terça-feira, 3 de setembro de 2013

ONTEM DIA 02/09/2013 - EMPRESÁRIO E 1º SUPLENTE DE VEREADOR DICINHA DO CALÇAMENTO FOI ENTREVISTADO NO PROGRAMA TARDE TOTAL DA RADIO TABIRA FM COM LÉO BRASIL.



Veja na íntegra.

Ontem dia 02/09/2013, o empresário e 1º suplente de Vereador Dicinha do Calçamento foi entrevistado no Programa Tarde Total da Radio Tabira FM, com Léo Brasil 

Dicinha do Calçamento iniciou a sua entrevista saudando aos radio ouvintes, sua esposa Amanda (presente) e seus familiares (especialmente, seu pai e mãe), trabalhadores e amigos.

Lembrou que a primeira entrevista que deu foi na radio Tabira FM, enaltecendo o valor desta emissora para a sociedade Tabirense.

Dando início às perguntas, o comunicador Léo Brasil, indagou Dicinha sobre vários assuntos, dentre eles:

Dicinha, a que você atribui não ter vencido as eleições 2012 para vereador? E Dicinha de pronto respondeu que foi por falta de experiência política,

Perguntou se ele tinha planos para uma nova candidatura? E Dicinha falou que tinha sim vários planos e projetos para 2016 e está trabalhando com este objetivo, e dessa vez chegaremos lá.

Se você tivesse sido eleito, quais seriam seus projetos para a população de Tabira? Dicinha disse que mesmo sem ser eleito, um dos seus maiores projetos e objetivos é ajudar o prefeito sair da crise que enfrenta, citando as dificuldades enfrentadas nesse começo de administração do atual prefeito Sebastião dias, disse ainda que pensa num projeto que ajude a todos os Tabirenses e que fará isso ao lado do prefeito, e citou algumas obras inacabadas, como a creche da quadra de esporte, por exemplo, falou também do sonho (dele) e dos tabirenses que será concretizado em breve, citando a reforma do hospital municipal e construção do fórum.

Dicinha disse ainda que tem um sonho de infância, que é construir creche em todos os bairros para as crianças carentes, possibilitando assim que os pais trabalhem...

O comunicador Léo Brasil continuou perguntando: Dicinha, a que se deve essa mudança repentina de Dicinha do calçamento e família para o lado do atual prefeito Sebastião Dias, tendo em vista que você foi bem sucedido na gestão passada, qual foi o motivo dessa mudança, você recebeu dinheiro? E Dicinha respondeu que não recebeu dinheiro e ainda disse que o prefeito Sebastião Dias não é homem de comprar ninguém é muito direito e minha família só aceitou que eu passasse para o lado do atual prefeito, porque foi tirada a realidade que ele é um homem muito honesto e finalmente todos realmente quiseram a mudança, e não podemos parar no tempo, ainda disse que pelo pouco que conhece o atual prefeito ele vai trazer o progresso para essa cidade e todos irão ver que (ele) fez a melhor opção, ter mudado na hora certa.

Dicinha existe um comentário na época quando Dinca ainda era prefeito, que você fazia calçamento com a firma dele, é verdade? E Dicinha respondeu que esse é mais um comentário sem fundamento e isso nunca existiu, e não é porque sou adversário político dele que iria falar mal ou falsificar informações, todos que entendem da lei sabem que prefeito nenhum pode usar sua firma na cidade em que exerce o cargo de prefeito.


Dicinha, você foi perguntado sobre a demora do prefeito Sebastião Dias começar as obras no município, é verdade? Dicinha disse que isso não é perguntado só a ele, mas a todos da família e partidários do prefeito, mas a minha resposta é o que está acontecendo e é notório a todos das pendências que ficaram da gestão passada e que o prefeito precisa resolver isso para que possa o município receber os convênios devidos, mas a resposta para essas perguntas é que já foi realizada a licitação do hospital, como falei a várias pessoas que ia sair, e dia 11/09 haverá a licitação dos calçamentos que acredito, seja uma das obras mais esperadas na pelo povo,perguntado se sabe quais ruas serão calçadas, Dicinha disse não saber exatamente, mas ouviu falar alguma rua no riacho do gado, bairro de Fátima, no bairro das missões e outras ruas, e disse que sua empresa irá concorrer na licitação,e se deus quiser vamos mostrar serviço, não deu pra fazer antes pelas pendências anteriormente faladas.

Perguntado como anda a sua relação com o ex-prefeito Dinca Brandino, Dicinha disse: a nossa reação é igual a de todos, passou a política, ele cuida das coisas dele, eu das minhas, sempre que nos encontramos nos cumprimentamos (oi, oi) tem algumas criticas, mais isso faz parte da política, especialmente no nosso município, não tenho nada contra ele, apenas estamos de lados opostos.

Ouvi comentários de que sua família está 100% (cem por cento) com o prefeito Sebastião dias, mas acho ser exagero da sua parte, porque seu tio Juvino e sua tia Lala, disse não votam mais em você por ter mudado de palanque, é verdade?  Léo, eu gostaria de mandar um abraço ao meu tio Juvino e minha tia Lala que estão na escuta. Eu vejo alguns comentários nesse sentido que eles não me acompanham mais politicamente, mas isso nunca vai impedir que eu continue amando eles, você sabe família é tudo, e tio Juvino é uma pessoa de bom coração, é o meu segundo pai e eu o considero muito, ainda mais quando ouvia meu pai contar o acolhimento que ele dava a todos precisavam quando morava no rio de janeiro, são exemplos de família como esse, firma o nosso caráter, e se fosse pra mi escolher entre a política e minha família, com certeza, escolheria a família, especialmente meu tio Juvino e filhos e tia Lala, mais eles irão ver daqui pra frente o trabalho do prefeito e quem sabe eles podem até nos apoiar politicamente no futuro. Sempre que nos encontramos nos abraçamos que os amo de coração.

Realmente falei na radio cidade que minha família estava 100% com Sebastião Dias, mas em política não existe cem por cento, mas 99% por cento da minha família estão sim do nosso lado.

No segundo bloco do programa, o comunicador Léo Brasil, continuou perguntando a Dicinha do calçamento:

Se você fosse vereador hoje, aprovaria ou reprovaria as contas do ex-prefeito Dinca Brandino? Dicinha respondeu: agente tinha de discutir com os pares da casa e dependendo das contas, porque as passadas já foram reprovadas e dependendo das circunstâncias, eu tinha de analisa-las pra ter o conhecimento pra saber o que estava aprovando ou desaprovando, ouvindo primeiro minha bancada, (claro).

Dicinha ouviu comentários de que você mesmo sem ser vereador continua empregando pessoas na sua firma do calçamento? Como anda o seu lado empresário, continua trabalhando em outras cidades na área do calçamento? Dicinha disse que agradece a deus todos os dias pela coragem de trabalhar com as pessoas de tabira, no momento está fazendo alguns calçamentos particulares e citou o posto de Cleonacio, há alguns meses, a casa de Wallace, em frente a casa de Gira, de Aldo Santana e outros, trabalho esse com pedras-rachas, graças a deus durante esses 20 anos que trabalho no calçamento, não parei de trabalhar, depois da campanha os trabalhos triplicaram, em outras cidades como Jabitacá, afogados e outras, estamos com serviços previstos para a cidade da ingazeira e outros serviços particulares, infelizmente nem todos os meus funcionários são de Tabira, como eu gostaria, porque temos de atender a pedidos de empregos dos donos dos serviços, mas cerca de 80% dos trabalhadores, são daqui da nossa cidade, inclusive vamos em três carros para as cidades vizinhas e certa vez numa emergência para terminar um calçamento na cidade de afogados, um dos carros quebrou e eu pra não quebrar meu compromisso, cheguei a levar uma vez uns funcionários num reboque, fui criticado e entendi que foram criticas construtivas, e até agradeço a pessoa que me alertou sobre o perigo de tal transporte, mas prometo nunca mais fazê-lo. Mais queria dizer que sempre abastecemos os nossos carros em tabira, e levamos também a comida daqui para que o dinheiro ganhamos circule dentro do nosso município.

Atualmente temos 68 funcionários em média e gostaríamos de empregar mais pessoas, infelizmente no momento não é possível, mas quem sabe num futuro próximo podemos mudar isso. Estamos trabalhando para isso (disse).

Sobre a minha relação com o prefeito de afogados da ingazeira é ótima, inclusive venho trabalhando com calçamento naquela cidade desde o mandato de Giza Simões, passando por dois mandatos de Totonho e continuo agora com patriota.

Dicinha, você continua filiado ao PSB, mesmo depois do racha com o ex-prefeito Dinca, pretende mudar de partido ou não? Já foi assediado por outros partidos pra mudar de legenda? Dicinha respondeu que tem esperança que Sebastião Dias tome conta do PSB dentro de Tabira, até pela sua boa amizade com o governador Eduardo campos, e disse que já foi assediado por outros partidos, houveram vários convites, mais no momento está a disposição do atual prefeito Sebastião Dias, ele é quem vai decidir porque estamos juntos e parceria é isso.

Dicinha disse ainda que já tem contatos para as eleições 2014 para deputado estadual, já teve conversas e irá seguir o deputado de prefeito Sebastião que é Antonio Morais, e que irá fazer uma política muito bonita para deputado, sem brigas ou desavenças.

O comunicador Léo Brasil, perguntou à Dicinha: li nos blogs, que a mais ou menos um mês atrás aconteceu uma reunião na sua casa com a presença do prefeito Sebastião dias e se essa reunião tinha sido pra confirmar o seu apoio ao prefeito, é verdade? Dicinha disse que foi pra acabar com comentários, em cidade pequena... Sabe como é... Algumas pessoas diziam que meu irmão Titabar não estava com o prefeito, e pra desmentir isso e também para o prefeito conhecer a minha família e como cada um via administração, inclusive a minha mãe afirmou o seu voto (nele) e inclusive também tive muito o apoio da minha mãe para passar para o palanque de Sebastião. Dicinha disse também que sempre foi amigo do prefeito mesmo transitando em legendas diferentes.

Dicinha disse ainda que o governo não começou tão bem, por motivo do endividamento do município, mas respondendo a criticas de que eu não ia conseguir nada lá, minha mãe afirmou: “meu filho não quer trabalho, quer apoiar o prefeito e ser conhecido na cidade, como uma pessoa que quer o bem do povo”.

Dicinha ainda disse para aqueles que pensavam que o prefeito não ia trabalhar que podem mudar de ideia, que ele vai começar (arrebentar) a partir de agora.

No terceiro bloco do programa, dicinha foi perguntado pelo comunicador Léo Brasil, sobre a polêmica do calçamento da chácara do prefeito Sebastião dias, e disse que leu em alguns blogs, você está fazendo calçamento particular e que o pagamento era feito pela prefeitura, isso é verdade ou não? Dicinha respondeu que tem como provar que tal coisa nunca aconteceu e ainda afirmou “nesse governo não” agente fez o trabalho com honestidade, e afirmou que a cerca de dois anos atrás o prefeito queria fazer esse piso de racha que é três vezes menos o preço, e o filho do prefeito entrava em contato comigo e devido a outros trabalhos e o período da política só agora podemos realizar esse trabalho, o trabalho foi realizado e o prefeito pagou com dinheiro do próprio bolso. E disse que quando se é prefeito, acontece comentários mentirosos como esse e outros mais.

Respondendo as perguntas do público:

Dicinha disse ainda que realizou todos os sonhos de infância, disse ainda que trabalha de dia e estuda a noite para que possa trazer dias melhores para sua vida.

Carlos do riacho do gado perguntou: Dicinha se você fosse vereador o que faria com a atual questão da falta d’água? E Dicinha respondeu que faria o que o prefeito Sebastião Dias estava fazendo naquele momento disse: me uniria com todos, independentemente de cores partidárias, e ia atrás das autoridades para resolver o problema (no momento da pergunta o prefeito estava em Carnaíba num encontro com o governador Eduardo campos, para resolver exatamente o problema da água), e terminou afirmando que com a sede da população não se brinca.

Dicinha disse ainda que coloca a mão no fogo pelo prefeito Sebastião Dias.

Perguntado sobre a nota que daria a Câmara municipal de vereadores, Dicinha deu nota: 4,5 (quatro e meio)

E perguntado sobre a nota que daria ao governo Sebastião Dias, se não fosse do palanque do prefeito, Dicinha respondeu nota 9,5 (nove e meio) e justificou que como aconteceu com Sebastião Dias nas pesquisas, que no inicio tinha, 4% por cento e acabou ganhando a eleição, a mesma coisa irá acontecer na gestão que teve dificuldade no começo (por motivos já ditos) e a partir de agora as obras vão com certeza aparecer, com as licitações que estão acontecendo.

Agradeceu a família, especialmente a sua mãe, pelo incentivo e força que recebe no dia-a-dia.

E encerrou pedindo a população de Tabira pra se unirem em torno do problema falta d’água, porque só assim fazendo obteremos melhor atenção das autoridades e enfrentaremos com mais forças esse problema que é de todos. 

Nenhum comentário: