terça-feira, 6 de janeiro de 2009

A DIFERENÇA PODE MUDAR O MUNDO, FAÇA A DIFERENÇA. " A MAIOR DEFICIÊNCIA DO SER HUMANO É A FALTA DE COMPREENSÃO"



A diferença pode mudar o mundo faça a diferença.
"A maior deficiência do ser humano é a falta de compreeensão"

Introdução:

Nosso projeto tem o intuito de conscientizar a sociedade sobre as causas das deficiências, incluí-los de forma qualitativa em nosso meio e os seus direitos de cidadãos. Procuramos enfatizar os principais problemas que a pessoas deficientes enfrentam no seu dia-a-dia e sugerir algumas soluções para esses problemas.

Objetivos gerais:
“Conhecer as causas das deficiências existentes e suas prevenções.”
"Entender os direitos dos portadores de deficiência, informá - los e incluí – los à sociedade".

Objetivo específico (causas):
“Adaptar escolas e transporte público para essas pessoas”

Pessoas deficientes físicas enfrentam diversas dificuldades. Entre elas estão os problemas com o transporte público e com a aprendizagem.
Deficientes visuais não conseguem ver os itinerários de ônibus ou metropolitanos. Na maioria dos ônibus não há um espaço reservado para cadeirantes. Em grande parte das escolas não há professores qualificados para ensinar pessoas com deficiências auditiva, mental e visual. E aqui no DF há pouquíssimas escolas capacitadas para esses alunos, logo irão depender do transporte público para locomoção.
Para a solução destes problemas sugerimos as seguintes opções:

Transporte público:
• Espaços reservados para pessoas com deficiência física (cadeirantes) em todos os ônibus;
• Instalar auto-falantes em todos os meios de transporte para avisar as pessoas como deficiência visual.

Escolas:
§ Aumentar o número de escolas;
§ Contratar professores qualificados para ensiná-los;
§ Estruturar a escola de modo que facilite a vida dos alunos.

Objetivo específico (direitos):
"A falta de infra-estrutura que os deficientes enfrentam no seu dia-a-dia em locais públicos, meios de transporte, escolas".
Foi necessário um estudo específico, com os direitos dos portadores de deficiência para estarmos mais preparados para podermos ajudá-los quando necessário, e também mostrar a sociedade como não existem diferenças e tentar acabar com o preconceito existente nelas.
Existem várias formas de inclusão a essas pessoas deficientes, mas são falhas e nem sempre certas, também não há pessoas preparadas para lidar com qualquer que seja a necessidade deles. Seria muito interessante uma maior comunicação entre o portador da deficiência e as pessoas para que possa, se ter mais conhecimento sobre suas dificuldades e sanar esse grande problema.
Os portadores de deficiência enfrentam vários obstáculos e humilhações no seu dia-a-dia, porque com a falta de infra-estrutura eles precisam ficar se humilhando para outras pessoas, para que elas possam ajudá-los.Por exemplo, eles não conseguem entrar em um ônibus, pois a maioria dos transportes não são habilitados a eles; a maioria deles tem que entrar em escolas especiais porque não são aceitos ou não tem professores habilitados; eles tem que receber alguns benefícios do governo ou serem aposentados porque a sociedade, não acredita que eles podem ser capazes de se sustentarem.Nem todos os lugares que vão tem banheiros habilitados a eles, passando assim, necessidades.Às vezes, ao construir uma calçada, a pessoa deixa um degrau, sem imaginar que aquilo vai dificultar a vida de um cadeirante.Uma solução para esse problema seria, passarmos a pensar em um conjunto de pessoas ao construir qualquer tipo de coisa, incluindo todas aquelas que tem algum tipo de deficiência.A adequação de supermercados, bancos, prédios públicos, terminal de ônibus entre outros.Seria interessante também que os carros habilitados para deficientes se tornem mais acessíveis(baratos) a eles.Todos os professores deveram ser preparados para ter alunos portadores de qualquer deficiência em sua sala de aula.E finalmente pararmos de considerar o deficiente como "um coitado" e, quando ele trabalha, como um "super-herói"; e sim, tratá-lo como uma pessoa capaz de qualquer coisa.
Anexos:

Como ajudar as pessoas com deficiência visual:
Ao ver uma pessoa com esta, se aproxime a pergunte se ela precisa de ajuda. No caso de uma resposta positiva, não segure o braço dela, e sim dê o seu. Pergunte pra onde ela deseja ir. E depois siga com ela. Não se preocupe, pois essas pessoas estão sempre de bom humor. Não tenha medo.
Conclusão:
Esse trabalho foi de suma importância para todos os participantes. Aprendemos sobre as principais causas das deficiências, como as pessoas deficientes interagem com o restante da sociedade, quais são os seus direitos.

Aqui em Tabira a ADET- Associação dos Deficientes de Tabira, com certeza está fazendo a diferença.

Fonte: vhcemabao.blogspot.com

Nenhum comentário: