quinta-feira, 5 de novembro de 2009

NOVAS SOLUÇÕES PARA VOTO DE DEFICIENTES.

Depois de ter experimentado nas eleições legislativas um interface aúdio-táctil, no próximo Domingo o CERTIC vai usar dois novos sistemas para pessoas com deficiência motora e deficiência visual.

A experiência deverá ter lugar na freguesia de Nossa Senhora da Conceição, na Escola EB1 N.º 2 de Vila Real (Bairro S. Vicente de Paula), durante as eleições autárquicas que se realizam no próximo Domingo, dia 11 de Outubro.
O CERTIC - Centro de Engenharia de Reabilitação e Acessibilidade, da Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro (UTAD), em Vila Real, vai convidar os eleitores novamente a simular o acto de voto em situação de incapacidade, depois de terem já exercido o seu voto, com o objectivo de experimentar as novas soluções desenvolvidas.
Uma das experiências consiste numa aplicação informática que permite que o voto seja impresso numa impressora, com uma cruz desenhada manualmente e depois digitalizada. Semelhante à solução usada na Eslovénia nas passadas eleições europeias, este sistema pode ser usado por pessoas com deficiência motora ou pouca destreza manual já que a interacção é feita tocando em apenas dois botões, um para navegar na lista de partidos e outro para fazer a selecção.
Esta mesma solução pode ser usada também por pessoas cegas ou com baixo nível de visão, tal como o segundo sistema que será testado, que se baseia numa experiência realizada nos EUA com material não electrónico. O Vote-PAD tem uma matriz transparente que é colocada por cima do boletim de voto e que possui apenas uns pinos ou bolas ao lado de recortes coincidentes com as quadrículas do boletim de voto.
A informação sobre a ordem dos partidos no boletim (que será contada tacteando os pinos ou bolas) pode ser fornecida com um gravador de áudio ou leitor de CDs, com texto ampliado ou em Braille

Nenhum comentário: