRADA INCLUSIVA: PREPARE-SE PARA TRÊS DIAS DE PROGRAMAÇÃO INCLUSIVA.

Virada Inclusiva: prepare-se para três dias de programação inclusiva


Nos próximos dias 03, 05 e 06 de dezembro, o Estado de São Paulo será palco da Virada Inclusiva, evento cultural idealizado e realizado pela Secretaria de Estado dos Direitos da Pessoa com Deficiência de São Paulo.

Com uma vasta programação em diversos locais e municípios, a Virada vem acontecendo desde 2010 em comemoração ao Dia Internacional da Pessoa com Deficiência, celebrado no dia 03 de dezembro.

O evento de três dias visa incentivar e possibilitar que pessoas com e sem deficiência possam estar juntas em ações inclusivas nas ruas, praças, parques, museus, teatros, salas, estações de metrô e trem, e todos os espaços possíveis. 

O intuito é dar visibilidade à garantia do pleno exercício da cidadania e a inclusão social de todas as pessoas, com e sem deficiência, tendo como força a construção de uma sociedade verdadeiramente democrática e inclusiva.

A abertura oficial da Virada Inclusiva será no Conjunto Nacional, na Avenida Paulista, às 13h, com a inauguração da exposição "História das Paralimpíadas". Na mesma data, às 19h, acontecerá no Teatro Sergio Cardoso o show de Fabiana Cozza e banda, com a participação de Billy Saga, Renato José e Edgard Jacques. 

CONFIRA A PROGRAMAÇÃO COMPLETA DA VIRADA: http://viradainclusiva.sedpcd.sp.gov.br
 
PARTICIPE!
 
SERVIÇO
Virada Inclusiva 2015
Data: 03, 05 e 06 de dezembro
Data abertura: 03 de dezembro
Horário Abertura: 13h e 19h
Locais: Condomínio Conjunto Nacional - Av. Paulista, 2073 - Consolação, São Paulo (13h) e Teatro Sérgio Cardoso: Rua Rui Barbosa, 153 - Bela Vista, São Paulo (19h)
Programação: http://viradainclusiva.sedpcd.sp.gov.br

Novo símbolo de Acessibilidade é anunciado pela ONU


O novo símbolo da acessibilidade foi desenhado pela Unidade de Desenho Gráfico do Departamento de Informação Pública das Nações Unidas, em Nova York, a pedido da Divisão de Reuniões e Publicações do Departamento de Assembleia Geral e Gestão de Conferências das Nações Unidas, e será daqui em diante referido como o “logotipo acessibilidade”.



O alcance global deste logotipo é transmitido por um círculo, com a figura simétrica conectado para representar uma harmonia entre os seres humanos em sociedade. Esta figura humana universal com os braços abertos simboliza inclusão para as pessoas de todos os níveis, em todos os lugares.

O logotipo de acessibilidade foi criado para uso em produtos de informação pública impressos e eletrônicos para aumentar a conscientização sobre as questões relacionadas à deficiência, e pode ser usado para simbolizar produtos, lugares e tudo o que é ‘amigável às pessoas com deficiência’ ou acessível.

O logotipo de acessibilidade foi criado para representar a acessibilidade para pessoas com deficiência. Isso inclui a acessibilidade à informação, serviços, tecnologias de comunicação, bem como o acesso físico.

O logotipo simboliza a esperança e a igualdade de acesso para todos. Ele foi revisto e selecionados pelos Grupos Focais sobre Acessibilidade, trabalhando com a Força-Tarefa Internacional sobre acessibilidade no Secretariado das Nações Unidas. O grupo é composto por organizações da sociedade civil eminentes, incluindo as organizações das pessoas com deficiência, tais como pessoas com mobilidade reduzida Internacional do Povo, o Disability Alliance International, Rehabilitation International, Leonard Cheshire Internacional e Human Rights Watch, entre outros.

O logotipo de acessibilidade é neutro e imparcial. A utilização do logotipo não implica o endosso pela Organização das Nações Unidas ou do Secretariado das Nações Unidas.

Fonte: http://www.un.org/webaccessibility/logo.shtml e http://www.inclusive.org.br/?p=28238