quinta-feira, 22 de junho de 2017

PREFEITURA ATENDE SOLICITAÇÃO DO VEREADOR DICINHA DO CALÇAMENTO.


Hoje 21/06, a prefeitura municipal está fazendo o tapa buracos da Avenida Raimundo Ferreira, esta foi uma solicitação do Nosso Vereador Dicinha do Calçamento, quando fez uso da tribuna na última segunda feira na Câmara Municipal de Vereadores.

Dicinha disse inclusive, que se fosse permitido e a prefeitura não fizesse, mesmo sendo de responsabilidade do Estado, Ele fazia do próprio bolso.

O nosso agradecimento, Vereador, toda População agradece, especialmente os usuários de veículos...

Um abraço de gratidão ao Vereador Dicinha do Calçamento.
"Juventude Com Atitude, Por mais Trabalho, Ação Social e Mais Saúde"



por Heleno Trajano.

sexta-feira, 16 de junho de 2017

A PAZ DE DEUS AOS QUERIDOS IRMÃOS E UM BOM DIA Á TODA POPULAÇÃO DA NOSSA QUERIDA TABIRA, ESPECIALMENTE AOS MORADORES DOS BAIRROS VIZINHOS AO NOSSO...


O nosso PH Birô de Serviços (Na Rua 02 nº 100 no final da Rua Bom Jesus Bairro João Cordeiro) como todos já conhecem, em breve estará de cara nova, passando a se chamar: Escritório de Serviços PAULO HELES E ASSOCIADOS, mais continuaremos prestando os melhores Serviços...
O nosso Muito obrigado, á todos os moradores e amigos dos Bairros: Dona Nair, João Cordeiro, São Pedro, Jureminha, Centro e Comunidades: Barro Branco I, Barro Branco II, Campos Novos, Jurema, Brejinho e finalmente todas e todos que usam os nossos serviços.
O meu agradecimento especial ao nosso Irmão Lucas, a Advogada Irmã Ângela Morais, Cooperador da CCB - Elias Pereira de Melo e O Vereador Dicinha do Calçamento pelo Patrocínio, Tanto ao nosso Escritório, como ao nosso Site/blog: www.trajandocidadania.com.br / https://www.facebook.com/heleno.trajano
Á todos, o nosso abraço de gratidão!
Escritório de Serviços - Paulo Heles e Associados.

Por: Heleno Trajano.

terça-feira, 13 de junho de 2017

VOCÊ CONHECE O TRABALHO DA ADET? SÃO 13 ANOS DE AÇÕES SOLIDÁRIAS



Ao longo desses treze anos a ADET - Associação dos Deficientes de Tabira, vem provando que não deficiente no quesito solidariedade, pois com muito amor os seus diretores mesmo as suas dificuldade inerentes a deficiencia que cada um leva consigo, tem trabalhado incessantimente para atender dentro da mdida do possivel a TODOS que necessitam dos nossos serviços, vejam algumas fotos abaixo, os proprios Diretores da ADET e voluntários fazendo recuperação de cadeiras de rodas, Luiz Antônio, Absolon, Ismênia secretária e Edsom colaborador.









domingo, 11 de junho de 2017

CUIDADO COM PACIENTES DIABÉTICOS NO TRATAMENTO ODONTOLÓGICO



Sabemos que a prevalência do Diabetes vem aumentando gradativamente nos últimos anos. Isso é uma tendência mundial.  Os maus hábitos alimentares da população, em conjunto com o sedentarismo e a obesidade são fatores predisponentes para o Diabetes mellitus do tipo 2. Uma significativa parcela da população desenvolve esta doença após os 50 ou 60 anos de idade. Muitas vezes, este paciente chega na cadeira do dentista apresentando complicações bucais da doença.
O primeiro passo do dentista é identificar este tipo de paciente. Uma anamnese detalhada é primordial para entender como que nossos pacientes estão em relação à saúde geral. Em alguns casos, o próprio dentista pode suspeitar que o paciente é portador de Diabetes. Estima-se que para cada duas pessoas que tem a doença, uma delas não sabe do diagnóstico.
Algumas pistas como a boca seca (xerostomia), hálito cetônico, aumento súbito do número de cáries, manifestações virais (herpes simples recorrente) e fúngicas (candidíase), doença periodontal de difícil controle, relatos de perda de peso brusca, fraqueza, cansaço e alterações na visão podem sinalizar que o paciente está com Diabetes. Nesses casos, o dentista deve pedir exames de sangue e sugerir que o paciente procure um médico endocrinologista imediatamente.
Com os pacientes que chegam com o diagnóstico, seria prudente fazer a aferição da glicemia antes de cada atendimento, em um mundo ideal. O atendimento odontológico deve focar nas consultas curtas em momentos de menor estresse do paciente. Uma descompensação da glicemia pode trazer atraso na cicatrização e predispor infecções. Um paciente diabético controlado e compensado pode ser tratado como um paciente que não tem a doença. O indicado é sempre usar anestésicos com vasoconstritor – Prilocaína com Felipressina (Citanest), respeitando o limite de três tubetes. Vale lembrar que este anestésico não é indicado para gestantes.
Além disso, o dentista deve estar preparado para lidar com problemas como crises de hipoglicemia ou hiperglicemia. Pacientes com glicemia abaixo de 70 (quadro de hipoglicemia) ou acima de 300 (quadro de cetoacidose) não devem passar por atendimento odontológico. Devem ser encaminhados para o pronto socorro médico.
O dentista também deve prestar atenção na dieta e na medicação do diabético. Saber o horário da última refeição, qual foi a última refeição e que tipo de insulina o paciente toma vai fazer diferença para saber se a glicemia está controlada ou não no momento da consulta. Para procedimentos que envolvam sangramento, muitos estudos sugerem o uso de Antibioticoterapia profilática. Outros estudos sugerem o uso de forma terapêutica, iniciando o uso 2 ou 3 dias antes do procedimento odontológico.
Segundo a OMS (Organização Mundial da Saúde), a Doença Periodontal é a sexta complicação do Diabetes. Essas duas doenças interferem uma na outra de forma evidente. Muitos pacientes não conseguem regular sua glicemia por não fazerem um controle da Doença Periodontal e vice versa. Por isso é importante a equipe multidisciplinar formada pelo médico e pelo dentista para o controle dessas doenças que não têm cura e são um problema de saúde pública mundial.
Acredito na grande importância da atualização dos dentistas nesse assunto para poderem diagnosticar e tratar com sucesso todas as complicações bucais decorrentes do Diabetes, levando em consideração que todos nós estamos vivendo por mais tempo e temos grandes chances de desenvolver esta doença se descuidarmos de nossa saúde e alimentação.

Fonte: http://blog.dentalcremer.com.br/o-cuidado-com-pacientes-diabeticos-no-tratamento-odontologico/

sábado, 10 de junho de 2017

O QUE SIGNIFICA APOSTASIA E APOSTATAR DA FÉ NA BÍBLIA SAGRADA?


O que é apostasia na Bíblia?

Apostasia significa o abandono e a negação da fé. Ou seja, a negação daquilo que se crê, ou melhor, que se cria anteriormente. De uma forma bem simples, apostasia na Bíblia é a negação do ensino bíblico e o afastamento das pessoas da vontade de Deus. A apostasia acontece quando a pessoa renega sua fé e deixa para trás tudo aquilo que cria, abandonando totalmente a filosofia de vida pautada na Palavra de Deus.

Exemplos de apostasia na Bíblia

Destaco na Bíblia um exemplo de dois homens que apostataram da sua fé, ou seja, que a abandonaram e a negaram. Vejamos:
“Além disso, a linguagem deles corrói como câncer; entre os quais se incluem Himeneu e Fileto. Estes se desviaram da verdade, asseverando que a ressurreição já se realizou, e estão pervertendo a fé a alguns.” (2 Timóteo 2. 17)

Notem que estes dois homens (Himeneu e Fileto) estavam pregando algo contrário ao que as Sagradas Escrituras (a verdade) ensinavam e foram rapidamente identificados por Paulo como apóstatas. Geralmente o apóstata tem dificuldade de se arrepender e defende a sua “doutrina” com unhas e dentes. Daí a necessidade de serem rapidamente questionados e combatidos. Himineu, Fileto e outros, traziam confusão no seio da igreja, negando a verdade da Palavra de Deus que outrora criam.

Isso nos leva a entender que é muito importante que a liderança da igreja de Cristo esteja atenta com relação a pessoas apóstatas, principalmente aquelas que têm o prazer de disseminar heresias e todo tipo de falsa doutrina, questionando elementos fundamentais da palavra de Deus.

A Bíblia também nos mostra que nos últimos tempos haverá um abandono da fé por parte de muitas pessoas. “Ora, o Espírito afirma expressamente que, nos últimos tempos, alguns apostatarão da fé, por obedecerem a espíritos enganadores e a ensinos de demônios” (1 Timóteo 4. 1). Justamente por não valorizarem a Bíblia, estas pessoas se perderão em ensinos que não vêm de Deus, ensinos de espíritos enganadores e de demônios.

Infelizmente estamos vivendo um tempo de grande apostasia no mundo, pois as pessoas têm rejeitado a Palavra de Deus, trocando-a por outros ensinos que têm “aparência” de verdadeiros, mas que as levam para cada vez mais longe de Deus. E o pior de tudo é que muitas igrejas têm sido totalmente apóstatas inventando doutrinas que não existem na Bíblia e transformando-se em igreja de satanás e não de Deus.

Por isso, leia a Bíblia, aprenda o que ela ensina e fique vacinado contra a apostasia!


sexta-feira, 2 de junho de 2017

TABIRA SEDIOU O III FÓRUM REGIONAL DE EDUCAÇÃO E PREVENÇÃO NO TRÂNSITO DA X GERES

O município de Tabira sediou o III Fórum Regional de Educação e Prevenção no Trânsito da X GERES, em parceria com a Secretaria de Saúde. Em virtude da campanha “Maio Amarelo”, um dos principais intuitos do Fórum é chamar a atenção da sociedade para o alto índice de acidentes no trânsito. O encontro aconteceu na manhã desta terça-feira (30), na Câmara de Vereadores.

Na ocasião, foram ministradas palestras relacionadas a conscientização da população sobre Educação e Prevenção no Trânsito. As palestras trouxeram os temas: “Acessibilidade, você sabe o que é isso?”, apresentada pelo Major Marcelino Carvalho; “Operação Lei Seca no Sertão, uma realidade”, que teve como palestrante o Major/PM Wellington da Costa Brito; “Trauma de Face, prevenção, exames, tratamento e sequelas", ministrada pelos odontólogos Alessandro Vieira e Henrique Herzio Rodrigues e “Transporte seguro de pacientes em Pernambuco” ,tendo como palestrante a enfermeira Flavyana Silva dos Santos.

Estiveram presentes no Fórum, a primeira dama Ieda Mélo, representando o prefeito Sebastião Dias que se encontra viajando; Maria José Almeida, secretária de Saúde; Flávio Marques, Secretário de Administração; Mary Delanea, diretora da X GERES; Zeinha, prefeito da cidade de Iguaracy e demais representantes das cidades vizinhas.





Fonte: http://www.maispajeu.com.br/search/label/Tabira