quinta-feira, 14 de julho de 2011

A DÚVIDA DA CAPACIDADE


4 de julho de 2011 | Postado por:Rodrigo Almeida Categoria:

Muitas vezes, a pessoa com deficiência tem que se deparar com uma situação: a de quando a sua capacidade é contestada.

Embora não seja um pensamento predominante, existem pessoas que acreditam que uma pessoa com deficiência não seja capaz de realizar as mais diversas tarefas que integram o cotidiano, seja estudar, se divertir ou viver plenamente em uma sociedade.

Mas uma pessoa com deficiência é capaz de realizar as suas atividades. Estão aí, por exemplo, pessoas como Herbert Vianna e Marcelo Rubens Paiva, respectivamente músico e escritor, cadeirantes, que não me deixam mentir.

Agravantes

A falta de confiança na capacidade das pessoas com deficiência pode gerar alguns sintomas, como a falta de oportunidades. No mercado de trabalho, algumas empresas têm resistência em contratar tais pessoas, o que indiretamente pode revelar a dúvida em relação a real capacidade delas.

No ambiente escolar, ainda é possível ouvir reclamações de pais ou responsáveis de crianças com deficiência sobre a recusa de uma escola em receber o aluno, o que também permite a interpretação de que a instituição não acredita que o aluno tenha a capacidade de convivência naquele ambiente. Aqui no Guia Inclusivo já falamos que uma escola não pode recusar um aluno com deficiência, pois a constituição garante que a escola é para todos.

Nova mentalidade

Apesar de o pensamento acima ainda existir em uma parte da sociedade, outra parte apresenta um pensamento aberto, ressaltando que as pessoas com deficiência podem viver uma vida comum.

Um ótimo exemplo disso é o caso da garota Letícia Cerqueira dos Santos. Ela foi diagnosticada com câncer e teve a hipótese de amputação de uma das pernas levantada pelos médicos. Ao receber a notícia, a adolescente de 15 anos disse “tem tanta gente que está de cadeira de rodas sendo feliz, trabalhando, fazendo faculdade. Por que não posso ser feliz assim também? Então, com a perna ou sem a perna, para mim tanto faz”. A história desta garota foi contada na edição de ontem do programa “Fantástico”, da Rede Globo.

É verdade que a vida de uma pessoa com deficiência possui diversas limitações, mas, de um jeito ou de outro, elas podem ser amenizadas e até superadas, mas negar oportunidades a tal pessoa por este motivo é um equívoco.

Por isso, é importante que haja mais confiança na capacidade das pessoas com deficiência, para que elas possam ter cada vez mais oportunidades e participar cada vez mais ativamente da sociedade.

Fonte: http://www.guiainclusivo.com.br/2011/07/duvida-da-capacidade/

Nenhum comentário: