terça-feira, 16 de junho de 2015

AÇÕES EMERGENCIAIS CONTRA A SECA EM PE RECEBERÃO R$ 20 MILHÕES DA UNIÃO

Plano de trabalho será apresentado ao Ministério da Integração Nacional.

Ministro Gilberto Occhi disse que transposição será concluída em 2016.

Do G1 PE
Ministro Gilberto Occhi participou de audiência na Alepe. (Foto: Penélope Araújo/G1)Ministro Gilberto Occhi participou de audiência
na Alepe. (Foto: Penélope Araújo/G1)
O Ministério da Integração Nacional anunciou o repasse de R$ 20 milhões de forma emergencial para Pernambuco, para auxiliar os municipios em alternativas de solução hídrica. O anúncio foi feito após reunião com o governador Paulo Câmara, nesta segunda-feira (15), no Recife. "Esses vinte milhões são para uso do Governo do Estado, para beneficiar os municípios e as comunidades pernambucanas, seja em carros pipa, seja em adutoras, seja em adequação da captação de água", afirmou o ministro Gilberto Occhi.
De acordo com nota encaminhada pelo Palácio do Campo das Princesas, "o investimento será utilizado para a implantação de adutoras emergenciais de montagem rápida e para serviços de abastecimento de água. Além disso, os recursos poderão ser utilizados em outras ações". Até sexta-feira (19), o governo estadual apresenta novo plano de trabalho ao governo federal. O recurso deve ser liberado após a aprovação desse documento.
Ainda segundo a assessoria de imprensa, o governador Paulo Câmara também pediu “sensibilidade” ao ministro, em relação à liberação de verbas. “Temos muitas obras em andamento que são fundamentais para a questão hídrica do nosso Estado. Então, com a aceleração dos desembolsos, as obras poderão andar com maior celeridade; tanto a Adutora do Agreste quanto a do Pajeú, bem como a Adutora Oeste e a própria obra de transposição [do Rio São Francisco]. Também mostramos para ele a possibilidade de utilizarmos águas da Mata Sul para levar para o Agreste diante da crise atual, com poucos investimentos”, disse o governador, através de nota encaminhada à imprensa. Jornalistas não acompanharam a reunião entre o ministro e o chefe do Executivo estadual.
Audiência na Alepe
Após o encontro no Palácio das Princesas, Gilberto Occhi participou de palestra na Assembleia Legislativa de Pernambuco (Alepe), detalhando ações do Ministério. Na ocasião, Occhi informou que a transposição do São Francisco deve ser concluída entre o final de 2016 e o início de 2017. "Estamos trabalhando fortemente para que até o fim do ano que vem possamos entregar essa obra, mas ela não depende exclusivamente do Governo Federal, é muito mais uma questão de execução da obra e velocidade das empresas", comentou, destacando que o eixo leste da obra está 74% concluído, enquanto cerca de 60% do eixo norte está pronto.
O deputado Miguel Coelho (PSB) explicou que a vinda do ministro foi convocada pelo movimento União Pelo Nordeste, criado pela Alepe e liderado pelas assembleias dos nove estados da região. “O nosso interesse é criar um plano estratégico de desenvolvimento do Nordeste, planejando as obras de que ele precisa para ter as mesmas condições de desenvolvimento de outras regiões. Mas não podemos falar de desenvolvilmento quando o maior problema do Nordeste é a questão hídrica, e esse é o enfoque especial do movimento”, destacou.
Para o deputado Rodrigo Novaes (PSD), o ministro mostrou boa vontade para a execução das obras, mas a dificuldade da regularidade dos repasses e do estabelecimento de um cronograma ficou evidente. "A gente sabe que os valores das obras repassadas estão sendo menores. A gente fica sem a perspectiva de conclusão dessas outras obras, a exemplo da Adutora do Pajeú e da Adutora do Agreste", disse.

Nenhum comentário: