sexta-feira, 25 de maio de 2012

FAMÍLIA E SOCIEDADE PODEM FACILITAR DIA A DIA DO IDOSO

Senhora idosa sobe em ônibus
A população idosa já tem alguns direitos garantidos pela legislação, mas existem várias atitudes simples que podem ser adotadas para facilitar sua rotina em casa e nas ruas. O lugar onde eles têm mais dificuldades e se sentem desrespeitados é na hora pegar o transporte coletivo. Segundo a secretária nacional de Promoção e Defesa dos Direitos Humanos, Lena Peres, uma pesquisa recente feita no Rio de Janeiro mostrou que o porteiro é o melhor amigo do idoso e que o motorista de ônibus é considerado seu  grande inimigo.
Os conselhos estaduais de Direitos do Idoso têm feito campanhas educativas para diminuir essa falta de compreensão dos condutores, mas a situação persiste. Os passageiros podem começar a mudar esse quadro de discriminação, chamando o ônibus para o idoso, respeitando os assentos preferenciais e oferecendo lugar quando o veículo estiver lotado.
Em casa, a família pode estimular o idoso fazendo com que ele seja o mais independente possível, mesmo se tiver dificuldades em algumas tarefas. É importante também sempre conversar sobre o passado e reforçar noções de tempo. “Isso reforça a memória, o pensamento e a habilidade motora e faz com que o idoso se sinta ativo e melhor fisicamente”, explicou a terapeuta ocupacional Maísa Cardoso.
A nutricionista Thaís Muniz também recomenda que durante as refeições se mantenha a independência do idoso. “Quando o idoso tem alguma síndrome demencial, as pessoas pensam que ele não tem vontades e desejos, mas ele pode escolher os alimentos que quiser e comer sozinho. Isso o valoriza”, disse.  Segundo a nutricionista mesmo aqueles que já não possuem todos os dentes, podem comer todos os tipos de alimento, desde que triturados ou preparados para ficarem com consistência pastosa.
Edição: Aécio Amado
_________________
Fonte: Agência Brasil

Um comentário:

josé disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blog.