quinta-feira, 22 de outubro de 2020

COLUNA DO ITAMAR FRANÇA

 COLUNA DO ITAMAR FRANÇA

Discussão e pancadaria. Ratinho parte para vias de fato em uma mercearia da cidade - OgazeteirOEMBATES DIRETOS

Os últimos dias trouxeram, o cenário que se esperava para a campanha eleitoral de Afogados da Ingazeira: acirramento e embates diretos entre os principais personagens políticos. A temperatura morna ganhou intensidade com a denúncia feita pelo candidato a prefeito Zé Negão (PODEMOS) contra o candidato a vice-prefeito, Daniel Valadares (MDB), na qual aponta recebimento irregular de diárias na gestão do pai, o ex-prefeito Totonho Valadares. O jovem emedebista partiu para o ataque e já anunciou que entrou com uma representação na justiça contra Zé Negão. Os fatos revelam que teremos talvez uma verdadeira gangorra política entre os principais grupos que disputam a Eleição e mostram que, além do ataque,ambos deverão se preocupar também com as defesas. Zé Negão já se prepara para soltar outras denúncias bombásticas. E, ao que tudo indica, o clima permanecerá assim até o dia do pleito.

**************************************************

TIRO PELA CULATRA

O que alguns integrantes da Frente Popular questionam é o fato de o vereador Zé Negão (PODEMOS) ter exposto a chamada “farra das diárias” nominação denominda por ele, no governo Totonho Valadares, quando à época ele (Zé Negão) fazia parte da bancada governista. Eles partem para o ataque contra Zé, na afirmativa de que este foi conivente com a situação, isso porque deveria ter denunciado o caso à época e não em plena campanha eleitoral.

**************************************************

NA CORDA BAMBA

O vereador Augusto Martins (PSD) não mostrou muita preocupação com o fato de o seu nome não ter aparecido na pesquisa que mede a intenção de votos para o legislativo este ano. Martins sequer foi citado uma única vez pelos entrevistados, o que deixou muita gente curiosa. Vereador de cinco mandatos, o garotinho Papo Legal também foi vice-prefeito do município por dois mandatos ao lado do ex-prefeito Totonho Valadares (MDB). Filiado ao PSD, Martins corre o risco de não se reeleger. É que o ‘chapão da morte’ está ainda indefinido os nomes dos possíveis eleitos em 15 de novembro. Concorrem três vagas pelo partido: Rubinho do São João, Douglas Eletricista, Erickson Torres, Wellington jk, Sargento Argemiro, Augusto Martins, e Edson Cosméticos, Silvio da Rua Nova, além de outros BONS candidatos, mas menos competitivos…

**************************************************

SE COIMBRA COLABORAR…

Por falar nisso, só resta a Augusto Martins o reconhecimento de parte dos integrantes da Frente Popular, já que o garotinho é um dos nomes de referência no grupo. Se o prefeito José Patriota (PSB) trabalhar nos bastidores o nome de Martins, ele terá indubitavelmente o seu mandato renovado. O problema é que o socialista não pode direcionar votos pra quem quer que seja o candidato, inda mais num ninho de gato da molesta como está o PSD de Igor Mariano.

**************************************************

PEDE-PEDE

A cultura do ‘pede-pede’, implantada lá nas décadas passadas, se firmou de tal forma, que não tem quem mude a cabeça do eleitor. O candidato que for com estória de apresentar proposta vai passar vergonha, porque nem o eleitor acredita mais na classe política, como também não quer ouvir blá-blá-blá. O negócio é logo o toma lá da cá, de uma coisa no escuro, porque os febrentos fazem suas demndas, são atendidos e só vão votar depois. É cuma entrada de cinema, o caba paga antes de assistir o filme. Mas o curioso são os pedidos. Cada caso é um causo. As demandas o leitor pensa que é como antes? Oxe, agora os pedidos são de Carteira de Habilitação, Blocos (tijolos) que atualmente custa R$ 650,00 um milheiro, ainda tem pedidos de tratamento dentário, medicamento de 400,00 a 600 reais, IPVA  de veículo atrasado, geladeira e até celular. Deu a gota serena! Se o caba pensar que vai pra campanha sem ouvir uma túia de pedidos, está redondamente enganado. É do camarada desanimar com tantos absurdos. Afff!

**************************************************

EXPLORANDO O TALENTO

Por falar no pede-pede, o candidato a vereador Bião do Hospital (PODEMOS) que se revelou um grande compositor e intérprete nesta eleição após lançar o seu jingle de campanha “Vote em Bião do Hospital o Tirador de Sangue”, o dito cujo quando lhe é apresentado um pedido de cimento, tijolo ou Colchão pelos eleitores, ele taca o gogó pra cima e canta sua afinada música encantando seus interlocutores, no final ele diz: – é o que eu posso oferecer meu filho, a minha bela voz e o talento que descobri nessa eleição. Se gostou da música peço que vote em mim”.

**************************************************

ÁRDUA MISSÃO

Lideranças políticas da oposição comemoram a homologação da candidatura da ex-prefeita Cida Oliveira (PODEMOS) a prefeitura de Solidão. Cida disputa a eleição contra o  prefeito Djalma da Padaria (PSB), a quem apoiou na sua sucessão em 2016. Depois de ter perdido o PSB para Djalma, legenda pela qual fora eleita duas vezes prefeita do município, Cida agora se depara com uma disputa ainda maior: o comando do município. A  tarefa é pra lá de árdua…

**************************************************

AFETOU

A redução do auxílio emergencial, de R$ 600 para R$ 300, já começa a afetar o faturamento dos supermercados dirigidos às classes C D. Na primeira quinzena de outubro, as vendas caíram 5% em relação a setembro. Na região Nordeste, a queda chegou a 10%. Do blogueiro: tem que afetar mais, porque a verdade é que estão aumentando demasiadamente os preços.

Fonte: http://blogdoitamar.com.br/

quarta-feira, 21 de outubro de 2020

Confira o protocolo que deve ser seguido no dia da votação

 

Foto: Elza Fiúza/ABr

TSE elaborou medidas que devem ser respeitadas

Agência Brasil

Os eleitores brasileiros vão retornar às urnas em novembro para eleger prefeitos, vice-prefeitos e vereadores e devem tomar os cuidados necessários para evitar a contaminação pela covid-19. O Tribunal Superior Eleitoral (TSE) elaborou uma série de medidas que devem ser respeitadas nos dias do pleito.

Os eleitores só poderão entrar nos locais de votação se estiverem usando máscaras. O uso deverá ser feito em todo o percurso, até chegar à seção eleitoral. Não será permitido se alimentar, beber ou realizar qualquer ato que exija a retirada da máscara. 

As mãos deverão ser higienizadas com álcool em gel antes e depois de votar. O produto será disponibilizado nos locais de votação. O TSE recomenda que o eleitor leve sua própria caneta para assinar o caderno de votação. 

A distância de um metro entre as demais pessoas que estivem na sala também deverá ser mantida. Serão feitas marcações no chão com adesivos para indicar o distanciamento correto. O processo de identificação por biometria não será usado nas eleições deste ano para evitar a contaminação. 

A Justiça Eleitoral recomenda que os eleitores que estiverem com sintomas de covid-19 não devem comparecer ao local de votação. A justificativa de falta não será feita presencialmente para evitar aglomerações. Pelo aplicativo e-Título, que pode ser usado em qualquer smartphone, será possível fazer a justificativa sem sair de casa. 

Horário de votação 

O tempo da votação foi ampliado em uma hora neste ano. As seções ficarão abertas das 7h às 17h. Das 7h às 10h será mantido um horário preferencial para que pessoas com mais de 60 anos possam votar. Nas eleições passadas. a votação começava às 8h e terminava às 17h. 

Dia da votação

O TSE elaborou um passo a passo sobre a movimentação que deve ser feita pelo eleitor dentro da seção de votação. O fluxo será orientado pelos mesários. 

O eleitor entrará na seção eleitoral e deverá se posicionar na frente do mesário, seguindo o distanciamento de um metro, conforme marcação no chão;

Sem contato com o mesário, o eleitor vai erguer o braço e mostrar seu documento oficial com foto;

O mesário vai ler o nome do eleitor em voz alta e pedir que ele confirme se a identificação está correta;

O eleitor deve guardar seu documento;

O eleitor deverá higienizar as mãos com álcool em gel que será disponibilizado; 

Em seguida, deverá assinar o caderno de votação com sua própria caneta;

Neste momento, o eleitor receberá seu comprovante de votação;

O eleitor será autorizado pelo mesário para ir até a cabine de votação;

O eleitor deverá digitar o número de seus candidatos na urna eletrônica e apertar a tecla confirma após cada voto para encerrar a votação;

O eleitor deverá higienizar as mãos novamente com álcool em gel e deverá se retirar da seção eleitoral.

Devido à pandemia de covid-19, o Congresso promulgou emenda constitucional que adiou o primeiro turno das eleições deste ano de 4 de outubro para 15 de novembro. O segundo turno, que seria em 25 de outubro, foi marcado para 29 de novembro.

terça-feira, 20 de outubro de 2020

Nely defende adesão a Dinca e desistência de agravo pela Câmara

 

Eu, Maria Nelly Sampaio, venho a público esclarecer pontos controvertidos que ficaram pelo caminho da política Tabirense na última semana.

Fui, ao longo desses dias, acusada incansavelmente pelos meus adversários  por ter coragem de tomar decisões, por ter vontade de mudar Tabira pra melhor e, principalmente, por ter coragem de recuar quando foi necessário. Contudo, sou uma mulher em ambientes feitos por homens e para homens e, por isso, aprendi a não temer.

É necessário repisar que a adesão à campanha do candidato Dinca Brandino objetiva uma união política pelo bem de Tabira e não se confunde com a minha atuação enquanto Presidente da Câmara dos Vereadores.

Sei que as nossas ideias e decisões políticas sempre são utilizadas pelos nossos adversários para atingir um fim eleitoral e na última semana não foi diferente. Mas também sei, e todos os tabirenses sabem, que tenho uma vida pública transparente e limpa e posso, por isso, tomar decisões sem medo e pautadas sempre no interesse público.

Contudo, também por ser uma mulher pública, sei das minhas obrigações e responsabilidades com o povo.

Foi publicado em blogs da região críticas à decisão interna da Câmara dos Vereadores de Tabira de desistência de peça processual específica. No entanto, é necessário destacar que a minha atitude, enquanto presidente da Casa Legislativa, tem amparo legal, uma vez que estratégias processuais são decisões técnicas reservadas ao demandado.

Logo, não se pode proferir juízos de valor pautadas em fundamentos leigos. Mas saliento que, como mulher da política e atenta ao interesse público, encaminhei todas as explicações necessárias ao Ministério Público e estarei sempre disponível para isso. No entanto, repudio qualquer uso midiático ou eleitoreiro dessa questão.

Também não poderia deixar de repudiar a crítica infundada ao nome da Advogada Hérica Nunes. Em nota, o blogueiro Nill Júnior afirma, sem citar nomes que: “Advogados também questionam como a advogada que assina o pedido, Hérica de Cassia Nunes, a mesma defendida pela OAB quando questionada por Evandro Valadares, se sujeitou a esse constrangimento ao assinar desistência.”

Independente da política, sou também profissional, e não poderia deixar de defendê-la dessas acusações ocorridas pelo simples exercício de sua profissão, após manifesta vontade do seu cliente.

Preciso afirmar que a exposição do seu nome, envolvendo grupos políticos e acontecimentos distintos, causou grave dano à sua imagem e sério constrangimento e não coaduno com esse tipo de conduta.

Concluo reafirmando meu posicionamento claro e transparente enquanto mulher, e não menina, profissional e vereadora. Não temo e nunca temerei críticas, não temo e nunca temerei o poder instituído ou qualquer outro tipo de perseguição. E, sim, defenderei sempre minhas ideias políticas, avançarei e recuarei sempre que for preciso, pois tenho um nome construído em trabalho e não em conchavos políticos.

Maria Nelly Sampaio.

quarta-feira, 14 de outubro de 2020

Primeira mão: em nota, Nelly Sampaio confirma alinhamento com Dinca. Leia:

Amigos Tabirenses,

Toda a minha vida pública foi pautada com muita transparência e respeito as pessoas. Fui eleita duas vezes vereadora da nossa cidade e Presidente da Câmara Municipal. Tenho plena consciência que os interesses de Tabira sempre estiveram à frente em todas as minhas decisões.

A vida pública é um exercício constante de resiliência e escolhas. Quando apresentamos, eu e Maria Helena o nosso projeto para disputar a prefeitura de Tabira, sabíamos que estávamos diante o maior desafio de nossas vidas. Duas mulheres contra grandes estruturas, carregando apenas o sonho de uma Tabira melhor.

Sou muito orgulhosa da coragem que tivemos a todo instante, da relação fortalecida e do apoio que recebemos da nossa militância da esperança. Foi andando nas ruas de Tabira que ouvimos por diversas vezes que o que não podemos fazer é permitir o descaso continuar, o governo da incompetência e que abandonou a nossa saúde.

Após ouvir muita gente, mas principalmente nosso coração, entendemos que o que nos une é muito maior do que aquilo que nos separa. Tabira precisa de união para derrotar um governo que não pensa, nem cuida das pessoas.

As grandes vitórias nascem de mãos unidas e olhar para o trabalho!

Assumo o compromisso de ser candidata à vice prefeita na composição com o ex-prefeito Dinca Brandino, pois compreendemos que juntos, a nossa energia e coragem, aliadas ao seu grupo e a sua experiência, são capazes de derrotar a candidatura do continuísmo e da perseguição e fazer Tabira vencer nas urnas e sair maior.

Estamos oficialmente entregando o nosso Plano de Governo ao candidato Dinca Brandino, firmando uma aliança no campo das ideias e com compromissos claros. Nós fazemos sim alianças! Mas de portas abertas e luzes acesas, com o futuro de Tabira sendo pensado. Ninguém negocia esperança, mas une ideias e corações.

Minha gratidão aos que fortaleceram até agora o nosso projeto, na certeza que continuaremos juntos e ainda mais fortes! Escolher nunca vai ser fácil. Mas escolher pensando mais em Tabira do que em interesses pessoais, sempre vai valer a pena. Nós escolheríamos Tabira quantas vezes fossem necessárias.

Maria Nelly e Maria Helena

Fonte: https://nilljunior.com.br/

Operação de substituição de Marcos Crente por Nelly Sampaio é plenamente possível

A análise é de um consultor jurídico para o blog: para a operação de desistência de Nelly Sampaio e ida para ser candidata a vice na chapa de Dinca ser possível, a candidata do PSC deve pedir desistência do registro.

Do outro lado, Marcos Crente, atual inscrito como candidato a vice de Dinca desiste também e será substituído por ela. A legislação permite a substituição de candidatos até uma determinada época antes do dia da eleição nos casos de  renúncia, falecimento  e impedimento.

Quando se trata de coligações, tem que ter  a concordância  de todos os partidos. A operação é tida como complexa, mas possível.

Um problema que surge nesse caso: se o agravo que a Câmara propôs contra a liminar que  anulou  as resoluções da Câmara de Tabira   tornando Dinca inelegível for procedente e Dinca não puder continuar candidato e a partir do dia 26 de outubro  se afastar da campanha, quem será o candidato que substituirá Dinca? Nelly ou esposa de Dinca Nicinha? Nelly subirá para candidata a prefeita? Só o tempo dirá. O agravo não foi julgado ainda, muito menos o registro  de Dinca.

Fonte: https://nilljunior.com.br/

Bomba em Tabira: Nelly Sampaio desiste de candidatura e será vice de Dinca

                             

A bomba do dia vem de Tabira. A candidata Nelly Sampaio está abrindo mão da candidatura a prefeita e foi anunciada ainda esta manhã como candidata a vice de Dinca Brandino, do MDB. As negociações já vinham acontecendo.

Nelly avaliou que não teria condições de seguir com o projeto solo e decidiu pelo alinhamento com o emedebista. Curioso é que sua candidatura tinha sido deferida pela Justiça Eleitoral assim como o petista Flávio Marques. O blog manteve contato com a Presidente da Câmara. Ela informou que soltará uma nota.

Outra curiosidade é que a Câmara teria recorrido da decisão que anulou as decisões de TCE e do próprio legislativo que haviam suspendido os efeitos dessa decisão. MP também estudava como recorrer à decisão monocrática. Mais uma pergunta: se Dinca não puder ser o candidato, teria Nelley tido a garantia que encabeçará a chapa ou o nome será o de Nicinha Brandino?

Como tudo que acontece na Cidade das Tradições a notícia é comemorada com grande foguetório. A notícia representa uma reviravolta na sucessão da cidade. A dúvida é saber se Nelly leva sua votação para Dinca ou não. Zé Amaral e a filha, Maria Helena (PSC), não se pronunciaram, mas devem seguir Nelly.

Fonte: https://nilljunior.com.br/

segunda-feira, 5 de outubro de 2020

Cadastro para uso do Pix começa nesta segunda-feira; saiba como fazer

Nova ferramenta de transações financeiras do Banco Central permitirá pagamento instantâneo 24 horas por dia, de segunda a sexta

Previsto para operar a partir de 16 de novembro, o Pix, sistema de pagamentos instantâneos criado pelo Banco Central, promete uma série de inovações para os brasileiros e tem o primeiro contato direto com os usuários nesta segunda-feira (5), quando o cadastramento das chamadas "chaves Pix". Para fazer o cadastro basta que o usuário vincule o e-mail, CPF ou número do celular a sua conta bancária. Feito o cadastro, é possível fazer transferências sem a necessidade de dados bancários, hoje necessários para fazer TEDs ou DOCs, sendo possível transferir dinheiro diretamente para os contatos da agenda do celular.

O sistema permite, por exemplo, a realização de transferências eletrônicas 24 horas por dia nos sete dias da semana. E essas transferências ocorrem diretamente da conta do usuário para a conta de quem recebe o valor, instantaneamente, sem necessidade de intermediários, o que permite menores custos de transação e facilita as operaçõe para compradores e vendedores.
 
Como o Pix funciona como uma rede de pagamentos, o correntista não precisa abrir uma nova conta bancária ou baixar um aplicativo, podendo permanecer no mesmo banco do qual é cliente para utilizar o novo sistema. Assim, o correntista poderá utilizar o Pix da mesma forma como já utiliza TED, DOC ou boletos para fazer transferências e pagamentos. O Pix deverá favorecer ainda aquelas pessoas que não têm cartão de crédito e precisam fazer pagamentos por meio de boletos.
 
Segundo o Banco Central, que lançou marca Pix em fevereiro deste ano, a nova modalidade de transferências tem o potencial de alavancar a competitividade e a eficiência do mercado, aumentar a segurança, promover a inclusão financeira e preencher lacunas existentes na cesta de instrumentos de pagamentos disponíveis atualmente à população. 

Hoje, em uma transferência bancária (TED ou DOC) há limitação de horário e a compensação pode ocorrer em até dois dias úteis, além disso, a depender da instituição financeira, é cobrada uma tarifa pela operação.
 
Cadastro

O cadastramento das “chaves Pix” é feito pelas instituições bancárias, que têm contatado os clientes via aplicativos de celular e SMS. O registro das suas chaves poderá ser feito por meio de um dos canais de acesso da instituição em que usuário possui conta (inclusive aplicativo instalado em seu smartphone).

Para realizar o registro, o cliente precisará confirmar a posse da chave e vinculá-la a uma conta para recebimento dos recursos. Para confirmação da posse da chave, a instituição enviará um código por SMS para o número de telefone celular que você quer utilizar como chave (ou para o e-mail que se quer utilizar como chave, se for o caso). 

Esse código deverá ser inserido no canal de acesso disponibilizado por pela instituição financeira ou de pagamento, mediante autenticação digital apropriada, como solicitação de senha, biometria ou reconhecimento facial, por exemplo.

O Banco Central alerta ainda que a confirmação não pode ser efetivada por contato telefônico nem por link enviado por meio de SMS ou por e-mail.

O novo sistema de transferências terá quatro tipos de “chaves Pix”: Número de CPF/CNPJ; endereço de e-mail;
número do telefone celular; e EVP (uma sequência alfanumérica de 32 dígitos que, após solicitação do cliente ao seu banco, será enviada pelo Banco Central à instituição, e com ela será possível criar um QR Code.

A “chave Pix” vincula as informações básicas do usuário aos dados completos que identificam a conta do cliente. Entretanto, não é obrigatório cadastrar uma chave para fazer ou receber um Pix. 

Caso o usuário queira usar o sistema de pagamento instantâneo, sem a chave Pix, será preciso digitar todos os dados bancários do destinatário para realizar uma transação.

Porém, com as chaves, as transações poderão ser realizadas por meio do QR Code.

Bancos listados

O Banco Central habilitou 677 bancos, fintechs e cooperativas para o lançamento do Pix, nova ferramenta de pagamentos instantâneos criada pela instituição. Até o início da noite da última quinta-feira, o BC havia publicado o aval para apenas 11 instituições começarem a operar o novo sistema de pagamentos.

Dentre os cinco maiores banco do País, o Bradesco recebeu o aval na quarta-feira para operar o Pix, enquanto Banco do Brasil, Itaú e Santander foram autorizados na leva de quinta à noite. A Caixa Econômica Federal foi a última a entrar na lista, na sexta-feira passada. 

Segundo o BC, a participação nessa etapa, que vai de 5 de outubro a 2 de novembro, é facultativa a todas as instituições em adesão e condicionada à aprovação nas etapas cadastral e homologatória.

De acordo com Leandro Vilain, diretor executivo de Inovação da Federação Brasileira dos Bancos (Febraban), o sistema faz parte de medidas importantes para reduzir a necessidade de circulação de dinheiro em espécie, "que tem custo de logística de R$ 10 bilhões ao ano".

As instituições que ainda não foram aprovadas precisarão cumprir as exigências da instituição até o dia 16 de novembro, ou poderão ser penalizadas. Pela Resolução BCB n.º 1, publicada no dia 12 de agosto, o Banco Central prevê a aplicação de multa por dia de atraso na entrada em operação do Pix.

Serviço gratuito

De acordo com resolução do Banco Central, o Pix será gratuito para as famílias e empreendedores individuais. Os bancos e instituições de pagamento que participarem da plataforma não poderão cobrar tarifas de pessoas físicas e MEIs (micro empreendedor individual) para o envio e recebimentos de recursos em transferências, além do pagamento de compras.
 
A resolução, no entanto, deixa aberta a possibilidade de cobrança de tarifas no Pix quando ele for usado por empresas para a transferência de valores, tanto do cliente pagador quanto do recebedor. 

De acordo com o Banco Central, as pessoas físicas só poderão ser tarifadas no Pix quando receberem valores pela venda de um produto ou por um serviço prestado.

Os bancos também poderão tarifar o cidadão no uso do Pix por meios presenciais ou de telefonia quando houver meios eletrônicos, como site ou aplicativo, disponíveis.
 
Também poderão ser cobradas tarifas pela prestação de serviços agregados à transação de pagamento. Segundo o Banco Central, essa cobrança tem o objetivo de viabilizar o surgimento de novos modelos de negócio. 

A resolução ainda permite que as instituições que prestem serviço de iniciação de transação de pagamento cobrem tarifas pelo serviço. No entanto, se a iniciadora do pagamento e a detentora da conta do pagador forem a mesma instituição, a cobrança é vedada.
 
"Tanto no Pix quanto no serviço de iniciação de transação de pagamento, os valores das tarifas podem ser livremente definidos pelas instituições, informando aos clientes os valores das tarifas praticadas", destacou a instituição.
 
Vantagens

Com a proposta de alterar a forma como as pessoas pagam contas e fazem compras ao eliminar a necessidade de dinheiro ou cartão, o Pix oferece, como uma de suas principais vantagens, a possibilidade de usar apenas o número de um celular, por exemplo, para fazer uma transferência sem precisar recorrer a números de conta, agência, CPF, nome completo e todos os outros dados exigidos hoje. Ou, apenas com o CPF, sacar dinheiro em uma loja sem a necessidade de caixa eletrônico, cartão ou senha.

Para empresas que vendem produtos pela internet, o pagamento via Pix evita que o estabelecimento tenha de manter o produtor reservado até a compensação do boleto ou aceitação do cartão de crédito, confirmações que podem levar a tré três dias. 

Cada compra nessas modalidades que não se concretizam, acabam gerando custos com estoque além da perda de oportunidade de realizar a venda para outro interessado. Para outros estabelecimentos, como instituições de ensino, por exemplo, o Pix evita a necessidade da emissão de milhares de boletos mensalmente.

Segurança

Diante da facilidade e praticidade de realizar transferências, surgem preocupações relacionadas a roubo de dados financeiros e golpes relacionados ao serviço. Para Isaac Sidney, presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), no entanto, o Pix trará mais segurança ao consumidor em suas transações financeiras, como já ocorreram com outras ferramentas, como tokenização, mobile baking e internet banking. 

“O Pix irá aumentar a inclusão financeira no país, estimular a competitividade e aprimorar a eficiência no mercado de pagamentos”, diz.
 
De acordo com a Febraban, para aderir ao Pix, os bancos brasileiros estão investindo recursos adicionais em infraestrutura, tecnologia e segurança para padronizar e organizar um sistema dentro um ambiente de comodidade e confiabilidade para o cliente. Segundo Isaac Sidney, as medidas são condizentes com os investimentos que o setor bancário vem fazendo em modernização tecnológica são da ordem de R$ 24,6 bilhões anuais.

Riscos

Apesar das medidas de segurança, os riscos estão relacionados principalmente a roubo de dados do usuários, permitindo a movimentação de seus recursos por terceiros. Segundo a Kaspersky, empresa internacional de cibersegurança, antes mesmo do lançamento da ferramenta, golpistas aproveitaram para lançar iscas pela internet, solicitando informações dados bancários e pessoais, senhas de conta, número celular e CPF sob o pretexto de realização de pré-cadastro. 
 
"O e-mail que identificamos usava o nome de um banco popular e trazia um link para que o usuário fizesse o cadastro na conta Pix. O link em questão era direcionado a um site falso que simulava o banco e pedia que a vítima inserisse a sua senha bancária, além do número do celular e do CPF, que serão usados como chaves de identificação dentro do PIX", disse Fábio Assolini, analista sênior de cibersegurança da Kaspersky.

"Recomendamos que as pessoas que queiram cadastrar as suas chaves procurem diretamente a página da instituição. Tenham cuidado com os convites de pré-cadastro recebidos, pois eles podem ser falsos", aconselha.

Cuidados

Para se proteger dos ataques é recomendável que o usuário:

  • Verifique sempre o endereço do site para onde foi redirecionado, endereço do link e o e-mail do remetente, além de verificar se o nome do link na mensagem não aponta para outro hyperlink.
  • Não clique em links contidos em e-mails, SMS, mensagens instantâneas ou postagens em mídias sociais vindos de pessoas ou organizações desconhecidos, que têm endereços suspeitos ou estranhos.
  • Use uma solução de segurança comprovada com tecnologias antiphishing que permita a identificação de golpes de phishing mais recentes, que ainda não foram incluídos nos bancos de dados antiphishing.
Fonte: https://diariodonordeste.verdesmares.com.br/negocios/cadastro-para-uso-do-pix-comeca-nesta-segunda-feira-saiba-como-fazer-1.2996212

domingo, 27 de setembro de 2020

Campanha eleitoral começa oficialmente hoje:

 

A campanha eleitoral, para a eleição municipal de 2020, começa oficialmente hoje – domingo (27) e os pretendentes aos cargos de vereador, prefeito e vice-prefeito têm, a partir desta data, 45 dias para divulgar suas propagandas, momento crucial para que os eleitores conheçam os candidatos e suas propostas.

Por isso você deve ter percebido uma enxurrada de materialde campanha nas redes sociais.

O novo calendário eleitoral foi alterado pelo Congresso Nacional com a promulgação da Emenda Constitucional nº 107/2020 no mês de julho, devido à pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Com isso, os dois turnos das eleições serão realizados nos dias 15 e 29 de novembro, primeiro e segundo turnos, respectivamente.

As eleições municipais de 2020 deverão levar às urnas cerca de 146 milhões de eleitores em 5.570 municípios. A expectativa da Justiça Eleitoral é de que cerca de 63 mil eleitos tomem posse em 2021 para um mandato de quatro anos nos poderes Executivo e Legislativo municipais.

Antes disso, quem realizar propaganda eleitoral, divulgar número de urna ou pedir voto pode sofrer penalizações e multas pela Justiça Eleitoral. Até lá, ninguém é candidato e todo o período que vai até a escolha dos candidatos e início da propaganda é conhecido como pré-campanha.

Contudo, é permitido ao pré-candidato se apresentar, divulgar posições pessoais sobre questões políticas, ter suas qualidades exaltadas, inclusive em redes sociais ou em eventos com cobertura da imprensa, mencionar o cargo almejado, desde que não haja pedido explícito de voto.

O que está permitido a partir do dia 27 de setembro:

Adesivos plásticos em automóveis, motos, caminhões, bicicletas e janelas residenciais;

Bandeiras e mesas em vias públicas, desde que não atrapalhem pedestres e o trânsito de veículos;

Autofalantes e amplificadores, das 8h às 22h – em eventos. Já das 8h às 24h: devem ser utilizados à distância mínima de 200 metros de escolas, bibliotecas públicas, quartéis, igrejas e teatros em funcionamento e sedes do Poder Legislativo e Executivo;

Distribuir material de campanha e fixar bandeiras em locais públicos (cinemas, lojas, clubes etc.);

Caminhadas e carreatas com carro de som e minitrio – desde que respeitado o limite de 80 decibéis, medido a sete metros de distância do veículo;

Propaganda eleitoral na internet em sites de partidos e candidatos, com os endereços eletrônicos comunicados à Justiça Eleitoral e hospedado, direta ou indiretamente, em provedores estabelecidos no Brasil.

O que está proibido:

Showmícios e livemício (live com a participação de artistas);

Propaganda em outdoors (inclusive eletrônicos) – imediata retirada da propaganda irregular e ao pagamento de multa no valor de R$ 5 mil a R$ 15 mil;

Trios elétricos, exceto para sonorização de comícios;

Pagamento em troca de espaço para propaganda eleitoral;

Distribuição de bonés, camisetas, canetas, chaveiros, brindes em geral e cestas básicas;

Propaganda política via telemarketing;

Disparo em massa – o impulsionamento pago de mensagens via aplicativos;

Propaganda em bens públicos e de uso comum do povo – estradas, praças, postes de iluminação pública e sinalização de tráfego, viadutos, passarelas, pontes, paradas de ônibus, cinemas, clubes, lojas, centros comerciais, templos, ginásios, estádios, bancas de revista, ainda que privados; e

Impulsionamento de propaganda por pessoa natural.

Os candidatos devem checar as informações antes de sua divulgação – ficando assegurado o direito de resposta e o candidato irregular pode ser sujeito a eventual responsabilidade penal.

Confira as principais datas do novo calendário eleitoral:

27 de setembro: Início da Propaganda Eleitoral, inclusive na internet;

15 de novembro: 1º turno das eleições;

29 de novembro: 2º turno das eleições;

15 de dezembro: Último dia para entrega das prestações de contas;

18 de dezembro: Prazo final para diplomação dos eleitos.

Fonte: https://nilljunior.com.br/

Foi dada a largada para o segundo mandato do nosso Candidato a Vereador Dicinha do Calçamento.

Bom dia Amigos e Amigas Tabirenses!!!

Foi dada a largada para o segundo mandato do nosso Candidato a Vereador,
contamos com todos vocês...
A mudança se faz com trabalho... Vamos juntos e unidos comemorarmos mais essa Vitória,
que será a Vitória do Povo!!!

sexta-feira, 25 de setembro de 2020

Série Inclusão: tecnologia vai ampliar acesso das pessoas com deficiência nas Eleições 2020

 

Esta semana, o Tribunal Superior Eleitoral (TSE) está divulgando uma série de matérias em comemoração ao Dia Nacional de Luta da Pessoa com Deficiência, celebrado em 21 de setembro. Dos 147 milhões de eleitores aptos a votar nas Eleições Municipais de 15 de novembro, 1.158.405 declararam ter algum tipo de deficiência ou mobilidade reduzida.

Pensando na inclusão desses votantes e em formas de facilitar o direito ao exercício do voto por parte desse público, a Justiça Eleitoral vem promovendo várias ações. Entre as iniciativas dos Tribunais Regionais Eleitorais (TREs), está a adequação ao artigo 17, parágrafo 2º, da Resolução nº 23.611/2019.

O trecho da norma prevê que seja instituída a função de auxiliar de apoio logístico “com a incumbência de verificar se as condições de acessibilidade do local de votação para o dia da eleição estão atendidas, adotando as medidas possíveis”.

O TRE-BA, por exemplo, vai, pela primeira vez, contar com a presença desse auxiliar, a quem os Regionais vêm chamando de “coordenador de acessibilidade”. Os TREs de Minas Gerais e de São Paulo, por sua vez, já vão para o segundo ano consecutivo de prestação desse serviço. Nesses estados, o auxiliar estará, inclusive, devidamente identificado com camiseta e colete. 

Tradutores de Libras

Outra ação realizada por alguns tribunais regionais é a ampliação do número de intérpretes de Libras para auxiliar os mesários nos dias de votação.

O TRE do Rio Grande do Sul mantém há anos um grupo de trabalho chamado “Comitê Valor Público”, que é um núcleo socioambiental e de acessibilidade incumbido de trabalhar em projetos estratégicos no órgão. Além dos trabalhos rotineiros na casa, o grupo promove, a cada eleição, programas específicos e voltados ao pleito, conforme explica Magda Andrade, presidente do Comitê.

De forma pioneira, nas eleições deste ano, será disponibilizado aos cartórios eleitorais do Rio Grande do Sul um número de celular destinado ao esclarecimento de dúvidas por parte dos mesários. O projeto se volta, especificamente, às pessoas com deficiência auditiva.

“Quando algum profissional estiver com alguma dificuldade de entendimento no atendimento de algum cidadão com deficiência auditiva, imediatamente esse agente poderá entrar em contato através de videochamada com tradutores de Libras, que estarão de plantão nos turnos matutino e vespertino do primeiro e de eventual segundo turno das eleições”, comemora Magda.

Outro Tribunal Regional, o do Ceará, também está focado em ação semelhante. O TRE-CE vem promovendo campanha massiva na Corte, buscando voluntários de intérprete de Libras para trabalhar nas eleições deste ano. O intuito é oferecer esse atendimento para todo o estado. Na última eleição, apenas a capital, Fortaleza, e os municípios de Maracanaú e Sobral tiveram esse tipo de atendimento.

Experiência

A eleitora Priscila de Araújo, hoje pessoa com deficiência visual, trabalhou como mesária em alguns pleitos eleitorais. Nas palavras dela, apesar dos desafios impostos, foi uma “experiência muito interessante”, o que a fez querer atuar novamente com uma agente pública.

“Passar por essa experiência fez nascer em mim uma paixão pela atividade de mesária voluntária. Infelizmente, em 2018, não pude mais, por estar com a visão bem comprometida. Porém, os momentos em que lá estive foram muito bons e de muitos desafios”, destaca.

Fonte  https://revistareacao.com.br/serie-inclusao-tecnologia-vai-ampliar-acesso-das-pessoas-com-deficiencia-nas-eleicoes-2020/

Fonte: https://adettabira2004.blogspot.com

quarta-feira, 23 de setembro de 2020

Câmara aprova emenda que aumenta validade da CNH para dez anos

 

Nesta terça-feira (22), a Câmara dos Deputados aprovou a maior parte das emendas do Senado ao Projeto de Lei 3267/19, do Poder Executivo, que altera o Código de Trânsito Brasileiro. 

Entre as principais medidas, a proposta aumenta a validade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para dez anos e vincula a suspensão do direito de dirigir por pontos à gravidade da infração.

De acordo com o texto, a CNH terá validade de dez anos para condutores com até 50 anos de idade. O prazo atual, de cinco anos, continua para aqueles com idade igual ou superior a 50 anos.

Já a renovação a cada três anos, atualmente exigida para aqueles com 65 anos ou mais, passa a valer apenas para os motoristas com 70 anos de idade ou mais.

Profissionais que exercem atividade remunerada em veículo (motoristas de ônibus ou caminhão, taxistas ou condutores por aplicativo, por exemplo) seguem a regra geral. Agora, o texto segue para sanção do presidente da República. Saiba aqui quais foram os outros pontos aprovados pelos deputados.

Fonte: https://nilljunior.com.br/

sábado, 19 de setembro de 2020

Você sabe o que é equidade?

 Você sabe o que é equidade?

    Segundo o dicionário Michaelis, a palavra equidade pode ser definida como uma justiça natural; disposição para reconhecer imparcialmente o direito de cada um. Em resumo, significa reconhecer que todos precisam de atenção, mas não necessariamente dos mesmos atendimentos.

    O princípio da equidade norteia as políticas de saúde pública brasileira, reconhecendo necessidades de grupos específicos e atuando para reduzir o impacto das diferenças. No Sistema Único de Saúde (SUS) a equidade se evidencia no atendimento aos indivíduos de acordo com suas necessidades, oferecendo mais a quem mais precisa e menos a quem requer menos cuidados. Busca-se, com este princípio, reconhecer as diferenças nas condições de vida e saúde e nas necessidades das pessoas, considerando que o direito à saúde passa pelas diferenças sociais e deve atender a diversidade.

    Um exemplo prático de aplicação da equidade ocorre em atendimentos de urgência em hospitais. A prioridade no atendimento é definida por critérios combinados, que englobam desde a hora da chegada na unidade de saúde até a gravidade de cada caso. Sendo assim, uma vítima de acidente grave passará na frente de quem necessita de um atendimento menos urgente, mesmo que esta pessoa tenha chegado mais cedo ao hospital.

    Kátia Souto, Diretora de Apoio à Gestão Participativa do Ministério da Saúde, ressalta a importância de aplicação do conceito na construção das políticas públicas. “Trabalharmos com equidade na saúde nos traz a possiblidade de reconhecer as diferenças tanto culturais, regionais e sociais. Em um país como o Brasil, tão diferente, é fundamental que os profissionais de saúde possam reconhecer essas diferenças e contribuam de forma que possamos a avançar na igualdade. Compreender a equidade faz diferença no acolhimento, pode salvar vidas para que a diferença não se torne desigualdade”, explica.

    Entre os grupos que tem necessidades diferenciadas de atendimento e atenção à saúde está a população em situação de rua. Pensando nessa parcela da sociedade, o Governo Federal criou, em 2009, a Política Nacional para a População em Situação de Rua, que inclui ações de saúde. Esse grupo requer atenção e cuidados especiais devido à falta de alimentação saudável, à higiene precária e à ausência de abrigo, que prejudicam sua saúde.

    Além do cuidado e atendimento de saúde oferecido nas ruas, essa população também deve ter acesso garantido em qualquer unidade do SUS. O atendimento deve ocorrer independentemente das vestimentas, da utilização de álcool ou drogas, das condições de higiene ou da falta de documentação. Cuidar bem da população em situação de rua, garantindo um atendimento humanizado e integral, requer a colaboração de todos: profissionais de saúde, sociedade, movimentos, população de rua e a segurança pública.

    Outro exemplo de garantia da equidade é a atenção à saúde destinada aos povos indígenas. Por especificidades culturais e de localização, o atendimento é realizado por meio do Distrito Sanitário Especial Indígena (DSEI) de cada região. A população indígena conta com o próprio calendário de vacinação e ações de prevenção e atendimento no local para suprir as necessidades de cada comunidade.

    A saúde é um direito de todos. A equidade no atendimento público de saúde garante que os mais vulneráveis recebam cuidados diferenciados, para que dessa forma, se igualem aos outros.

     Fonte: Gabriela Rocha/ Blog da Saúde

    quarta-feira, 16 de setembro de 2020

    MDB oficializa candidatura de Dinca Brandino em Tabira


    O MDB oficializou na noite desta terça-feira (15) a candidatura de Dinca Brandino 
    à Prefeitura de Tabira. Ele vai em busca do quarto mandato e tem como 
    companheiro de chapa o vereador Marcos Crente.

    A homologação do nome de Dinca ocorreu em convenção realizada no espaço 
    Wilton Shows. Em função da pandemia, apenas candidatos e lideranças dos 
    partidos que integram o bloco de oposição puderam participar presencialmente. 
    Nas redes sócias, mais de 1,600 pessoas acompanharam o evento simultanea-
    mente. A transmissão ainda registrou recorde no número de visualizações e 
    interações.

    O candidato a prefeito agradeceu em seu discurso o apoio que tem recebido da 
    população e dos amigos e familiares. Ele fez um resumo das ações que realizou 
    quando esteve à frente do Executivo e prometeu trabalhar para colocar o município
    novamente no caminho do crescimento. Dinca ainda afirmou que seu governo 
    tratará como prioridade a saúde, sem esquecer de áreas importantes como 
    educação, agricultura, assistência social, infraestrutura, esporte e cultura.

    Marcos Crente também agradeceu o apoio em torno do seu nome. Ele destacou 
    as ações realizadas por Dinca nos três primeiros mandatos e afirmou que vai 
    trabalhar em conjunto com o ex-prefeito para assegurar a melhoria dos serviços 
    oferecidos a população. Ainda fez um resumo do trabalho desenvolvido como 
    vereador e presidente da Câmara.

    A palavra também foi dada aos 16 postulantes do grupo ao Legislativo. Todos 
    fizeram questão de ressaltar o trabalho já realizado pelo ex-prefeito, assim como 
    os projetos futuros. Ainda defenderam a importância de eleger o maior número 
    de vereadores possíveis para dá condições a Dinca de realizar as mudanças 
    necessárias.

    A convenção teve início às 19h30 e chegou ao fim por volta das 22h. Diferente 

    do que vem acontecendo em muitos eventos políticos na região, não houve 

    aglomerações. Desrespeitos a legislação eleitoral também não foram registrados.


    Fonte: blogjcampos.blogspot.com