quinta-feira, 11 de outubro de 2018

DEFICIENTE É A SOCIEDADE!

Escritor e conferencista, as palavras são a matéria-prima de minha vida. Como observou Machado de Assis, “as palavras têm sexo. Amam-se uma às outras. Casam-se”. E acrescento: têm ideologia, não são neutras.

Há palavras e expressões que, com o tempo, desabam do paraíso ao inferno. São rejeitadas pelo crivo implacável do politicamente incorreto. Porque estão impregnadas de preconceitos.
Na minha infância, chamava-se aleijado quem tivesse uma deficiência física que lhe dificultasse a mobilidade. Depois, deficiente físico. Em seguida, portador de deficiência física. Mais tarde, pessoa portadora de necessidades especiais.
Ora, toda a terminologia do parágrafo acima recai sobre a caracterização do indivíduo, quando deveria caracterizar a sociedade. Ela é a deficiente, pois torna esse indivíduo um ser com dificuldades de interação e integração, em especial quando lhe faltam equipamentos sociais que lhe facilitem atividades e mobilidade. 
Cadeirantes e caminhantes (outras palavras equivocadas!) são, perante a lei, iguais em direitos. Há, porém, uma diferença. Por ser portador de uma anomalia física, cadeirantes possuem também direitos especiais (rampa de acesso, estacionamento, toalete amplo etc.) que eu não possuo. Ou melhor, possuo enquanto idoso.
Não seria mais adequado deslocar a terminologia da limitação física para a sociedade? Ela, sim, é que transforma a diferença em restrição e preconceito. Sugiro, portanto, que sejam chamadas de pessoas portadoras de direitos especiais. Como o são também idosos, gestantes, obesos, indígenas, etc.
Quem sabe, assim, a sociedade deixe de encará-las como problema, quando o problema reside na falta de equipamentos sociais e garantias de pleno usufruto de seus direitos, os universais e os especiais.

quarta-feira, 10 de outubro de 2018

NOVO E PP NEUTROS; PTB COM BOLSONARO E PSOL COM HADDAD

Com a confirmação de Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) no segundo turno das eleições presidenciais, os demais partidos começaram a definir a posição que adotarão no pleito.

No primeiro turno, Bolsonaro obteve 49,2 milhões de votos (46,03%) e Haddad, 31,3 milhões (29,28%). O segundo turno está marcado para o dia 28.
Até o momento, quatro partidos já definiram qual posição adotarão no segundo turno. PP e Novo decidiram pela neutralidade. Isso significa que as siglas não apoiarão formalmente nem Bolsonaro nem Haddad. O PTB definiu apoio a Bolsonaro. Já o PSOL decidiu apoiar a candidatura de Haddad.
Novo: O partido confirmou nesta terça-feira (9) que não vai apoiar nem Fernando Haddad (PT) nem Jair Bolsonaro (PSL). No entanto, a sigla declarou, em nota aos militantes, que é “absolutamente” contrária ao PT, que, segundo o Novo, “tem ideias e práticas opostas às nossas”.
PP: A sigla divulgou um documento nesta terça em que declara que manterá postura de “absoluta isenção e neutralidade” no segundo turno. A legenda integra o chamado bloco do “Centrão” e no primeiro turno do pleito havia participado da coligação do candidato do PSDB, Geraldo Alckmin.
PSOL: O partido declarou que irá apoiar o candidato do PT, Fernando Haddad, no segundo turno. A decisão foi tomada pela Executiva Nacional do partido após reunião na segunda (8).
PTB: Em nota divulgada nesta terça, o partido anunciou apoio a Bolsonaro. Segundo a nota, as propostas econômicas do candidato do PSL são o principal motivo do apoio.

SECRETARIA DE JUSTIÇA E PROCON/PE COBRAM FISCALIZAÇÃO DOS BANCOS SOBRE SEUS CORRESPONDENTES BANCÁRIOS

A concessão exagerada de crédito, o superendividamento da população pernambucana e o alto número de reclamações pautaram, na manhã desta terça-feira (09), um encontro entre o Procon/PE e 11 instituições financeiras.
A reunião foi convocada pela Secretaria de Justiça e Direitos Humanos (SJDH) e ocorreu na sede da pasta, na Praça do Arsenal, no bairro do Recife.
A fim de que os consumidores não sejam lesados, o Procon/PE alertou às instituições quanto a venda casada, portabilidade e a responsabilidades que os bancos têm na fiscalização de seus correspondentes bancários e na concessão de crédito. O órgão de proteção salientou, ainda, que já interditou oito empresas de empréstimos que funcionava de forma ilegal.
“As pessoas mais vulneráveis, como os idosos, que precisam de dinheiro de forma urgente, se submetem a abusos que não estão especificados no contrato. A portabilidade da sua conta para outro banco e a adesão de cartão de crédito ou empréstimo sem aviso prévio, por exemplo. Já constatamos irregularidades como essas, e são informações que devem estar mais claras para o consumidor”, ressaltou a secretária-executiva de Justiça e Direitos do Consumidor, Mariana Pontual.
Entre as empresas representadas estavam o Banco BMG, Cetelem, Bradesco, Olé Consignado, Pan, Mercantil, Agibank, Daycoval, Safra e BV Financeira. O que chamou a atenção foi o número de reclamações do banco BMG que lidera o ranking do Procon/PE com 700 manifestações de consumidores junto ao órgão em 2018. “Estamos cobrando a obrigatoriedade que essas instituições financeiras têm em exercer uma fiscalização sobre seus correspondentes bancários e notamos que isso não vem acontecendo”, frisou o gerente de fiscalização do Procon/PE, Roberto Campos.
Para o representante do Agibank, Oséas Barroso, “esse diálogo não beneficia só os consumidores, mas também os bancos passam a tomar conhecimento dos correspondentes que atuam de forma irregular”.
Ao final, os representantes das instituições assinaram um protocolo se comprometendo a enviarem ao Procon/PE em até cinco dias úteis a relação de todos os correspondentes autorizados, como expedirem recomendação dos credenciados sobre a importância do cumprimento da Resolução 3954 do Banco Central.
Também participaram da reunião o gerente geral do Procon/PE, Erivaldo Coutinho, e a  gerente jurídica do Procon/PE, Danielle Sena.
Ranking- Só este ano, o Procon/PE já recebeu quase 3 mil manifestações de instituições financeiras. Isso, somando apenas as 10 mais reclamadas. Confira os números:
  Banco BMG: 700
 Caixa Econômica Federal: 466
 Banco Bradesco: 365
 Banco Santander: 271
 Crefisa: 288
 Banco Panamericano: 187
 Banco do Brasil: 182
8° Banco Itaú: 160
9° Banco Losango: 155
10° Banco CSF: 146

terça-feira, 18 de setembro de 2018

POESIA EM HOMENAGEM AO EXCELENTE TRABALHO REALIZADO PELO DO NOSSO DEPUTADO ESTADUAL AUGUSTO CÉSAR.



“AUGUSTO É GENTE DA GENTE,
E TÁ COM NÓS TODO DIA...”


Augusto é a união
É o candidato do povo
Que aposta no renovo
Pro bem da população
Mais saúde e educação
Mais ação e moradia
Cuidar da periferia
Da forma mais consciente
Augusto é Gente da gente
E tá com nós todo dia

Hoje estamos reunidos
abraçando a juventude
Que bela essa atitude
E cada vez mais unidos
Estamos agradecidos
Por ter sua companhia...
E dizemos com alegria
O que o coração sente
Augusto é Gente da gente
E tá com nós todo dia

Este nosso candidato
É homem de sentimento
Amigo em todo momento
E por sinal muito grato
É um cidadão de fato
E esbanja simpatia
Vejam só sua alegria
No seu jeito coerente
Augusto é Gente da gente
E tá com nós todo dia

Veja amigo e irmão
Quanto vale o seu voto?
Não olhe só para a foto
No dia da eleição...
Escolha alguém de ação
Que viva a democracia
Que tenha cidadania
E que faça diferente
Augusto é Gente da gente
E tá com nós todo dia

Quem vende o seu voto, vende
Sua moral, seu cartaz...
E o que são cem reais
Se é que você me entende
É tão pouco e não rende
Não é nada essa quantia
Portanto, com ousadia
Vamos fazer diferente
Votando em Gente da gente
Que tá com nós todo dia

Finalmente meu amigo (a)
Eu já sei em quem votar
Não vou me aventurar
Por favor, venha comigo.
Uma coisa eu lhe digo:
No fim dessa poesia...
Vote como a maioria...
Seja forte, siga em frente
Augusto é Gente da gente
E tá com nós todo dia


Tabira, 14/08/2018
Agente Social
Heleno Trajano.

domingo, 9 de setembro de 2018

CLAUDICEIA ROCHA VEREADORA DO PSB DE TABIRA SELA CASADINHA COM TADEU ALENCAR E CLODOALDO MAGALHÃES


Nessa última sexta-feira a Vereadora Claudiceia Rocha do PSB de Tabira selou casadinha com TADEU ALENCAR para reeleição à deputado Federal e com Clodoaldo Magalhães para reeleição ao quarto mandato à deputado estadual. A parlamentar reuniu familiares e lideranças,  para recepcionarem os deputados, onde reafirmaram o apoio aos referidos candidatos. Além da vereadora, os vereadores Marcílio Pires e Marcos Crente, Zé de Bira, Pipi da Verdura, Paulo Manu, Josete Amaral e Pedro Bezerra apoiarão o Federal. E Dinca Brandino apoiará o mesmo estadual. Na ocasião a vereadora falou da importância de "sermos todos a voz da esperança por dias melhores e que usemos o processo político como ferramenta para conseguirmos atender as necessidades do povo".

HOMENAGEM AO NOBRE DEPUTADO TADEU ALENCAR
   PELO EXCELENTE TRABALHO DESEMPENHADO EM BRASÍLIA.

“Vamos Juntos Reeleger
Nosso TADEU ALENCAR”

O Nosso Amigo Deputado
É homem de atitude
Lutador pela saúde
Sempre está do nosso lado
Um cidadão respeitado
Parlamentar exemplar
Em quem iremos votar
Cumprindo o nosso dever
De juntos reeleger
Nosso TADEU ALENCAR

Profundo conhecedor
Das mazelas sociais,
Seus maiores ideais
É trabalhar com amor,
Para amenizar a dor
E o sofrimento sarar,
A fim de solucionar
Fazendo por merecer
Vamos juntos reeleger
Nosso TADEU ALENCAR

Os seus principais projetos
Pra nossa população
É lutar pela inclusão
De cidadãos mais completos
Que vivem dias incertos
Sem condições de lutar
Mas (ele) vem agregar...
Não devemos esquecer
De juntos reeleger
Nosso TADEU ALENCAR

Crianças e adolescentes
Estão na pauta diária
Em votação de plenária
Ou assuntos concernentes
Esses são pleitos vigentes
Que só nos fazem lembrar
A forma de ajudar
E unidos agradecer.
É juntos reeleger
Nosso TADEU ALENCAR

Da proteção ao Idoso
Ao incentivo a cultura
A sua candidatura
Tem um jeito cuidadoso
O seu olhar carinhoso
Cabe-nos salientar
E assim compartilhar
Sabendo enaltecer
E juntos reeleger
Nosso TADEU ALENCAR

O defensor da família,
Defende o consumidor
É Exímio desbravador
De Pernambuco á Brasília
Vive em constante vigília...
E sendo um bom ouvinte
Tornou-se constituinte.
E para continuar
Vote em TADEU ALENCAR
COM O NÚMERO 4020


Tabira, 03/09/2018
Heleno Trajano, com participação
de meu filho Heliezer Souza.

Por Heleno Trajano

domingo, 2 de setembro de 2018

DEPUTADO AUGUSTO CESAR

O combate à violência, abuso e exploração de crianças e adolescentes, é um dos alvos de nosso mandato.

A Lei 16.390/2018 foi criada para ampliar a punição aos estabelecimentos que permitem ou facilitam esse crime hediondo.

#PernambucoTemLeiDeAugusto
#14123
#DeputadoAugustoCesar
#DoSertãoAoLitoralPernambucoForte


terça-feira, 28 de agosto de 2018

VEREADORA CLAUDICEIA ROCHA DO PSB DE TABIRA, FAZ IMPORTANTES REIVINDICAÇÕES NA TRIBUNA DA CAMARA.


Ontem 27/08 aconteceu mais uma Sessão Ordinária na Câmara municipal de Vereadores de Tabira e a nossa Vereadora Claudiceia Rocha, como sempre, atuante e proponente, se fez presente e usando a tribuna em seu discurso, fez um breve relato das atividades parlamentares da semana que passou e disse entre outros assuntos que:
- A campanha eleitoral 2018 já começou desde o dia 16/08, porém de forma tranquila, silenciosa e menos onerosa.
- Convocou os colegas para a função precípua de Legislar, falando da necessidade de buscarem debater sempre e exaustivamente todas as matérias, principalmente, os projetos vindos a casa Eduardo Domingos de Lima para votação.
- Falou sobre os Projetos de Lei e de Resolução que tratam da antecipação da eleição da mesa diretora, dos quais teve seu pedido de vistas negado.
- Falou sobre a obra do calçadão da Avenida Raimundo Ferreira, que continua parada e pode ser embargada, por apresentar pontos divergentes do Plano Diretor Municipal, diante dos transtornos aos transeuntes, comerciantes e moradores da avenida.
- Falou da Necessidade de atualização do Plano Diretor Urbano, considerando a realidade do município de Tabira, bem como, da atualização do Regimento Interno.
- Concluiu suas palavras agradecendo a audiência dos rádio-ouvintes e internautas, desejando a todos uma Semana de Paz!
Parabéns á Vereadora Claudiceia Rocha.
"Compromisso e Justiça Social.
Um mandato a serviço da População!"
Matéria:Heleno Trajano
Foto: Miron Notícias

VOCÊ SABE O PLURAL DE PALAVRAS COMPOSTAS? TIRE SUAS DÚVIDAS DE PORTUGUÊS!

Pelas novas regras da orotografia, na grafia de palavras compostas, as

Pelas novas regras da ortografia, na grafia de palavras compostas, as letras iguais se separam e se usa o hifem. Por exemplo micro-ondas, então tem hifem, mas quando são letras diferentes, as palavras se juntam. Portanto, autoestima se escreve junto. Outra palavra: autodidata, letras diferentes se juntam, não se usa hifem.

Além de trajar cidadania, o nosso blog também ensina a você vestir-se de cultura!

CENTRO DE ATENDIMENTO À PESSOA COM DEFICIÊNCIA REALIZA CAMINHADA EM TABIRA


A Semana Nacional da Pessoa com Deficiência acontece de 21 a 28 de agosto, em todo Brasil. Uma semana em que são realizadas diversas ações, para enfatizar as necessidades, os direitos e as políticas públicas para a pessoa com deficiência.

Na manhã de quarta-feira, 27, aconteceu a Caminhada pelo Respeito e Dignidade a Pessoa com Deficiência, realizada pelo Centro de Atendimento à Pessoa com Deficiência. O tema abordado este ano é “Acessibilidade na cidade: vidas diferentes, direitos iguais”.

A caminhada de conscientização saiu da Escola Dona Toinha e passou pelas principais ruas de Tabira, com a participação das crianças estudantes das escolas municipais.





quinta-feira, 23 de agosto de 2018

A VEREADORA CLAUDICEIA ROCHA DO PSB DE TABIRA, VISITA O DER EM SERTÂNIA.


Hoje, quinta-feira, a vereadora Claudiceia Rocha do PSB de Tabira esteve no Departamento de  Estradas de Rodagens - DER na cidade de Sertânia. 
Na oportunidade,  a vereadora reiterou alguns requerimentos e cobrou providências quanto a operação tapa-buracos, reconheceu a conclusão do trecho entre Tabira e Afogados da Ingazeira, Tabira e São José do Egito,  mas, enfatizou a necessidade do trecho entre Tabira e a divisa, sentido Água Branca na Paraíba. Trazendo como resposta do gestor daquele DER Luiz de Castro,  que para esse último trecho já há previsão e autorização para executerem a obra em tapar os buracos e que nesses próximos dias darão início,  destacando que estão trabalhando no trecho entre Sertânia e Jabitacá por ser também um percurso de acesso a vários municípios do Pajeú e de vários pedidos  para tapar os buracos. (fotos)





terça-feira, 21 de agosto de 2018

CLAUDICEIA ROCHA VEREADORA DO PSB DE TABIRA EMITE MENSAGEM NA LARGADA PARA A CAMPANHA ELEITORAL 2018


"Aos amigos tabirenses, 
Hoje começa a contagem regressiva dos 45 dias de campanha eleitoral e o nosso objetivo maior é multiplicar a esperança, para que através de práticas políticas totalmente diferentes das que conhecemos, com ações que priorizem uma gestão eficiente, de maneira transparente, participativa, totalmente voltada para os interesses do povo, possamos transformar a vida das pessoas."

TIPOS DE OBESIDADE

Como é possível constatar no quadro de controle do IMC, existem diferentes níveis de obesidade e cada um deles exigem diferentes tratamentos e também diferentes consequências ao corpo humano.
• Sobrepeso
Antes do paciente ser considerado obeso, ele alcança o patamar de sobrepeso, caracterizado no IMC por valores entre 25 e 30. Neste caso, o paciente ainda não é obeso, mas já pode apresentar sintomas da obesidade, tais como elevações na taxa glicêmica e no colesterol, fadiga excessiva após esforço físico, entre outros.
É importante salientar que o sobrepeso não é considerado doença assim como a obesidade, porém exige cuidados para que o quadro não evolua. Nesta etapa, o ganho de peso pode ser resolvido por meio de mudanças nos hábitos alimentares e exercícios físicos.
• Obesidade
A obesidade é diagnosticada, de maneira geral, quando o IMC do paciente ultrapassa o valor de 30. Nestes casos, já é possível falar com maior probabilidade nos riscos de doenças como hipertensão arterial, diabetes tipo 2 e outras condições que tenham a obesidade como fator de risco.
O acúmulo de gordura na região abdominal já nítido e pode estar associado também a gordura visceral – grande fator de risco para doenças cardiovasculares.
Nesse estágio, apesar das consequências na saúde, ainda é indicado que o paciente procure os meios mais indicados para a perda de peso como a alimentação equilibrada e a prática regular de atividades físicas, porém, remédios inibidores de apetite e acompanhamento psicológico já podem ser indicados.
• Obesidade mórbida
É considerado que o paciente sofre de obesidade mórbida quando seu IMC é maior que 40. Neste estágio da obesidade, o paciente, além de todos os problemas associados à doença, passa a ter severas dificuldades de locomoção e as chances de volta ao peso normal por meio apenas de reeducação alimentar e exercícios físicos é reduzida.
Com a dificuldade de locomoção e alto risco de sofrer com graves consequências, nesse estágio o acompanhamento médico deve ser frequente e sob indicação médica e psicológica, estes pacientes podem realizar a cirurgia bariátrica para redução de estômago e assim fazer que haja uma perda de peso significativa – que são muito necessárias nesse caso.
• Obesidade infantil
Segundo a Organização Mundial da Saúde – OMS, a obesidade infantil é um dos problemas de saúde pública mais graves do século 21.
A incidência da obesidade infantil mais que dobrou nos últimos 30 anos e, atualmente, uma em cada três crianças sofrem com a doença em todo o mundo. Além dos mesmos problemas ligados à obesidade de adultos, a obesidade infantil é ainda mais perigosa por se instalar num organismo ainda em formação e dificultar o tratamento durante os estágios de desenvolvimento e maturação de órgão reprodutores e também crescimento (fase conhecida como estirão).
A obesidade infantil merece atenção redobrada, principalmente, devido ao fato desta etapa da vida os pacientes não possuírem completo controle sobre seus hábitos alimentares e as razões da obesidade podem ser causadas pela falta de cuidado com a alimentação ou doenças graves que se manifestam ainda nessa etapa da vida, porém, neste último caso, as situações são raras e devem ser interpretadas de maneira isolada pelo médico.

sexta-feira, 17 de agosto de 2018

ADET REALIZA IMPORTANTE REUNIÃO MENSAL DE DIRETORIA.




No último sábado dia11/08,  A ADET Associação dos Deficientes de Tabira, realizou mais uma importante reunião mensal ordinária, onde tratamos de vários assuntos, referentes a entidade, o presidente Luiz Antonio, inciou a reunião saudando a todos e agradecendo pelas presenças.

Falamos também sobre as mídias sociais da Entidade e suas importancias para promover a Inclusão Social e divulgar os nossos trabalhos e a necessidade de atualização das postagens do blog, e que devemos aproveitar essa liberdade das mídias para cada vez mais cobrar políticas públicas para a nossa classe.

e ainda encontramos os Amigos e Amigas para juntos descontrair nós um pouco, esse é mais um dos objetivos da nossa Associação, O encontro mensal ou semanal ou diário quando se fizer necessário, para compartilhamos experiências e alegrias viviadas durante aqueles dias...

Foram tratados diversos assuntos como a participação da Entidade na festa da padroeira e outros encontros que aconteceram durante o mês findo.

O Presidente Luiz Antonio anunciou á todos a compra de mais equipamentos ortopédicos para a entidade, citando entre eles, a compra de: 30 muletas axilares, 30 muletas canadenses, 05 andadores, 02 bengalas e 60 ponteiros (borrachas para apoio das muletas) lembrando ainda que há dois meses atrás tinham sido compradas 20 cadeiras de banho.

Se fizeram presentes á reunião os seguintes diretores:

Presidente Luiz Antonio, 1º Secretário Heleno Trajano, Tesoureiro: Maria do Socorro, Suplentes: Maria de Fátiama, José TadeuAbsolão Pereira (Silon), Maria Aparecida, Girleide Gomes, e Luiz Egídio (Escurinho).

O nosso muito obrigado pela companhia de Todos e pelos momentos agradáveis, um abraço!




Matéria e fotos
Heleno Trajano.

quinta-feira, 16 de agosto de 2018

ELEIÇÕES 2018: SAIBA O QUE CANDIDATO E ELEITOR PODEM E NÃO PODEM FAZER DURANTE O PERÍODO DE CAMPANHA











Candidato pode distribuir folhetos, mas não pode fixar propaganda em bens públicos; 

eleitor  pode ceder  bens móveis e imóveis para propaganda de candidato, mas não pode 

cobrar por isso.





Candidatos e eleitores devem respeitar regras estabelecidas pela Justiça Eleitoral 
a partir desta quinta-feira (16), início da propaganda eleitoral, conforme resolução do 
Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Caso contrário, estarão sujeitos a multas e até a 
cassação do mandato, no caso dos eleitos.
Em 7 de outubro, brasileiros vão às urnas escolher candidatos a presidente e vice
-presidente da República, governador e vice-governador, senador, deputado federal 
e deputado estadual ou distrital. Onde houver segundo turno, a campanha nas ruas 
vai até 27 de outubro, na véspera da votação (28, domingo).
Veja abaixo um resumo do que podem e não podem fazer candidatos e eleitores 
durante a campanha eleitoral deste ano:

O que pode o candidato

  • Distribuir folhetos, adesivos e impressos, independentemente de autorização, 
  • sempre sob responsabilidade do partido, da coligação ou do candidato (o material 
  • gráfico deve conter CNPJ ou CPF do responsável pela confecção, quem a contratou
  •  e a tiragem); Colar propaganda eleitoral no para-brisa traseiro do carro em adesivo
  •  microperfurado; em outras posições do veículo também é permitido usar adesivos,
  •  desde que não ultrapassem meio metro quadrado;
  • Usar bandeiras móveis em vias públicas, desde que não atrapalhem o trânsito de 
  • pessoas e veículos;
  • Usar em carreatas, caminhadas e passeatas ou durante reuniões e comícios 
  • alto-falantes, amplificadores, carros de som e minitrios entre 8h e 22h, desde 
  • que estejam a, no mínimo, 200 metros de distância de repartições públicas, hospitais, 
  • escolas, bibliotecas, igrejas e teatros.
  • Realizar comícios entre 8h e 24h, inclusive com uso de trios elétricos em local fixo,
  •  que poderão tocar somente jingle de campanha e emitir discursos políticos;
  • Fixar propaganda em papel ou adesivo com tamanho de até meio metro quadrado 
  • em bens particulares, desde que com autorização espontânea e gratuita do 
  • proprietário;
  • Pagar por até 10 anúncios em jornal ou revista, em tamanho limitado e em datas 
  • diversas, desde que informe, na própria publicidade, o valor pago pela inserção;
  • Arrecadar recursos para a campanha por meio de financiamento coletivo
  •  (crowdfunding ou vaquinha virtual)
  • Fazer propaganda na internet, desde que gratuita e publicada em site oficial do 
  • candidato, do partido ou da coligação hospedados no Brasil ou em blogs e redes 
  • sociais;
  • Promover o impulsionamento de conteúdo na internet (post pago em redes sociais),
  •  desde que identificado como tal e contratado exclusivamente por partidos políticos, 
  • coligações e candidatos e seus representantes, devendo conter o CNPJ ou CPF do 
  • responsável e a expressão “Propaganda Eleitoral”;
  • Fazer propaganda em blogs, redes sociais e sites de mensagens instantâneas 
  • com conteúdo produzido ou editado por candidato, partido ou coligação;
  • Usar ferramentas para garantir posições de destaque nas páginas de respostas 
  • dos grandes buscadores;
  • Enviar mensagens eletrônicas, desde que disponibilizem opção para 
  • descadastramento 
  • do destinatário, que deverá ser feito em até 48 horas.

O que não pode o candidato

  • Fixar propaganda em bens públicos, postes, placas de trânsito, outdoors, viadutos, 
  • passarelas, pontes, paradas de ônibus, árvores, inclusive com pichação, tinta, placas, 
  • faixas, cavaletes e bonecos;
  • Fazer propaganda em bens particulares por meio de inscrição ou pintura em 
  • fachadas, muros ou paredes;
  • Jogar ou autorizar o derrame de propaganda no local de votação ou nas vias 
  • próximas, mesmo na véspera da eleição;
  • Fazer showmício com apresentação de artistas, mesmo sem remuneração. 
  • Cantores, atores ou apresentadores que forem candidatos não poderão fazer 
  • campanha em suas atrações;
  • Fazer propaganda ou pedir votos por meio de telemarketing;
  • Confeccionar, utilizar e distribuir camisetas, chaveiros, bonés, canetas, brindes, 
  • cestas básicas, bens ou materiais que proporcionem vantagem ao eleitor;
  • Pagar por propaganda na internet, exceto o impulsionamento de publicações em 
  • redes sociais;
  • Publicar propaganda na internet em sites de empresas ou outras pessoas 
  • jurídicas, bem como de órgãos públicos;
  • Fazer propaganda na internet, atribuindo indevidamente sua autoria a outra 
  • pessoa, candidato, partido ou coligação;
  • Usar dispositivos ou programas como robôs, conhecidos por distorcer a 
  • repercussão de conteúdo;
  • Usar recurso de impulsionamento somente com a finalidade de promoção ou 
  • benefício dos próprios candidatos ou suas agremiações e para denegrir a imagem
  •  de outros candidatos;
  • Fazer propaganda eleitoral em sites oficiais ou hospedados por órgãos da
  •  administração pública (da União, dos estados, do Distrito Federal e dos municípios);
  • Agredir e atacar a honra de candidatos na internet e nas redes sociais, bem como 
  • divulgar fatos sabidamente inverídicos sobre adversários;
  • Ao fazer divulgação do financiamento coletivo (crowdfunding ou vaquinha virtual
  • para arrecadação de recursos de campanha, os candidatos estão proibidos de pedir 
  • votos;
  • Veicular propaganda no rádio ou na TV paga e fora do horário gratuito, bem 
  • como usar a propaganda para promover marca ou produto;
  • Degradar ou ridicularizar candidatos, usar montagens, trucagens, computação 
  • gráfica, desenhos animados e efeitos especiais no rádio e na TV;
  • Fazer propaganda de guerra, violência, subversão do regime, com preconceitos 
  • de raça ou classe, que instigue a desobediência à lei ou que desrespeite símbolos 
  • nacionais.
  • Usar símbolos, frases ou imagens associadas ou semelhantes às empregadas 
  • por órgão de governo, empresa pública ou estatal;
  • Inutilizar, alterar ou perturbar qualquer forma de propaganda devidamente 
  • realizada ou impedir propaganda devidamente realizada por outro candidato.

O que pode o eleitor

  • Participar livremente da campanha eleitoral, respeitando as regras sobre 
  • propaganda nas ruas e na internet aplicadas aos candidatos;
  • Apoiar candidato com gastos de até R$ 1.064,10, com emissão de comprovante 
  • da despesa em nome do eleitor (bens e serviços entregues caracterizam doação, 
  • limitada a 10% da renda no ano anterior);
  • Fazer doações acima de R$ 1.064,10 apenas mediante transferência eletrônica 
  • (TED) da conta bancária do doador direto para a conta bancária do candidato 
  • beneficiado;
  • Fazer doações para candidatos por meio de sites habilitados pela Justiça 
  • Eleitoral para realizar financiamento coletivo (crowdfunding ou vaquinha virtual);
  • Ceder uso de bens móveis ou imóveis de sua propriedade, com valor estimado 
  • de até R$ 40 mil;
  • Prestar serviços gratuitamente para a campanha;
  • No dia da votação, é permitida só manifestação individual e silenciosa da 
  • preferência pelo partido ou candidato, com uso somente de bandeiras, broches, 
  • dísticos e adesivos;
  • Manifestar pensamento, mas sem anonimato, inclusive na internet.

O que não pode o eleitor

  • Trocar voto por dinheiro, material de construção, cestas básicas, atendimento 
  • médico, cirurgia, emprego ou qualquer outro favor ou bem;
  • Cobrar pela fixação de propaganda em seus bens móveis ou imóveis;
  • Dar, oferecer, prometer, solicitar ou receber, para si ou outra pessoa, dinheiro
  • dádiva ou qualquer vantagem, para obter ou dar voto, conseguir ou prometer 
  • abstenção, ainda que a oferta não seja aceita;
  • Fazer doação para campanha com moedas virtuais;
  • Se servidor público, trabalhar na campanha eleitoral durante o horário de 
  • expediente;
  • Inutilizar, alterar, impedir ou perturbar meio lícito de propaganda eleitoral;
  • Degradar ou ridicularizar candidato por qualquer meio, ofendendo sua honra.
  • Fazer boca de urna no dia da eleição, ou seja, divulgar propaganda de partidos 
  • ou candidatos.

  • Fonte: https://g1.globo.com/politica/eleicoes/2018/noticia/2018/07/29/eleicoes-2018-saiba-o-
  • que-candidato-e-eleitor-podem-e-nao-podem-fazer-durante-o-periodo-de-campanha.ghtml