sexta-feira, 26 de abril de 2013

VEREADORES DA OPOSIÇÃO JUSTIFICAM VOTO CONTRA PROVIAS E COBRAM AÇÕES DO PREFEITO DE TABIRA


Fazendo uma revelação curiosa de que é líder da oposição, mas só lidera o voto dele mesmo, o vereador Marcos Crente (PSB) disse em entrevista ao comunicador Anchieta Santos que votou contra o Provias (Programa de aquisição de máquinas para recuperação de estradas) porque entende que o município de Tabira vai se endividar ainda mais e utilizar um recurso para pagar o empréstimo que poderia ser usado na saúde.
No 1º turno, a Lei Regulatória que autoriza o empréstimo do executivo junto ao BB, recebeu o voto favorável de 8 vereadores contra dois (Marcos Crente e Wal do Bar). No 2º turno o placar foi de 8 a 1, com Wal mantendo o voto e Marcos Crente ausente por estar viajando.
Durante a entrevista à Radio Cidade FM, Val do Bar admitiu que votou contra o projeto seguindo a orientação do empresário José de Arimatéia. "Não sabia que as emendas ao projeto original trocaram uma máquina niveladora por dois compactadores de lixo e o prazo de pagamento foi estendido até 2016", disse o legislador.
Os vereadores foram unanimes em dizer que pelo recurso que recebeu, o governo Sebastião Dias ficou com mais de R$ 2 milhões livres, dinheiro que daria para iniciar pelo menos obras de calçamentos na cidade.
Marcos Crente aproveitou para provocar o médico tabirense João Veiga. “Parafechar o hospital, João Veiga veio a Tabira. Para reabrir ou dar uma luz sobre o novo hospital prometido, ele não aparece mais”.

Nenhum comentário: