segunda-feira, 22 de maio de 2017

PREFEITURA DE TABIRA CONCLUI MAIS UM CALÇAMENTO E OUTRO INICIA COM RECURSOS PRÓPRIOS


Os moradores da Rua Valdeci Antonio do Amaral, no Bairro de Fátima, já estão comemorando a conclusão da pavimentação em paralelepípedo. Nessa rua a secretaria de Obras fez um grande serviço na rede de esgoto e após a conclusão a gestão fez o calçamento.
A Travessa Santa Águida faz o cruzamento com a Rua Valdeci Antonio e também teve seu serviço de calçamento iniciado. Com recursos próprios, o prefeito Sebastião Dias autorizou a obra. Da Assessoria de Comunicação
rua 1rua 2rua 3

Fonte: radar.com

ENGENHEIROS VISITAM TERRENO DO NOVO FÓRUM EM TABIRA

Na manhã dessa quarta-feira (17), os engenheiros Thiago Nunes, Paulo Luiz e Marco Lira estiveram visitando o terreno onde será construído o novo Fórum do município de Tabira.
Acompanhou a visita o secretário de Obras, Cláudio Alves, o diretor de Planejamento, Rubens Espíndola, o representante do Jurídico Municipal, Cícero Mascena, e o vereador Líder do Governo na Câmara, Marcílio Pires.
Após a passagem pelo terreno todos foram para a Prefeitura de Tabira onde o projeto foi debatido e apresentado. Tabira terá um dos fóruns mais modernos do Estado, dentro de todas as especificações exigidas pela engenharia moderna.
“É motivo de muita alegria o que estamos vivendo agora. Sem dúvida uma das maiores conquistas do Governo Sebastião Dias”, comemorou Marcílio Pires. Cláudio Alves também elogiou o projeto e disse que o município e o Estado ganhará muito com a construção desse Fórum em Tabira.

PREFEITURA DE AFOGADOS COMEMORA REPASSE DE 1,5 MILHÃO PARA CENTRO DE REABILITAÇÃO FÍSICA


A “menina dos olhos” do Prefeito de Afogados da Ingazeira, José Patriota: assim pode ser definido o Centro Especializado em Reabilitação física, auditiva e visual – CER lll, que está sendo construído em Afogados da Ingazeira.
Não é para menos. A obra está em sua fase final de execução e representa um investimento de mais de 03 milhões de Reais apenas para a parte física. Quando concluída, vai atender 80 pacientes por dia, de Afogados e região. A unidade será a primeira do tipo em Pernambuco (algumas cidades possuem CER ll e CER IV).
“Essas pessoas, em grande parte crianças, não vão mais precisar se deslocar para buscar atendimento no Recife, em unidades como a AACD. Aqui teremos tudo que lá tem para atender bem pacientes com algum tipo de deficiência. É isso que me move a ser gestor, poder ofertar esses serviços ao nosso povo,” destacou o Prefeito José Patriota.
Segundo o Secretário de Saúde de Afogados, Artur Amorim, foi retirado ontem um dos empecilhos para que a inauguração ocorra o mais breve possível. O Ministério da Saúde repassou para a Prefeitura o valor de 1,5 milhão de Reais destinado à compra de equipamentos e mobiliário para a unidade. O dinheiro já está na conta. A previsão é que o CER lll seja inaugurado durante as festividades da emancipação de Afogados da Ingazeira.

quarta-feira, 17 de maio de 2017

NAOC COMEMORA DIA DAS MÃES EM GRANDE SUCESSO!



Neste (sábado) 14/05, O Núcleo Assistencial Orlando Celso (NAOC) viveu mais uma noite especial com a comemoração do Dias das mães, que aconteceu na Churrascaria e Restaurante A Casa Nordestina, onde foram recepcionadas 400 (quatrocentas) mães com um belo jantar e musicas ao vivo.

Tivemos como mestre de cerimônia à amiga Ângela Patrícia, que abriu o Evento com um breve histórico das ações do NAOC no município, entre (elas) “O dia das mães” que já é celebrado há 11 anos, e o nosso Poeta Maior e Patrimônio Vivo de Pernambuco que abrilhantou o evento com a sua presença e belas poesias sobre as Mães.

Tivemos também a passagem de fotos em telão de todos os trabalhos realizados pelo NAOC, como: Dia das Mães, Dia dos Pais, Dia das Crianças, Natal Solidário e outros trabalhos realizados na zona rural, junto a famílias carentes.

Tudo aconteceu num clima de muita harmonia e diversão, no final todas as mães receberam um belo presente, e um agradecimento especial, do Presidente do NAOC, O Sr. Joselito Rodrigues, que também fez questão de agradecer a todos os parceiros, dizendo que ninguém faz nada sozinho.

           
      Ao Amigo Joselito,
             O nosso muito obrigado!
             Seu presente e seu passado
             Traduz um gesto bonito...
             Tu és a voz do aflito...
             Demonstrada em bondade
             Porque sei que na verdade
             “A Felicidade explode
             No coração de quem pode,
             Promover Felicidade”!

        Por Heleno Trajano    
          Poesia: Heleno Trajano,
Mote do Poeta: Dedé Monteiro.
















quarta-feira, 3 de maio de 2017

COMPREENDENDO A FELICIDADE


- O que é a felicidade? É um estado de espírito? Ela é temporal ou atemporal?
Podemos encontrar inúmeras definições para essa palavra; mas com certeza, sempre ficarão lacunas.

Comumente, defini-se felicidade como: um estado afetivo ou emocional de sentir-se bem ou sentir prazer, associado a: bem estar, alegria, prazer sexual, contentamento, saúde, segurança, deleite, amor, etc.
Felicidade é geralmente correlacionada com a presença de eventos favoráveis (como uma promoção, um casamento, ganhar na loteria, etc) e ausência de problemas ou má sorte (como acidentes, ser demitido, divórcio, conflitos, etc).

Será que não existe ai uma grande confusão entre felicidade e alegria?

Apesar das mais variadas interpretações a cerca da felicidade, algo é certo e real; todos buscam a felicidade!
Vamos analisar alguns pontos acerca da felicidade, para que tenhamos discernimento a respeito dela.

- Felicidade: do grego "phelis", diz que uma pessoa é feliz quando possui o ar da graça, ou em total estado de euforia. Uma pessoa feliz é capaz de muitas coisas.
- Felicidade eufórica dentro de uma visão da ciência da psicologia, Phelis Xiddad Croniccus é uma doença que afeta pessoas que acham graça em tudo, possuem desvio de caráter e isso deve ser tratado por profissionais: psiquiatras.
- Felicidade para os romanos era uma divindade alegórica, representada na figura de uma rainha no seu trono, tendo em uma das mãos um caduceu (bastão em torno do qual se entrelaçam duas serpentes e cuja parte superior é adornada com asas) e na outra mão uma cornucópia (na mitologia era um vaso em forma de chifre, com frutas e flores que dele saíam em abundância e expressa um antigo símbolo da fertilidade e riqueza).
- Para Budah a felicidade acontece quando a pessoa enxerga seus defeitos e pode se transformar em algo melhor que ela queira. Toda vez que a pessoa reconhece um erro e se corrige, ela transforma a sua personalidade em algo melhor. E consequentemente está se afastando do que traz dor e vazio e juntamente com isso se aproximando da plenitude, da iluminação.
- No velho testamento um personagem bíblico de nome Jó, faz a seguinte referência: "Sobrevieram-me pavores; como vento perseguem a minha honra, e como nuvem passou a minha felicidade." (Jó 30:15) Na verdade Jó lamenta a sua situação de pobreza e de doenças, principalmente, a falta de proteção de Yavêh (Deus). Quando em sua mocidade vivia em plena abundância material, familiar e satisfação emocional.
- O apostolo Paulo era perseguido pelos judeus por expandir a fé cristã aos gentios, e mesmo assim estava feliz, veja o que ele diz diante de seus acusadores: "Tenho-me por feliz, ó rei Agripa, de que perante ti me haja hoje de defender de todas as coisas de que sou acusado pelos judeus;" (Atos 26:2)
- O salmista David também tem sua definição de felicidade, para ele ser feliz é estár debaixo da dependência de Deus: "Bem-aventurado aquele que teme ao Senhor e anda nos seus caminhos. Pois comerás do trabalho das tuas mãos; feliz serás, e tudo lhe irá bem." (Salmos 128:1-2)

Porém, cada pessoa tem sua forma de ver a felicidade! Necessariamente, a felicidade não se resume a bens materiais ou a satisfações emotivas; não podemos conjugá-la, apenas, como a alegria de realizações de nossos desejos, muito menos a nossa resignação em favor dos outros, pois felicidade é também senso de justiça própria.
Felicidade é antes de tudo a relação de amor que mantemos com Deus; mas também a consciência das nossas limitações e a aceitação da nossa condição real.

Ser feliz é poder olhar para dentro de nós mesmos e nos sentir bem com quem nós verdadeiramente somos, é amar os nossos semelhantes com o mesmo amor que gostaríamos de ser amado; é ter discernimento da nossa responsabilidade na construção de um mundo melhor e mais justo para todos; é a certeza de estarmos sempre aptos e encorajados a ajudar aos necessitados; é manter acesa a chama da esperança e da fé diante do niilismo que nos envolve; é se sentir confiante ao expressar uma vida verdadeira e transparente; é gerar nos outros esperança e bem estar; é saber que pode se doar sem pedir nada em troca; é ter segurança diante das adversidades; é irradiar a luz de Deus para que possa dirigir os caminhos daqueles que se encontram perdidos; é antes de tudo, estar debaixo da graça e do amor de Deus.