quarta-feira, 3 de outubro de 2012

TABIRA: UMA CIDADE QUE CRESCE E APARECE PORQUE TEM SAÚDE.

PENÚLTIMA PARTE.
A Saúde sempre foi um problema no Brasil, mas é preciso registrar os esforços e investimentos privados e públicos nessa área trazendo melhoras significativas para a nossa população. Vale destacar que, apesar dos problemas do SUS no Brasil, poucos países têm um sistema tão amplo como o nosso,  basta ver a luta de Obama nos Estados Unidos, país de primeiro mundo,   para implantar um sistema como o nosso lá. A Saúde privada, apesar de importante em nosso contexto, só tem acesso a ela que tem dinheiro, o que não é o caso da maioria dos brasileiros. O ideal é termos um sistema de saúde pública que seja cada vez melhor e atenda com qualidade todas as pessoas mais carentes. Mesmo assim, é importante levar ao conhecimento da população, não só as denúncias e as debilidades do sistema, mas também aquilo que de bom ela tem feito pelos brasileiros e pelos tabirenses que mais necessitam.
A SAÚDE PÚBLICA EM TABIRA.
No caso de Tabira a saúde preventiva nunca teve tantos investimentos como agora, basta citar dois exemplos: A maior obra de saneamento básico da nossa história, em fase de conclusão, e o trabalho desenvolvido pelos Agentes de Saúde, os Agentes da Dengue, liderados por Paulo Agostinho, com permanentes mobilizações das escolas municipais, estaduais e da nossa população por intermédio de mutirões educativos com o apoio do poder público local. Isso não acontecia num passado recente.
REFORMAS DO HOSPITAL DE TABIRA.
O nosso Hospital, apesar da aparência externa, que agora está sendo toda reformada, é preciso conhecer o que de fato ocorre de positivo internamente, bem como, a ação externa que tem melhorado bastante nos últimos anos. O Hospital dispõe de 5 ambulâncias, 4 em pleno funcionamento; Uma no Brejinho, uma em Borborema e duas no Hospital para transportar os nossos  doentes. Foi conquistado recentemente o Projeto Mãe Coruja; Ele dispõe também de sala de cirurgia completa; Sala de Parto com cadeira para Gestante; Foi comprado um fogão, geladeira e ainda os equipamentos para o Conselho Municipal de Saúde.  Foi adquirido também ainda Raio-x e  consertado o aparelho de ultrassonografia com a aquisição da “caneta” que custou 7 mil reais. O Hospital agora tem computadores e impressoras nas repartições. Estão previstas a implantação para 2013 de  uma UTI móvel e a implantação também de um setor de urgência e emergência.
O ATENDIMENTO NO HOSPITAL DE TABIRA:
O funcionário do Hospital Edivaldo Cordeiro enviou para o nosso blog os atendimentos do Hospital de Tabira de Janeiro a agosto de 2012.
Em resumo foi atendido de janeiro a agosto de 2012, até 24 horas, Atendimento em urgência e emergência, Consulta médica em atenção básica, Atendimento pré-hospitalar em emergência e trauma, Consulta em Cardiologia,  Consulta em Cirurgia Geral, Consulta em Dermatologia,   Consulta Oftalmológica, Consulta Ortopédica, Consulta Ortopédica, Consulta em Ginecologia, Atendimento de Fisioterapia, Atendimento Nutricionista,  Consulta em Pediatria,   Atendimento Odontológico,   Atendimento Psicológico,   Atendimento em Psiquiatria, Atendimento Ambulatório, Atendimento em Fonoaudiogia.
No geral são 127.805 (cento e vinte e sete mil e oitocentos e cinco pessoas) o que dá uma média de quase 16 mil pessoas por mês, metade da população de Tabira, que é atendida nessas especialidades, todo mês até 24 horas em nosso Hospital.
O atendimento nos exames diversos, Exames Laboratoriais, Eletrocardiograma, Ultrassonografia, Endoscopia, Colpos copia, Mamografia, Prevenção Colo de Útero, Raios-X.
Esses exames chegaram de janeiro a agosto de 2012 a um total de 36.664 exames.   Em média 4.500 (quatro mil e quinhentas pessoas) fazem esses exames no Hospital de Tabira todo mês.

O Atendimento em internamentos: Curetagem, parto normais, partos cesarianas, clínica cirúrgica, clínica pediátrica, clínica médica foram 1.025.  Em média 130 pessoas são internadas no Hospital de Tabira por mês com acesso a essas especialidades.

Distribuição de diversos remédios gratuitos toda semana pela farmácia do Hospital aos tabirenses. 
COMENTÁRIO:
Os problemas da saúde precisam ser resolvidos, penso, porém, que tanto o país como o município está resolvendo, aos poucos, boa parte deles. Muitas vidas estão sendo salvas, graças a nossa saúde pública em Tabira e no Brasil. Já pensou se tivéssemos que pagar diretamente tudo isso?  Acredito que só com uma equipe comprometida com a saúde do povo e com muito trabalho pode-se chegar a um resultado quantitativo e também qualitativo como esse. Na sequência o leitor pode ler os números em detalhes de todo o atendimento aqui resumido de janeiro a agosto de 2012, em MAIS INFORMAÇÕES e, se preferir, pode ir conferir a matéria com o funcionário público da saúde que trabalha no Hospital responsável pelos dados Edivaldo Cordeiro.  Na última matéria da série iremos abordar como está a saúde privada em Tabira. (Por Antonio de Dú).

Nenhum comentário: