sexta-feira, 9 de agosto de 2013

PREFEITO ESCALA SECRETÁRIO DE ADMINISTRAÇÃO PARA EXPLICAR GASTOS COM A SAÚDE

O Secretário Flávio Marques de Administração, foi escalado pelo Prefeito Sebastião Dias para responder aos vereadores da oposição Marcos Crente, Djalma das Almofadas e Val do Bar que cobram explicações do governo pelos gastos de 6,2 milhões com saúde de janeiro até agora. Os vereadores chegaram a ameaçar o prefeito com uma CPI se o governo não justificar as despesas. Anchieta Santos

Publicado em Política | Deixar um comentário

Mesmo em pé de guerra vereadores da oposição em Tabira se unem e cobram explicações do governo Sebastião Dias que já gastou mais de 6,2 milhões na saúde

Diante da possibilidade de seguir Val do Bar(PRB) que renunciou a 2ª secretaria da mesa diretora da Câmara de Tabira, o vereador Djalma das Almofadas disse esperar uma reunião com o Presidente Zé de Bira para em seguida tomar uma decisão. Falando a Rádio Cidade FM ontem os vereadores Val e Djalma mostraram o descontentamento com a condução da casa dada pelo Presidente. Val voltou a cobrar a promessa de Zé de Bira de economizar para que o dinheiro seja utilizado na aquisição de um ônibus para os U niversitários. Disse que a explicação do Presidente sobre receita e despesa não convenceu e tem certeza que fez bem em renunciar. E até rebateu o colega de oposição Sebastião Ribeiro que agora é o 2º secretario por este ter dito que a Prefeitura é que deve adquirir o coletivo e não a câmara, esquecendo que o compromisso foi assumido com os estudantes. Val declarou que aceita até a redução do salário para economizar e comprar o ônibus. Hoje o salário bruto de vereador em Tabira é de R$ 5.200,00. Já o vereador Djalma disse que Zé de Bira foi infeliz em afirmar que o mal estar teria sido gerado depois que admitiu que disputaria o mandato de prefeito. Djalma disse que quem define é o povo e ele mesmo poderá ser candidato numa majoritária. Já o vereador Marcos Crente tentando conciliar, disse que Zé de Bira está presidindo a Câmara corretamente e pediu a compreensão dos colegas. Marcos disse ainda que a compra do ônibus não está descartada. Na con dição de líder da oposição, Marcos Crente aproveitou para ameaçar o governo Sebastião Dias com uma CPI caso a administração não explique onde gastou 6 milhões 271 mil reais até agora. E a crise na saúde continuacom  falta de remédio para diabéticos, contratou médicos sem ter onde trabalhar. Ao final ficou definido que se hoje alguém da administração não for a Rádio Cidade explicar onde todo este dinheiro foi utilizado a oposição que tem maioria vai sugerir a instalação de uma CPI.
Anchieta Santos

Nenhum comentário: