segunda-feira, 12 de novembro de 2012

GOVERNO FEDERAL ANUNCIA R$ 1,8 BI PARA OBRAS DE PREVENÇÃO DA SECA

De Mellyna Reis para o NE10/Bahia
O Ministro da Integração Nacional, Fernando Bezerra Coelho, confirmou nesta tarde, o investimento de R$ 1,8 bilhões para obras de prevenção da seca, considerada pelo governo federal a pior dos últimos 40 anos. Os recursos foram anunciados na reunião do Conselho Deliberativo da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene), em um hotel na praia de Itapoã, litoral de Salvador. A verba será destinada a 77 obras para aumentar a oferta de água no Nordeste e norte de Minas Gerais.

O encontro conta com a presença dos governadores do Nordeste, o governador em exercício de Minas, e a presidente Dilma Rousseff, que esteve hoje cedo no município de Malhada, Sudoeste da Bahia, onde participou da cerimônia de inauguração da Adutora do Algodão. A verba anunciada servirá para contruir e ampliar adutoras, barragens, sistemas de abastecimento e outros empreendimentos para evitar os danos provocados pelos períodos de estiagem prolongada. Durante a reunião, os governadores assinaram termos de compromisso para início das obras.


O Ministério da Integração Nacional vai disponibilizar R$ 1,06 bilhão em 33 empreendimentos, enquanto os R$ 656,2 milhões serão liberados pelo Ministério das Cidades (MCidades) para outras 22 obras. A Funasa vai contemplar mais 22, com R$ 108 milhões de investimento. A execução será feita pelos estados e município e a supervisão das obras ficará a cargo da Caixa Econômica Federal. De acordo com o governo federal, está é a primeira parte de uma lista que prevê investimento total de R$ 3 bilhões em prevenção contra a seca.

CAMPANHA - Antes da reunião começar, os governadores almoçaram com a presidente no hotel e seguiram para o auditório. Apenas Cid Gomes, do Ceará, conversou com a imprensa e voltou a insistir no nome do pernambucano Eduardo Campos para vice-presidência em 2014.
 
 
Fonte: Nill Júnior

Nenhum comentário: