quarta-feira, 25 de novembro de 2009

ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA DA ADET - DEZ/2009


ASSEMBLÉIA GERAL ORDINÁRIA
EDITAL DE CONVOCAÇÃO

Aos Sócios da ADET - Associação dos Deficientes de Tabira,
Menbros da Diretoria,
Membros do Conselho Fiscal e Colaboradores,

Prezados (as) Senhores (as),

O presidente da ADET no uso das atribuições que lhe são conferidas pelo seu estatuto social, tem a grata satisfação de convidar todos para participarem da Assembléia Geral Ordinaria, conforme Artigo 21, capitulo VI do seu Estatuto Social, a realizar-se em local, data e horário abaixo indicados, em primeira convocação com a presença da maioria dos sócios e em segunda convocação, com qualquer numero de sócios presentes, para deliberarem sobre a seguinte ordem do dia:

I - Leitura dos balancetes: Financeiro 2009 e das atividades da Entidade dos anos 2008 e 2009.

II - Outros Informes da Diretoria.

Local:
Sede Social - Rua Valdemir Leite Soares, 239 – Centro Tabira – PE

Data:
13 de Dezembro de 2009 (Domingo)

Abertura:
Ás 08h30 (Manhã).

SÃO PARCEIROS DA ADET:
 LOTEAMENTO RESIDENCIAL PEDRO PIRES.
DAMOL,
 Anailson Freitas,
 Auto-Posto e Pousada Bezerra,
 Tabira Móveis,
 Chico das bicicletas,
 Destack Modas,
 LUMAN – JOALHERIA,
 Postos: Texaco Sertanejo e Dislub,
 Casa do Bebê,
 Foto Moderno,
 Farmácia Padilha,
 Casas J. Ferreira,
 Oficina Daniel (Trevo – Tabira)
 Postos: O Nogueirão I e II,
 Provedor Internet (NET VISON),
 Poeta Vagner Leandro,
 Park Sol (Onde o Sol brilha mais),
 Blog: Tabirahoje.blig.ig.com.br
 Blog: cdltabira.blogspot.com
 Blog: Trajanopresidente.blogspot.com
 Governo Municipal,
 Câmara Municipal de Vereadores e funcionários,
 Câmara de Dirigentes Lojistas de Tabira (CDL)
 Pipocas KIGAROT
 Rádio Tabira FM e seus funcionários. Estas são Empresas e pessoas que têm Responsabilidade Social.

“ADET - Sexto Aniversário”

“Cada um de nós compõe a sua história”
“Cada ser em si carrega o dom de ser capaz”

quinta-feira, 19 de novembro de 2009

"VONTADE" SUPERA OS DESAFIOS.

QUEM SOU
Heleno Trajano Pereira nasceu em 17 de julho de 1967 em Tabira – PE
É idealizador, fundador e Sócio nº. 0001 da ADET – Associação dos Deficientes de Tabira, sendo 1º Secretário por três mandatos: 2004/2006, 2006/2008, como Presidente no Biênio: 2008/2010, e novamente Secretario no Biênio: 2010/2012.

Paraplégico (vitima) de paralisia Infantil, conhece por excelência todas as dificuldades enfrentadas pelos portadores de deficiência, em especial os "cadeirantes" no seu dia-a-dia.

O objetivo de criar este espaço é para conscientizar os amigos portadores de Deficiência e seus familiares, dos seus direitos, e a população em geral das nossas necessidades e atividades em prol do portador de deficiência e porque não dizer do Idoso (Que também tem mobilidade reduzida)

Engajado nas lutas em defesa dos Direitos das pessoas com Deficiência, Desde o ano de 1982, quando estudava na Escola Professora Carlota Breckenfeld, sentiu a necessidade de lutar pelos direitos de acessibilidade para as pessoas com deficiência uma vez que á época a Escola não tinha rampas de acesso, etc.) (Hoje graças a Deus) a referida Escola é modelo de acessibilidade em todo o pajeú).

No ano de 1996, depois de conhecer os direitos das pessoas com deficiência, na (Carta Magna) Constituição Federal do Brasil do Ano de 1988, Encampou uma luta para criar (fundar) no Município, uma Associação para pessoas com deficiência, enviando várias cartas ao Programa do Professor Dedé Rodrigues na Rádio Pajeú, reivindicando melhorias e conscientizando a respeito de nossos direitos.

No mesmo ano foram enviadas cartas falando dos mesmos direitos á alguns portadores de Deficiência, que alguns amigos meus conheciam, falando do meu desejo de futuramente criarmos uma Entidade para nos representar.

Finalmente, no ano 2004, Fui convidado por um Portador de Deficiência, que Infelizmente foi vitima de acidente automobilístico, para fundarmos uma Associação para pessoas com deficiência, e já tinha quase tudo preparado, inclusive a sugestão de um nome: APODEFIT - Associação dos Deficientes Físicos de Tabira, e mais tarde foi aperfeiçoado através de várias reuniões o nome atual (ADET), por sinal, foi fundada    na minha residencia: à Rua Wellington Nunes Lustosa, 122 - (conhecida popularmente como rua seis)  ou rua da ADET no Bairro da Jureminha, onde tivemos a 1ª Reunião para fundação no dia: 02 de Março de 2004, e até hoje: 09 de março de 2012, o Endereço da Entidade ainda se encontra na mesma casa e peço atenção aos leitores ou (ouvintes) para dizer que a minha satisfação era tanta naquele momento, que no dia seguinte mesmo sem saber nada de poesia, eu me inspirei e disse uma décima em homenagem aquela data que para mim, era uma das mais importantes e disse:

" FOI NO DIA 02 DE MARÇO, / DO ANO, DOIS MIL E QUATRO / QUE O PRIMEIRO CONTATO / RECEBEU AQUELE ABRAÇO, / E FOI DADO O PRIMEIRO PASSO / EM BUSCAR DA INCLUSÃO... / JUNTANDO-SE MÃO A MÃO / EM PROL DO DEFICIENTE / ESTE É O LEMA DA GENTE / NESTA ASSOCIAÇÃO".

Durante estes cinco anos, fez várias reivindicações a Câmara Municipal de Vereadores do Município, no sentido de melhorar a qualidade de vida dos portadores de deficiência e idosos.

Aos 45 anos, Trajano é casado e tem dois filhos. De hábito simples é apaixonado por poesia.
Sem abandonar sua filosofia de vida, Trajano vem ampliando sua linha de atuação e tem apresentado projetos a Câmara Municipal de Vereadores com temas cada vez mais variados, visando proporcionar melhores condições de vida para todos os seguimentos da população Tabirense, especialmente dos seus irmãos portadores de deficiência.

VEJA ALGUNS DOS TRABALHOS DESEMPENHADOS NA ADET E PELA ENTIDADE (atualmente)

1 - 1º Secretario da Entidade.
2 - Relações Públicas Entidade
3 - Auxiliar de (a) Tesoureiro (a)
4 - Auxiliar da Comissão de Construção.
5 - Produtor do Programa de Radio A Voz da ADET de 2008 á 2012
6 - Membro da Comissão do Programa PAA - Programa de Aquisição de Alimentos do Governo Federal..
7 - Administrador de Contrato de 48 linhas da TIM - Representando a Entidade.
8 - Conselheiro Municipal de Saúde por dois mandatos
9 - Conslehrio Municipal de Assistencia Social por dois mandatos
10 - Imortalizou a História da Entidade na 1ª Antologia Poética de Tabira.
11 - Confeccionou o 1º Cordel Inclusivo da Entidade em parceria com a APPTA - Associação dos Poetas e   Prosadores de Tabira.
12 - Participou de quatro mandatos na Entidade: 03 - três mandatos como Secretario e 01 como    presidente.
13 - Nunca se afastou da Entidade, mesmo em tempos de crise. 

REIVINDICAÇÕES EM NOME DA ENTIDADE:

• Rampas na Camara Municipal de Vereadores - Casa Eduardo Domingos de Lima
• Escolas Municipais: Pedro Ferreira da Silva - Bairro Jureminha, Andréa Pires - Raimundo Ferreira, Escola de Tempo Integral: Antonio Nogueira Barros, dentre outras.
• Escolas Estaduais: EREM: Professora Carlota Breckenfel, Arnaldo Alves Cavalcanti.
- Praças: Gonçalo Gomes e Pedro Pires Ferreira e outras avenidas.

SEMANA ESTADUAL (MUNICIPAL) DA PESSOA COM DEFICIÊNCIA.

Participei de Todas as Semanas Realizadas desde a fundação da Entidade.

PARCERIAS FIRMADAS E CONQUISTAS (QUANDO PRESIDENTE DA ENTIDADE)

- Firmou parceria com o Park Sol para a gratuidade de Entrada de Pessoas Com Deficiência.
- Adquiriu Um carro para a Entidade em Parceria com o Lar do Idoso (Santana Quantum Ano 92) que até hoje: dia: 09 de março de 2012,  se encontra rodando a serviço das duas Entidades.

PARTICIPAÇÃO EM CONFERÊNCIAS E SEMINÁRIOS.

I Conferencia Municipal de Saúde.
II Conferencia Municipal de Saúde.
III Conferencia Municipal de Saúde
I Conferencia Municipal de Ação Social.
II Conferencia Municipal de Ação Social.
III Conferencia Municipal de Ação Social.
I Conferencia Conferencia Municipal de Defesa Civil e Assistência Humanitária de Tabira
I Fórum Comunitário de Implantação do Selo do UNICEF em Tabira.
I Oficina Compartilhando História de vida (Educação Inclusiva) em Tabira
I Oficina Municipal de Sensibilização (Inclusão das Pessoas Com Deficiência). Sertania - PE
I Curso de Capacitação de Conselheiros Municipais (Escola de Contas Públicas do Estado de PE).
III Seminário de Educação Inclusiva: “Direito á Diversidade” (Cidade de Carnaiba – PE).

PARTICIPAÇÃO EM CONSELHOS MUNICIPAIS:

• Conselho Municipal da Pessoa Com Deficiência.
• Conselho Municipal de Saúde.
• Conselho Municipal de Ação Social.
• Conselho Municipal do Idoso.

PALESTRAS SOBRE INCLUSÃO E CIDADANIA NAS ESCOLAS::

• Pedro Ferreira da Silva B. Jureminha).
• Adeildo Santana Fernandes (Cohab).
• Otaciano Soares de Souza (Riacho do Gado).
• Cícero Correia (Povoado do Brejinho).
• Arnaldo Alves Cavalcanti.
• Professora Carlota Breckenfeld
* Palestra na Escola: Aristarc José de Veras - Ingazeira - PE

VOLUNTARIADO:

* CCB - Igreja Congregação Cristã no Brasil
*  NAOC - Núcleo Assistencial Orlando Celso (Creche de Joselito)
* .LAR DO IDOSO

Um abraço do Amigo: Trajano.

III SEMINÁRIO DE CARNAÍBA: "DIREITO Á DIVERSIDADE".





A Prefeitura de Carnaíba - PE, cidade sertaneja situada a 400 km de Petrolina-PE, promoveu neste dia 13 de novembro, um seminário sobre Educação Inclusiva. A iniciativa faz parte do Projeto Passos Para Inclusão, desenvolvido pela Coordenação de Educação Especial do Município. O Evento que contou com a presença do prefeito e da secretária municipal de Educação daquela cidade, aconteceu na Escola de Música de Carnaíba teve como palestres os educadores Hélio de Araújo e Maria Marly, além da psicóloga Dayseane Pereira. Além de professores da Rede Municipal, compareceu ao Seminário um grupo de dez pessoas representando A ADET Associação dos Deficientes de Tabira.
No final do Evento, Hélio de Araújo apresentou seu livro O QUARTETO, realizando um momento de autógrafos. O QUARTETO narra a viagem de um cego, um cadeirante, uma surda e uma professora sem deficiência pelo Sertão, utilizando estradas asfaltadas ou de terra, caminhos estreitos, mas sobretudo flutuando sobre o rio São Francisco. O autor desenvolve um enredo simples, mostrando situações que acontecem com pessoas com deficiência. Tudo isso aliado a uma trama bem urdida na qual o leitor vai sendo gradativamente envolvido.
O Presidente da ADET Heleno Trajano Pereira, discorreu sobre o Tema: Mudança de atitudes e Inclusão das pessoas com Deficiência, e agradece aos demais companheiros que fizeram parte desta caravana: Luiz Miguel e filho, Daniel Rocha e esposa, Luiz Galdino, Paulo Heles, Maria de Fátima, filha, Gisleide Gomes. A todos os eles, um abraço de cidadania!

Fonte: http://cadeirando.blogspot.com

LESÃO MEDULAR: CUIDADOS COM A PELE.

A lesão medular acarreta um período de internação prolongado, com imobilização total enquanto a lesão ainda está instável. Principalmente nesse período, é preciso ter cuidado com as lesões de pele, as chamadas úlceras de pressão, que podem trazer consequências graves à condição clínica do paciente. Entretanto, esse tipo de lesão pode aparecer mesmo depois de muito tempo desde a lesão medular. Por isso, é importante que alguns cuidados sejam sempre tomados.

As úlceras de pressão ocorrem devido à imobilização, à falta de sensibilidade no local e à vasoplegia, consequentes da lesão medular. Essa lesão começa em poucas horas de compressão da pele, iniciando como uma vermelhidão superficial, podendo evoluir para uma ferida que pode aprofundar até o osso (casos mais graves).

Quando uma pessoa com sensibilidade e motricidade normais permanece na mesma posição por muito tempo, logo vem a sensação de formigamento e câimbras, que fazem com que o indivíduo mude de posição, mesmo enquanto está dormindo. Essa ação alivia a pressão exercida pelas proeminências ósseas na pele, evitando as lesões. Entretanto, o paciente com lesão medular não possui sensibilidade no local e permanece imobilizado por tempo prolongado, o que mantém a causa da lesão cutânea (pressão). Aos poucos, a pele pressionada pelo osso perde a irrigação sanguínea e sofre necrose, fato auxiliado pela vasoplegia que dificulta ainda mais a nutrição tecidual. As úlceras de pressão são mais comuns na região dos trocânteres, ísquios, sacro, calcâneos, maléolos, joelhos, crista ilíaca, cotovelos, occipital e escápulas.


Locais de aparecimento frequente das úlceras de pressão

É preciso que todos saibam que é mais fácil prevenir as úlceras de pressão do que tratá-las, e o método mais eficaz para isso é a mudança de decúbito constante, de modo que as áreas de pressão sejam redistribuídas. Existem hoje almofadas para cadeira de rodas e colchões especiais, com densidades apropriadas, para auxiliar na prevenção das úlceras.

Para os pacientes tetraplégicos, é preciso que a família e os cuidadores tenham muita disciplina para que a mudança de decúbito e a higiene apropriada da pele sejam feitas com rigor. Já os pacientes paraplégicos possuem outros métodos de auto-cuidado que precisam ser adotados para prevenir as lesões da pele. Entre estes métodos estão: os push-ups frequentes (na cadeira de rodas, o paciente pode se utilizar dos membros superiores para aliviar o peso sobre os quadris, empurrando os braços da cadeira para erguer o corpo); e as mudanças de decúbito, usando a força de membros superiores e de tronco (quando houver) para rolar na cama, trocando a posição de “barriga para cima” para o decúbito lateral e vice-versa.


Auto-cuidado do cadeirante para prevenir úlceras de pressão

As úlceras de pressão atrapalham a qualidade de vida do paciente, que muitas vezes cursam com declínio do seu estado geral, apresentando infecções, febre e anemia. Muitos pacientes relatam que essa alteração na condição clínica incomoda mais do que a própria lesão medular, pois, quando presentes, as lesões cutâneas podem impedir a realização de uma série de atividades, como a hidroterapia, alguns exercícios de fisioterapia e a equoterapia (quando a lesão surge em ísquios e sacro, por exemplo).

As atividades laborais também podem estar comprometidas, já que o paciente apresenta muitas vezes um mal estar generalizado decorrente das alterações clínicas causadas pelas úlceras. Além disso, as consequências emocionais muitas vezes influenciam a vida social do paciente, que passa a não querer mais sair de casa ou receber visitas, porque as feridas podem apresentar mau cheiro ou porque os curativos ficam visíveis.

Os tratamentos disponíveis hoje variam desde medicamentos anti-sépticos e antibióticos tópicos até o desbridamento (retirada cirúrgica do tecido necrosado). Os curativos devem ser trocados com frequência para evitar a formação de umidade, que pode prejudicar o processo cicatricial, e para evitar novos pontos de pressão. Mas, nesse caso, o famoso ditado popular é verdadeiro: é mesmo melhor prevenir do que remediar.

Fontes:
- http://www.lesaomedular.com/

quarta-feira, 11 de novembro de 2009

AGENDA DA ADET - OUTUBRO - 2009 - E USO DO CARRO DA ENTIDADE/LAR DO IDOSO.



* PLANTÃO NA SEDE 20 DIAS.

* 04 Semanais Programas de Rádio.

* 04 Aulas Semanais no Centro de Inclusão Digital ADET e Vagas para mais quatro.

* Pintamos as Fachadas da Sede da Entidade.

*Encaminhamos a Renovação de 06 passes Livres Interestaduais.

02/10 – duas viagens a serviço do Lar do Idoso.

03/10 – Reunião dos moradores do bairro da fatia I, II e COHAB (AUNIFIC). Palestra com o tema: Combate a Hanseníase.

05/10 – Viagem a serviço do Lar do Idoso trazer pacientes p/ psiquiatra.

08/10 – Diretores foram olhar terreno p/ futura sede ADET, futura compra.

09/10 – buscar e levar alunas p/ escola de informática.

10/10 – buscar e levar diretores p/ reunião mensal ordinária de diretoria.

16/10 – buscar alunas para escola de informática.

16/10 – visita ao sócio Gilson Ferreira / Riacho do Gado.

22/10 – visita semestral da Diretoria ao Hospital com o intuito de evitar futuras deficiências.

23/10 – buscar e levar alunas da aula de informática.

24/10 – comemoração de 25 anos do A.A.

24/10 – viagem a serviço Lar do Idoso (buscar sócia da ADET, Terezinha Prima e levar em casa).

27/10 – reunião Mensal do CMS (Conselho Municipal de Saúde).

29/10 – viagem com associada para resolver assuntos da sua aposentadoria.

30/10 – buscar e levar alunas da escola de informática.

31/10 – Posse dos novos conselheiros tutelares.

sábado, 7 de novembro de 2009

O QUE SÃO AS AÇÕES DE PREVENÇÃO DE DEFICIÊNCIAS?

O que são as ações de prevenção a deficiências?
São as atitudes que podemos tomar para evitar ou minimizar o impacto das deficiências nas pessoas, sejam elas físicas ou sensoriais.
Em que momento as atitudes preventivas devem ser realizadas?
Sempre. A prevenção é uma medida que tem de ser tomada em todos os momentos da vida. Ela começa com o feto ainda na barriga da mãe - o pré-natal é a primeira atitude de prevenção de deficiências - e continua até o fim da vida, por meio do controle de doenças e reabilitação.

A prevenção de deficiências é subdividida em três frentes de atuação, que são elas:
Definição da lei
• Primária: desenvolvida por meio de ações de promoção da saúde e de proteção da integridade física e psíquica dos cidadãos
• Secundária: desenvolvida por meio da detecção, diagnóstico, prevenção de incapacidades e intervenção precoce.
• Terciária: desenvolvida por meio de ações destinadas a limitar ou reduzir a deficiência do indivíduo.
Definição interpretada
• Prevenção primária: não permitir a ocorrência de deficiências
• Prevenção secundária: uma vez instalada a deficiência, iniciar o processo de reabilitação o mais rapidamente possível, a fim de minimizar complicações e criar situações de melhora;
• Prevenção terciária: proporcionar atendimento digno, decente e adequado às pessoas com deficiência.

PREVENÇÃO:
Eritroblastose Fetal ou Doença Hemolítica do recém nascido
O que é: Incompatibilidade sangüínea (fator RH) entre o sangue materno e o sangue fetal.

Prevenção: A mãe deve fazer o acompanhamento pré-natal e, conjuntamente com o pai, realizar o exame de sangue para determinar o fator RH de ambos e iniciar uma intervenção caso seja necessário.

Síndrome de Down
O que é: Um atraso no desenvolvimento, das funções motoras do corpo e das funções mentais, o bebê é pouco ativo e molinho o que se denomina hipotonia.

Prevenção: Com os portadores da Síndrome de Down deverão ser desenvolvidos programas de estimulação precoce que propiciam seu desenvolvimento motor e intelectual, iniciando-se com 15 dias após o nascimento.

Fenilcetonúria
O que é: Caracterizada pela falta de uma enzima em maiores ou menores proporções, que impede o organismo de metabolizar e eliminar o aminoácido fenilalanina. Este, em excesso no sangue é tóxico, atacando principalmente o cérebro, o que pode causar uma deficiência intelectual. É hereditária.

Prevenção: Procure um serviço de aconselhamento genético (quando houver casos na família). Faça o teste do pezinho. Controle alimentar com dieta especial à base de leite e alimentos que não contenham fenilalanina, sob rigorosa orientação médica.

Hipotiroidismo Congênito
O que é: Doença causada pela falta de enzima, impossibilitando a produção do hormônio tireoidiano, que regula o crescimento e desenvolvimento de todo organismo - inclusive do cérebro.
Prevenção: Procure um serviço de aconselhamento genético (quando houver casos na família). Faça o teste do pezinho. Administração de hormônio tireoidiano, sob rigoroso controle médico.


Deficiência Auditiva
O que é: dificuldade ou incapacidade de ouvir. Em crianças acarreta graves conseqüências em relação à aquisição e ao desenvolvimento da fala e da linguagem.
Prevenção: Avaliação audiológica do recém-nascido. O teste é feito com o bebê dormindo, sem incomodá-lo e não dura mais do que 10 minutos. Não é necessário utilizar o sangue do bebê, não corta, não usa injeção. O método é acústico, é utilizado um pequeno fone de ouvido acoplado ao computador, que emite sons de fraca intensidade e capta a resposta das células. O sucesso da reabilitação depende da detecção e da habilitação precoce.

Toxoplasmose
O que é: Processo infeccioso que durante a gravidez pode causar sérios comprometimentos ao feto, como hidrocefalia, microcefalia, lesões cerebrais, cegueira etc.

Prevenção: Realizar exames de sangue para detectar sífilis e toxoplasmose. Essas doenças podem causar deficiências severas.

Rubéola
O que é: A rubéola é causada por um vírus, sendo responsável por sérios danos no feto, se contraído pela gestante, inclusive neurológico. Pode causar deficiências cardíacas, auditivas, microcefálicos, lesão cerebral, convulsões etc.
Prevenção: Vacina contra a Rubéola.



Encefalopatia crônica não progressiva (paralisia cerebral)
O que é: enfermidade caracterizada por um conjunto de perturbações motoras e sensoriais estacionárias, não progressivas, resultantes de uma lesão no tecido nervoso do cérebro.

Prevenção: Acompanhamento pré-natal.

Doenças que podem causar deficiência visual e cegueira
• Tracoma
• Oftalmia neonatal (causada pela falta de cuidados nos pós-parto);
• Xeroftalmia, causada pela falta de vitamina A e agravada pela desnutrição).
• Fibroplasia retrolental - causada pela alta concentração de oxigênio nas incubadoras.

Outras ações de prevenção importantes:

1. DURANTE A GRAVIDEZ
• Consulte um médico obstetra mensalmente;
• Faça exames de controle, se não o fez antes de engravidar;
• Só tome remédios que o médico lhe receitar;
• Faça uma alimentação saudável;
• Não se exponha ao Raio X ou outro tipo de radiações;
• Não fume, não ingira bebidas alcoólicas ou drogas;
• Evite contato com pessoas que tenham doenças infecciosas.
• Faça questão de ter seu filho em um hospital, com a presença de um obstetra e pediatra.

2. DEPOIS DO NASCIMENTO
• Exija que sejam feitos testes preventivos de seu bebê do tipo: APGAR - teste realizado no bebê ao nascer. Avalia o bem-estar do bebê ao nascer e possíveis riscos a vida. Teste do Pezinho - teste realizado com o bebê para detectar a Fenilcetonúria e Hipotiroidismo congênito.
• Amamente seu filho. O aleitamento protege o bebê de muitas doenças;
• Leve seu filho mensalmente ao pediatra, durante seu primeiro ano de vida;
• Uma boa alimentação é muito importante, peça orientação ao pediatra das Unidades Básicas de Saúde.
• Não dê remédios a seu filho sem orientação médica;
• Vacine seu filho contra Tuberculose (BCG), Paralisia Infantil (SABIN), Difteria - Tétano e Coqueluche (tríplice), Sarampo, Rubéola e Meningite;
• Evite acidentes domésticos, mantenha as crianças longe do fogo, álcool, objetivos cortantes, tomadas com eletricidade;
• AME SEU FILHO, A FALTA DE AFETO O PREJUDICA;
• Se, infelizmente, o bebê nascer com algum tipo de deficiência, procure iniciar o quanto antes o tratamento. É essencial a estimulação.

3. ADULTOS

• Adote um estilo de alimentação saudável.
• Faça atividades físicas regularmente
• Realize rotineiramente teste de glicemia para detectar diabetes
• Meça sua pressão arterial regularmente, principalmente se você for hipertenso ou existirem casos de hipetensão em sua família.
• Faça acompanhamento médico de rotina e o controle de diabetes ou hipertensão.
• Procure atividades que estimulem a mente e o raciocínio
• Evite situações que causem estresse e esgotamento nervoso
• Vacine-se.

Fonte: Portal da Mara Gabrilli.

quinta-feira, 5 de novembro de 2009

NOVAS SOLUÇÕES PARA VOTO DE DEFICIENTES.

Depois de ter experimentado nas eleições legislativas um interface aúdio-táctil, no próximo Domingo o CERTIC vai usar dois novos sistemas para pessoas com deficiência motora e deficiência visual.

A experiência deverá ter lugar na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, na Escola EB1 N.º 2 de Vila Real (Bairro S. Vicente de Paula), durante as eleições autárquicas que se realizam no próximo Domingo, dia 11 de Outubro.
O CERTIC - Centro de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Vila Real, vai convidar os eleitores novamente a simular o acto de voto em situação de incapacidade, depois de terem já exercido o seu voto, com o objectivo de experimentar as novas soluções desenvolvidas.
Uma das experiências consiste numa aplicação informática que permite que o voto seja impresso numa impressora, com uma cruz desenhada manualmente e depois digitalizada. Semelhante à solução usada na Eslovénia nas passadas eleições europeias, este sistema pode ser usado por pessoas com deficiência motora ou pouca destreza manual já que a interacção é feita tocando em apenas dois botões, um para navegar na lista de partidos e outro para fazer a selecção.
Esta mesma solução pode ser usada também por pessoas cegas ou com baixo nível de visão, tal como o segundo sistema que será testado, que se baseia numa experiência realizada nos EUA com material não electrónico. O Vote-PAD tem uma matriz transparente que é colocada por cima do boletim de voto e que possui apenas uns pinos ou bolas ao lado de recortes coincidentes com as quadrículas do boletim de voto.
A informação sobre a ordem dos partidos no boletim (que será contada tacteando os pinos ou bolas) pode ser fornecida com um gravador de áudio ou leitor de CDs, com texto ampliado ou em Braille