quinta-feira, 8 de agosto de 2013

ONG DE COMBATE À CORRUPÇÃO DIZ QUE 92% QUEREM REFORMA POLÍTICA COM CONSULTA POPULAR

O coordenador do grupo da reforma política na Câmara, deputado Cândido Vaccarezza (PT-SP), reuniu na manhã desta quinta–feira (8) representantes de entidades sindicais e de movimentos da sociedade civil para debater o tema.

Em parceria com a OAB (Ordem dos Advogados d Brasil), o diretor do MCCE (Movimento de Combate a Corrupção Eleitoral), Márlon Jacinto Reis, disse que 92% dos brasileiros querem que a reforma política seja de iniciativa popular.
Ele apresentou os resultados de pesquisa encomendada ao Ibope pelo movimento e pela Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) para saber a avaliação da população sobre o tema. "Esse dado significa que a sociedade não está muito confortável em delegar a tarefa para setores considerados diretamente interessados, que são os detentores dos mandatos", 
O MCCE, grupo que participou da elaboração da Lei da Ficha Limpa, defende a redução de custos das eleições, a diminuição do número de candidatos para cargos no Legislativo e proibição de doações por empresas a candidatos ou partidos políticos e a permissão para que debates eleitorais comecem antes do período eleitoral, entre outras.
Em sua exposição aos parlamentares Márlon Jacinto Reis, se restringiu a demonstrar sua preocupação com o que chamou de "crise de representação" da sociedade em relação aos políticos que compõem o parlamento. A fala dele teve apoio de todos os presentes.
 
 
Fonte -  Nill Júnior em 08-08-2013 

Nenhum comentário: